PRESERVAÇÃO DO PATRIMÔNIO ARQUEOLÓGICO SUBAQUÁTICO

No mês de Junho passado iniciamos o Primeiro Curso de Preservação do Patrimônio Arqueológico Subaquático 

Por causa da pandemia, este ano estamos ditando, na Plataforma digital, uma disciplina optativa para o Curso de Arqueologia da Universidade Federal de Pelotas. A mesma, denominada Preservação do Patrimônio Cultural Subaquático tem como objetivo principal capacitar aos futuros arqueólogos, museólogos e conservadores-restauradores na conservação de sítios e materiais arqueológicos de origem submerso. O curso, concentrado em 12 aulas, encontra-se estruturado em 5 Módulos:

“O PATRIMÔNIO CULTURAL SUBAQUÁTICO”
“A PROTEÇÃO IN SITU DE SÍTIOS ARQUEOLÓGICOS SUBAQUÁTICOS”
“A CONSERVAÇÃO DOS MATERIAIS DE ORIGEM SUBAQUÁTICA”
“O LABORATÓRIO DE CONSERVAÇÃO DE MATERIAIS SUBAQUÁTICOS”, e
“A MUSEALIZAÇÃO DO PATRIMÔNIO ARQUEOLÓGICO SUBAQUÁTICO”

Por causa da procura externa deste tipo de curso, estamos planificando oferecer um segundo curso, em data ainda não definida, para interessados de outras instituições do Brasil e do Exterior.

 

Publicado em Cursos | Comentários desativados em PRESERVAÇÃO DO PATRIMÔNIO ARQUEOLÓGICO SUBAQUÁTICO

A arqueóloga Letícia Dutra coordenadora da triagem do acervo do Museu Nacional do Rio de Janeiro visita as dependencias do LÂMINA


No dia 7 de novembro a Arqueóloga visita as instalações do LÂMINA e dialoga com os pesquisadores do laboratório sobre o resgate dos materiais arqueológicos depois do incendio do Museu Nacional.  Enorme esfuerzo que demanda muita dedicação e paciência de uma equipe muito capacitada. Parabéns !! 

Publicado em Notícias | Comentários desativados em A arqueóloga Letícia Dutra coordenadora da triagem do acervo do Museu Nacional do Rio de Janeiro visita as dependencias do LÂMINA

Capacitação de Identificação de Vidros Arqueológicos com Evidencias de Reuso

Durante os días 26 e  27 de março de 2019 tivemos uma capacitação sobre a identificação de vidros arqueológicos com evidencias de reuso, ministrado pelo Arqueólogo Lino Zabala. Discentes dos Cursos de Museologia e de Antropologia da UFPel puderam participar desta excelente oportunidad de conhecer melhor as evidencias do reuso do material vítreo pelas pessoas escravizadas nos locais de charqueadas do Século XIX.

 

Publicado em Notícias | Comentários desativados em Capacitação de Identificação de Vidros Arqueológicos com Evidencias de Reuso

1a. PLENÁRIA 2019

Na próxima TERÇA-FEIRA, dia 30/04/2019, às 14:00 horas, acontecerá a 1ª plenária do 2019 do Laboratório Multidisciplinar de Investigação Arqueológica na sua sede na Rua Santa Tecla, 408.

Com as seguintes Pautas:

1 – Apresentação do Setor de Atividades de Extroversão do laboratório.
2 – Programação das atividades de capacitação interna e externa.
3 – Discussão da nova imagen visual do LÂMINA.
 Todos os interessados são convidados a participar da reunião.

Quem participa ou participou de atividades desenvolvidas no LÂMINA, é ou foi integrante desse laboratório, colaborou com ações ou projetos nele sediados ou por ele apoiados, ESTÁ CONVIDADO para a 1a plenária de 2019.
Quem quiser conhecer melhor o laboratório, tirar dúvidas ou se envolver com projetos desenvolvidos no LÂMINA, TAMBÉM ESTÁ CONVIDADO.
Local: Rua Santa Tecla, 408 (quase esquina com a rua Marechal Floriano).
Horário: TERÇA-FEIRA, 30/04/2019, às 14:00 Horas.

Publicado em Notícias | Comentários desativados em 1a. PLENÁRIA 2019

Novas discentes em Treinamento no LÂMINA


Heloíse, Júlia e Ana Clara trabalhando no registro fotográfico e nos projetos interventivos de artefatos arqueológicos.

Publicado em Notícias | Comentários desativados em Novas discentes em Treinamento no LÂMINA

Discentes apresentam algumas das atividades de extroversão na 4a. Semana Integrada da UFPel 2018

Publicado em Notícias | Comentários desativados em Discentes apresentam algumas das atividades de extroversão na 4a. Semana Integrada da UFPel 2018

Capacitação em Conservação Curativa e Preventiva de Coleções Metálicas Históricas e Arqueológicas

Durante os días 22 e 28 de outubro passado tivemos a oportunidade de brindar uma capacitação em conservação de artefactos metálicos para  a Conservadora Restauradora Vanilde Rohling Ghizoni, atual responsável pela área de conservação do Museu de Antropología e Etnologia da Universidade Federal de Santa Catarina – MArquE/UFSC.

No MArquE encontram-se, além de uma rica coleção de objetos etnográficos e arqueológicos,  a coleção de artefatos metálicos encontrados nas Fortalezas de Florianópolis, vestígios que remetem às diversas épocas de ocupação das mesmas desde os primórdios do século XVIII. Dentre estes materiais encontram-se uma diversidade de moedas, projéteis esféricos de chumbo, fragmentos de armas de fogo e elementos de uso pessoal, entre outros.

Esta atividade forma parte das ações de capacitação externa do LÂMINA e conforma uma das ações preliminares, iniciadas em 2016, prévias ao futuro acordo de cooperação entre o MArquE/UFSC e o LÂMINA.

 

Publicado em Notícias | Comentários desativados em Capacitação em Conservação Curativa e Preventiva de Coleções Metálicas Históricas e Arqueológicas

Dois de setembro de 2018

Publicado em Notícias | Comentários desativados em Dois de setembro de 2018

Equipe de arqueologia da UFPel visita Museu Dom Diogo de Souza

Foto: Antônio Rocha

Grupo verificou acondicionamento de artefatos históricos encontrados no sítio

Integrantes do Laboratório Multidisciplinar de Investigação em Arqueologia (Lâmina) da Universidade Federal de Pelotas (UFPel) visitaram as dependências do Museu Dom Diogo de Souza, mantido pela Fundação Attila Taborda (FAT), onde foram recepcionados pelas gestoras da instituição, Carmem Barros e Maria Luíza Pêgas.
Grupo verificou acondicionamento de artefatos históricos encontrados no sítio

Maria Luíza explica que o grupo veio a Bagé conhecer o acervo do Museu Patrício Corrêa da Câmara, que resguarda artefatos encontrados no sítio arqueológico do Forte de Santa Tecla (1773-1776), que foi incorporado ao acervo do Museu Dom Diogo.
A arquiteta da prefeitura, Joelma Silveira, responsável pelo projeto memorial do Parque Histórico do Forte de Santa Tecla, conta que o município mantém acordo com a equipe da arqueologia da UFPel para realização de um plano arqueológico de escavação do forte. Um dos passos para elaboração do plano é, justamente, a visita técnica realizada na tarde de sexta-feira, para conhecer os artefatos encontrados no sítio arqueológico. A equipe da UFPel é especializada em campos de batalha, tendo desenvolvido há pouco tempo um trabalho na Colônia del Sacramento, no Uruguai.
O professor Jaime Mujica Sallés, da equipe da Lâmina, explica que o grupo está apoiando o projeto do memorial, através da prospecção arqueológica. Contudo, é necessário que um espaço adequado receba os materiais encontrados durante o trabalho. “Hoje viemos conhecer os artefatos já existentes e a forma de acondicionamento e proteção dos itens arqueológicos, levando em conta questões como umidade, temperatura e manipulação para conservação do acervo”, explica.

Fonte: 

Nesta visita técnica estiveram presentes, além do Coordenador Geral do Lâmina, a Conservadora-Restauradora Arqueológica Susana dos Santos Dode, a discente em Historia Barbara Denise Xavier da Costa e o Técnico Eneri James Borges Medeiros.

Publicado em Notícias | Comentários desativados em Equipe de arqueologia da UFPel visita Museu Dom Diogo de Souza

Universidade Federal de Santa Catarina discute interpretação, conservação e extroversão na arqueologia.

O Lâmina esteve no Museu de Arqueologia e Etnologia da UFSC apresentando suas atividades na área da gestão de acervos arqueológicos provenientes da Arqueologia de Campo de Batalha.

Publicado em Notícias | Comentários desativados em Universidade Federal de Santa Catarina discute interpretação, conservação e extroversão na arqueologia.