LACIPA

Bem-vindo ao site do LACIPA!

MISSÃO

O Laboratório de Ciência do Patrimônio (LACIPA) do Departamento de Museologia, Conservação e Restauro (DMCoR) da Universidade Federal de Pelotas (UFPel) tem como missão ser um espaço para o desenvolvimento de projetos e programas de ensino, pesquisa e extensão em temas da Ciência do Patrimônio. Os projetos e programas necessariamente envolvem profissionais e estudantes de diferentes áreas do conhecimento para garantir a efetivação de ações inter e transdisciplinares. Envolvem colaborações nacionais e internacionais, integrando tanto a comunidade acadêmica quanto a comunidade externa à academia, de modo a garantir não somente a apropriação e preservação patrimonial, mas também científica.

HISTÓRICO

O LACIPA – antigo Laboratório de Química do curso de Conservação e Restauração de Bens Culturais Móveis da UFPel – foi criado com a chegada do Prof. Dr. Thiago Sevilhano Puglieri no DMCoR, em novembro de 2015. O Laboratório teve seu nome modificado para Laboratório de Ciência do Patrimônio uma vez que, como discutido no ICCROM FORUM on Conservation Science (2013)

“O termo ‘ciência do patrimônio’ está sendo cada vez mais adotado (particularmente na Europa e na América do Norte) como um meio para unificar uma série de campos inter-relacionados da ciência aplicada que se concentram no estudo do patrimônio cultural – como ciência arqueológica, ciência curatorial (por exemplo, história técnica da arte) e ciência da conservação – sob um guarda-chuva para criar um campo mais forte, mais coeso e facilmente reconhecível com maior massa crítica.” – tradução nossa (Heritage, A.; Golfomitsou, S. Conservation science: Reflections and future perspectives. Studies in Conservation, v. 60, p. 2-6, 2015).

Ampliam-se, desta forma, as possibilidades de atuação do Laboratório, para o desenvolvimento de projetos e programas com focos mais diversificados dentro das ciências aplicadas a bens culturais, não se restringindo à química aplicada a bens culturais ou à arqueometria, por exemplo.

De novembro de 2015 até o presente (junho de 2019), diversos projetos têm sido desenvolvidos em ensino, pesquisa e extensão, envolvendo profissionais e estudantes de áreas como Química, Geologia, Conservação-Restauração, Artes, Museologia, Arqueologia e Educação. Entre as instituições universitárias parceiras tiveram-se, até o momento, aquelas nacionais (como UFPel, UFRGS, UFSM, USP, UFMG e IF-Pelotas) e internacionais (como Technische Universität München – Munique, Alemanha – e, em início com projeto de Pesquisador Visitante no Exterior Jr., The Getty Conservation Institute – Los Angeles, EUA). Entre as instituições patrimoniais tiveram-se aquelas como o Museu de Arte Leopoldo Gotuzzo (MALG – Pelotas, RS), Museu Municipal Parque da Baronesa (MMPBA – Pelotas, RS), Museu das Missões (São Miguel das Missões, RS) e o Instituto de Artes da UFRGS (IA-UFRGS – Porto Alegre, RS). Entre as escolas tiveram-se a Escola Estadual Cruzeiro do Sul (São Lourenço do Sul, RS) e Escola Estadual de Ensino Médio Areal (Pelotas, RS). Alunos de cursos de graduação da UFPel, como Conservação e Restauração de Bens Culturais Móveis, Museologia, Química (Bacharelado e Licenciatura) e Engenharia de Materiais, tem se envolvido em projetos do LACIPA.

O LACIPA também se envolve em atividades do Programa de Pós-Graduação em Memória Social e Patrimônio Cultural da UFPel (PPGMP-UFPel) e em publicações científicas nacionais e internacionais, bem como na organização de eventos científicos.