XXIV Olimpíada Iberoamericana de Física

Começa nesta sexta-feira, dia 6 de setembro, a XXIV Olimpíada Iberoamericana de Física (OIBF), em El Salvador. Alunos do Ensino Médio de 19 países da América Latina e Península Ibérica participam da competição internacional. A equipe brasileira conta com os alunos Davi Maciel Dias, Pedro Henrique Figueiredo Backes Costa, Vinicius de Alcântara Névoa e Vinicius Ferreira Rodrigues, liderados pelos professores José Joaquín Lunazzi e Ricardo Andreas Sauerwein.

Na edição XXIII, em 2018, realizada em Porto Rico, a equipe brasileira venceu a competição, conquistando três medalhas de ouro e uma menção honrosa. A próxima edição da OIBF deve acontecer no Brasil em João Pessoa, Paraíba, no segundo semestre de 2020.

Saiba mais na página da XXIV Olimpíada Iberoamericana de Física

Olimpíada Brasileira de Física das Escolas Públicas realiza 1ª Fase

Aconteceu dia 14 de agosto, em todo Brasil, a prova da 1ª Fase da Olimpíada Brasileira de Física das Escolas Públicas (OBFEP). Na edição de 2019, se inscreveram 2.517 escolas públicas, de 1.120 cidades de todas as regiões, do Distrito Federal e dos estados  do país, com previsão de participação nessa fase de cerca de meio milhão de estudantes. A 2ª Fase acontece dia 19 de outubro, com provas discursivas, teóricas e experimentais, para os estudantes com melhor desempenho na 1ª Fase. A OBFEP também promove seu Concurso de Ilustrações para os cartazes da competição em 2020, aceitando inscrições até 31 de outubro (saiba mais aqui).

A Olimpíada Brasileira de Física das Escolas Públicas foi criada em 2010, como projeto piloto para os estados da Bahia, Goiás, Piauí e São Paulo. Tornou-se nacional a partir de 2012. Desde então vem sendo realizada a cada ano com inscrição de cerca de meio milhão de estudantes na primeira fase. O projeto da Sociedade Brasileira de Física (SBF), com apoio do CNPq, acontece em duas fases, para estudantes do Ensino Médio e último ano do Ensino Fundamental.

A OBFEP visa a valorização da escola pública e a melhoria do ensino e do estudo da Física e das Ciências em geral. De um ponto de vista mais amplo, se insere no conjunto de ações que buscam o sucesso e a permanência do estudante na escola, e o desenvolvimento de práticas educativas que envolvam o maior número possível de estudantes.

O Projeto OBFEP é anual e, além das provas, promove ações de divulgação da Ciência, tais como Feiras do Conhecimento, palestras por pesquisadores sobre temas da Física,  produção de textos e de kits usados nas provas práticas e distribuídos às escolas interessadas para uso em sala de aula. Prevê trabalho de reforço para os estudantes, oficinas para os professores, bolsas PIBIC Júnior para os alunos melhor classificados e Concurso de Ilustrações.

Para os professores que participam da organização dessa Olimpíada, esse é um projeto que contagia a comunidade escolar da rede pública, pois é visível a capacidade de mobilizá-la para o aprendizado de Ciências – um dos momentos em que se percebe mais claramente isso é a Cerimônia de Premiação.

Ao final de cada edição, são  promovidas cerimônias de premiação nos estados com a entrega de  certificados e medalhas de Ouro, Prata e Bronze aos estudantes premiados, certificados e placas aos professores pelo desempenho de seus alunos, e placas às escolas (Municipal, Estadual e Federal) com melhor desempenho no Estado.

Para saber mais: http://www.obfep.org.br

Fonte da notícia:

http://www.sbfisica.org.br/v1/home/index.php/pt/acontece/953-olimpiada-brasileira-de-fisica-das-escolas-publicas-realiza-1-fase

Professores do ensino médio selecionados para Escola CERN 2019

Professores do ensino médio selecionados para Escola CERN 2019

Vinte professores brasileiros do Ensino Médio de todas as regiões do país foram selecionados para participar da Escola de Física no CERN 2019, que acontece de 29 de agosto a 8 de setembro. Os brasileiros viajarão à Europa para participar, junto com professores de escolas secundárias portuguesas, de aulas de Física de Partículas, sessões experimentais e visitas aos laboratórios do CERN, na Suíça, incluindo o maior acelerador de partículas em atividade, o grande colisor de prótons LHC. Todas as atividades serão realizadas no idioma português. Confira a lista dos selecionados no site da Escola de Física CERN.

Para a edição de 2019 da escola foram selecionados 14 professores das redes públicas federal, estadual e municipal de ensino e 6 professores de escolas particulares.  Dos selecionados, 12 vem da região Sudeste, 2 do Sul, 1 do Norte, 1 do Centro-Oeste e 4 do Nordeste. A distribuição por gênero é 17 homens e 3 mulheres.

A Escola de Física CERN é uma realização da SBF em colaboração com a Rede Nacional de Física de Altas Energias (RENAFAE) e o São Paulo Research and Analysis Center (SPRACE). Para saber mais sobre a experiência e o conteúdo das atividades da escola, acesse o site do projeto e leia o artigo Explorando o CERN na física do Ensino Médio, publicado em 2013 na Revista Brasileira de Ensino de Física.

http://www.sbfisica.org.br/v1/home/index.php/pt/acontece/932-professores-do-ensino-medio-selecionados-para-escola-cern-2019

Oficina do PIBID/Física na Semana Acadêmica da Física na UFPEL

No última quarta-feira (19/06/2019), ocorreu a Oficina de Astronomia durante a semana acadêmica da Física.

Além de apresentar os projetos em desenvolvimento, os bolsistas do grupo PIBID realizaram uma Oficina voltada para os ingressantes desse ano.

O objetivo da apresentação foi mostrar o trabalho desempenhado nas escolas parceiras do PIBID e também promover a interação entre os alunos do curso e o grupo através da atividade Astroquiz, onde realizamos quatro perguntas com direito a brindes como sabre de luz, o livro “Buracos Negros” do autor Stephen Hawking, uma caneca da física personalizada e um dos três telescópios construídos ao final da oficina.

O Pibid Física agradece a presença de todos. Esperamos que vocês tenham gostado e acima de tudo, se divertido!

Veja mais fotos no Grupo do PIBID/Física no Facebook: https://tinyurl.com/yxmoxmqr

#PibidUfpel #PibidFísica #Física #Ufpel #Pibid

4ª Semana Acadêmica Integrada da Física – UFPEL

4ª Semana Acadêmica Integrada da Física – UFPEL

No período de 17 a 19 de junho de 2019 será realizada a 4ª Semana Acadêmica Integrada da Física, nas dependências do Instituto de Física e Matemática – Campus Capão do Leão.

A inscrição no evento já pode ser feita na sala do Diretório Acadêmico da Física (sala 219, prédio 05, Campus Capão do Leão).

Oficina de Óptica no DESAFIO Pré-Vestibular/UFPEL

Oficina de Óptica no DESAFIO Pré-Vestibular/UFPEL

Na última sexta-feira (10/05) realizamos mais uma oficina de Óptica no Desafio Pré-Vestibular, dessa vez na turma do professor Felipe.
O objetivo da oficina foi introduzir conceitos básicos sobre óptica relacionados a formação da visão e lentes esféricas.

Muito obrigada Felipe, por ter cedido a tua aula. E obrigada Mateus e Marcos pela ajuda durante a oficina. 💜

PIBID/Física no Mutirão de limpeza na Escola do Areal (EEEM Areal)

PIBID/Física no Mutirão de limpeza na Escola do Areal (EEEM Areal)

Marcia Peglow (do Facebook):

“Hoje a aula foi na rua, no pátio, no laboratório, nas salas, no Teatro, sala de dança, nas quadras… não se trata de fazer o que é compromisso do governo (até porque sabemos que um governo que atrasa salários, que não trata a educação como prioridade, jamais irá se preocupar com a estrutura física de um colégio), mas sim de tentar melhorar um pouco o ambiente em que trabalhamos. Foi um sábado produtivo, de mutirão! União de professores, alunos, PIBID… valeu o esforço de cada um. Que show de cidadania! Saímos de lá com a certeza que, o aprendizado, realmente vai muito além das paredes das salas de aula! A equipe diretiva só tem a agradecer aos professores, alunos e também ao PIBID e todos que se envolveram nesse projeto tão lindo! Mutirão dá certo sim!”

Propriedades de bósons unitários, dos aglomerados à matéria

Os chamados gases de Bose são um estado da matéria descrito pela mecânica quântica, em que as partículas componentes são bósons (que têm spin inteiro) e obedecem às estatísticas de Bose-Einstein. Por sinal, quando eles são resfriados a temperaturas baixíssimas, nas condições certas, eles formam os hoje famosos condensados de Bose-Einstein.

Embora muitos grupos hoje já tenham criado esses condensados em laboratório, ainda há muito a se compreender sobre o comportamento e as propriedades individuais de partículas, além de seu esquema de interações, responsáveis por gerar propriedades como a intrigante superfluidez. Leia mais

Simulação revela propriedades de filamentos superfluidos

Uma das propriedades mais intrigantes da matéria pode ser observada quando átomos são resfriados a temperaturas baixíssimas, próximas ao zero absoluto. É nessas condições que bósons – partículas com spin inteiro – podem formar os famosos condensados de Bose-Einstein e apresentar também o fenômeno da superfluidez.

Trata-se de uma situação em que as partículas fluem sem qualquer fricção ou resistência a seu movimento, e há muito interesse em entender em detalhes como isso se dá. Leia mais

Delegados da SBF participam da Assembleia Geral da IUPAP

Aconteceu entre os dias 10 e 13 de outubro, no campus da Cidade Universitária da USP (Universidade de São Paulo), na capital paulista, a Assembleia Geral da IUPAP, a União Internacional de Física Pura e Aplicada. Foi a primeira vez em sua história que a Assembleia Geral se deu na América Latina e tudo transcorreu com sucesso.

Em paralelo ao evento, também foi realizado um workshop especial, organizado pelos professores Vanderlei Bagnato e Alinka Lépine-Szily, intitulado “New Challenges in Pure e Applied Physics”. Nele, líderes internacionais da física e de comissões da IUPAP mostraram as perspectivas futuras em suas áreas respectivas. Leia mais