Início do conteúdo
Pesquisas concluídas

Título: A nova direita brasileira: os sentidos discursivos mobilizados por YouTubers no período eleitoral de 2018

Pesquisadora: Natália de Azevedo Pereira

Resumo: O presente trabalho tem como objetivo averiguar e comparar quais os sentidos mobilizadoscompartilhados nos vídeos de Arthur Modelo do Val, Kim Kataguiri e Fernando Holiday dentro de seuscanais no YouTube durante o período eleitoral de 2018, a partir da Teoria do Discurso elaborada porErnesto Laclau e Chantal Mouffe. A metodologia qualitativa, calcada na teoria do discurso, visa respondero seguinte problema de pesquisa: como os sentidos mobilizados por Arthur do Val, Fernando Holiday eKim Kataguiri em seus vídeos durante o período eleitoral se relacionam. A hipótese formulada foi de queos sentidos mobilizados pelos sujeitos majoritariamente estão ligados à negação da esquerda.

 

 

Título: Comportamento ideológico parlamentar dos peemedebistas nos períodos pré e pós impeachment de Dilma Rousseff

Pesquisador: Lucas Garcia da Silva

Resumo: O presente trabalho tem como objetivo classificar o comportamento ideológico dos parlamentares do PMDB em 2015 e 2016, através dos projetos de lei apresentados, no Congresso Nacional, pelos deputados federais do partido. A metodologia de classificação ideológico partidária utilizada nesta pesquisa seguiu os passos de uma metodologia calcada na teoria do discurso de Ernesto Laclau e Chantall Mouffe, onde os sentidos sobre esquerda e direita advêm do próprio campo da representação política. A hipótese que aqui se sustenta é a de que os PLs averiguados tendem a se encontrar, majoritariamente, no espectro da direita devido a uma onda conservadora presente no cenário político brasileiro a partir de 2013. Após as análises, observou-se que os PLs apresentados pelos parlamentares peemedebistas se encontraram mais à direita do espectro ideológico. 

http://pergamum.ufpel.edu.br:8080/pergamumweb/vinculos/0000bf/0000bfb7.pdf?fbclid=IwAR3Ctbu-UebetTgPe-GZiHzpEFpiS9wL9-eXfeY6xxnWgcMx7i-A-McYSHo

 

Título: Tão próximos e tão distantes: a articulação discursiva dos movimentos pró-impeachmenta partir da teoria do discurso de Ernesto Laclau

Pesquisadora: Letícia Baron

Resumo: Amparado nos pressupostos epistemológicos e nas ferramentas da teoria do discurso de Laclau e Mouffe, a pesquisa de dissertação buscou verificar as relações de equivalência e de diferença estabelecidas entre os movimentos Endireita Brasil, Brasil Livre, Vem pra Rua e Revoltados Online no período em que tramitou o processo de impeachment da Presidente Dilma Rousseff, visando demonstrar suas tentativas de hegemonizar o campo político. Nesse sentido, compreendendo a crescente importância que as redes sociais assumiram para mobilização popular em torno de eventos políticos relevantes, foi desenvolvida uma metodologia de caráter qualitativo baseada na atuação virtual dos quatro movimentos na rede social facebook no período de dezembro de 2015 a agosto de 2016. Ao todo, foram analisados os sentidos discursivos presentes em 5.266 postagens, que demonstraram que os movimentos se colocam em relações de equivalência em torno do antipetismo, do pedido de cassação da Presidente da República, no combate aos partidos e movimentos de esquerda no Brasil e na América Latina. As relações de equivalências, por outro lado, ressaltaram divergências nos projetos políticos e econômicos voltados ao desenvolvimento nacional, bem como sobre a interferência da religião e da moral nos assuntos públicos.

https://wp.ufpel.edu.br/ppgcienciapolitica/files/2018/03/Dissertação-Let%C3%ADcia-Baron.pdf

 

Título: O centro no extremo: o discurso peemedebista no ciclo progressista brasileiro (2003-2016)

Pesquisadora: Carolina Costa dos Santos

Resumo: Este trabalho tem por objetivo significar ideologicamente o discurso peemedebista observado nas Propostas de Emenda à Constituição apresentadas por membros do partido durante o chamado Ciclo Progressista ou Maré Rosa da América Latina, aqui compreendido pela ascensão dos governos petistas de Luiz Inácio Lula da Silva (2003-2010) e Dilma Vana Rousseff (2011-2016). Esta pesquisa ampara-se no constructo teórico de Ernesto Laclau e Chantal Mouffee, encontrando no Pós- Estruturalismo e na Teoria Do Discurso as bases teóricas para as reflexões que seguem. Defende-se, a despeito de identificações ideológicas a priori constituídas, a localização do Partido do Movimento Democrático Brasileiro, no período 2003-2016, em um misto de posições no continuum ideológico.

https://wp.ufpel.edu.br/ppgcienciapolitica/files/2018/03/Dissertação-Carolina-Dos-Santos.pdf

 

Título: Análise dos sentidos ideológicos presentes nas medidas provisórias editadas no primeiro governo Lula (2003-2006)

Pesquisadora: Larissa Russo Gonçalves

Resumo: Esta dissertação objetiva apresentar uma análise da ideologia das medidas provisórias editadas no primeiro governo Lula. Tendo como base um projeto de pesquisa mais amplo, o qual visa apresentar uma nova metodologia de classificação ideológica dos partidos políticos brasileiros, que este trabalho desenvolveu seus métodos. De acordo com esta acepção, compreende-se a necessidade levar em consideração a defasagem da classificação ideológico-partidária presente nos ditames da ciência política nacional hegemônica. Por isto, defende-se a relevância de apresentar uma metodologia para classificação da ideologia de partidos brasileiros que abarque os diversos sentidos emanados do campo político discursivo. Entendendo que tomar as noções de “direita”, “esquerda” e “ideologia” como conceitos dados a priori resulta em uma falha teórico-metodológica, neste trabalho buscou-se apreender os sentidos referidos acima a partir da articulação discursiva que eflui dos pronunciamentos dos parlamentares federais no cenário da Câmara dos Deputados, deste modo, foi possível perceber que a significação do campo político é advinda do próprio campo. A referida compilação de pronunciamentos gerou dados que resultaram em um Quadro de Sentidos Ideológicos, cujo papel fundamental é possibilitar a operacionalização da análise. Este Quadro, construído no âmbito do grupo de pesquisa IdAD, é constituído de significações advindas dos pronunciamentos dos parlamentares e baseado na sistematização dos sentidos ideológicos mais recorrentes, relaciona os níveis dos espectros ideológicos às políticas públicas mais específicas. A classificação ideológica aqui proposta, faz-se necessário esclarecer, não visa em momento algum apresentar uma análise essencialística ou intuir que “tal partido” é essencialmente de esquerda ou de direita, pelo contrário, esta classificação pretende desenvolver um mecanismo sensível às oscilações ideológicas presentes no recorte temporal escolhido. Através disto, foi possível perceber quais as políticas contidas nas medidas provisórias do primeiro governo Lula estão situadas em um espectro mais à direita ou à esquerda a partir do Quadro de Sentidos Ideológicos.

https://wp.ufpel.edu.br/ppgcienciapolitica/files/2017/10/Dissertação-Larissa-Russo-versão-biblioteca.pdf

 

Título: O programa partidário do PMDB: um estudo a partir da Teoria do Discurso de Ernesto Laclau e Chantal Mouffe 

Pesquisadora: Carolina Costa dos Santos

Resumo: O presente trabalho busca analisar a estrutura discursiva presente no programa partidário do Partido do Movimento Democrático Brasileiro à luz da Teoria do Discurso de Laclau e Mouffe.

https://wp.ufpel.edu.br/idad/files/2017/10/TCC-Carolina-Costa-Dos-Santos-Final.pdf

 

Título: Em busca de um discurso social: A ideologia da política social do PSDB na Câmara dos Deputados na 52ª Legislatura (2003-2007)

Pesquisadora: Michele Diana da Luz

Resumo: Amparado nos pressupostos epistemológicos da teoria do discurso de Ernesto Laclau e Chantal Mouffe, o presente trabalho busca investigar o posicionamento ideológico do Partido da Social Democracia Brasileira no que tange às políticas sociais propostas por seus parlamentares na Câmara dos Deputados, no decorrer da 52ª legislatura. O objetivo que se coloca é o de compreender como se caracteriza ideologicamente o discurso do partido neste campo de atuação. Para tanto, buscamos identificar os principais sentidos que se articulam neste discurso, de modo a estabelecer relações entre estes e sua posição no espectro ideológico. Constitui também nosso interesse perceber se este discurso se altera ao longo do mandato, inclinando-se mais à esquerda ou à direita. Frente a estes objetivos, a hipótese que sustentamos é que apesar da aproximação ideológica entre os dois partidos no campo retórico, onde ambos assumem um discurso social de esquerda, no “plano prático”, as propostas apresentadas pelos deputados do PSDB para o campo social mantêm um caráter predominantemente econômico, vinculado à redução de impostos e geração de empregos. Deste modo, o discurso do partido concernente às políticas sociais, no período analisado, estaria mais próximo de um posicionamento ideológico convencionalmente associado ao da direita. Para esta verificação, analisamos os projetos de lei relacionados às políticas sociais protocolados pelos parlamentares do PSDB entre 2003 e 2007, à luz da metodologia de classificação ideológica dos partidos políticos desenvolvida pelo grupo de pesquisa ―Ideologia e Análise de Discurso (IdAD), vinculado ao PPGCPol da Universidade Federal de Pelotas. Na referida metodologia, empregamos uma combinação de análise de conteúdo e análise de discurso, o que nos permite aprofundar o entendimento da questão proposta. Contrariando nossa hipótese, os resultados de nossa pesquisa demonstraram que a ideologia do partido quanto as políticas sociais, no período considerado, pode ser classificada na esquerda, sem a forte vinculação ao campo econômico por nós presumida.

https://wp.ufpel.edu.br/ppgcienciapolitica/files/2017/10/Michele-Diana-da-Luz-2017.pdf

 

Título: O comportamento ideológico do Partido dos Trabalhadores na Câmarados Deputados na 52ª Legistatura  (2003-2007) no âmbito da Política Social

Pesquisadora: Rosana Alves Gomes

Resumo: Debruçando-se sobre a relação ideologia e partidos políticos, o presente trabalho busca investigar a ação ideológica do Partido dos Trabalhadores na Câmara dos Deputados na 52ª legislatura. O objetivo é compreender o comportamento discursivo ideológico do PT para a área social, na esfera federal do poder legislativo. Objetivamos, também, identificar, quantitativamente, o número total de projetos de lei formulados para a área social, assim como conhecer, dentro da área social, os eixos temáticos privilegiados. Para tanto, analisamos os projetos de lei protocolados pelos parlamentares petistas, entre 2003 e 2007, à luz da metodologia de classificação ideológica dos partidos políticos, desenvolvida pelo grupo de pesquisa ―Ideologia e Análise de Discurso‖, vinculado ao PPGCPol da Universidade Federal de Pelotas. Nesta, os métodos adotados apresenta uma combinação da análise de discurso e da análise de conteúdo, a fim de mapear os sentidos ideológicos produzidos por parlamentares e o conteúdo dos projetos de lei de autoria dos deputados petistas, respectivamente. Seu aporte teórico está baseado na teoria do discurso de Ernesto Laclau e Chantal Mouffe. Como resultado da pesquisa, é possível afirmar que a bancada petista, na 52ª legislatura, foi interpelada por um discurso majoritariamente de esquerda, no âmbito da política social. Ainda assim, foi demonstrado também existência de PLs orientados pela ideologia de direta na produção legislativa petista, o que reforça a pertinência de uma análise não essencialista e monolítica dos partidos em termos ideológicos.

https://wp.ufpel.edu.br/ppgcienciapolitica/files/2016/07/Rosana-Gomes.pdf