IV FESTIVAL INTERNACIONAL DE VIDEOARTE SPMAV

O IV Festival Internacional de Videoarte SPMAV …

…..

…..

…..



PROGRAMAÇÃO



COMISSÃO AVALIADORA

Ana Langone – inventora transmídia que cata, ouve e conta histórias. Mestra em Artes Visuais e estudante de Arqueologia pela Universidade Federal de Pelotas. Como pesquisadora (des)vela as histórias hegemônicas e através da (ar)te busca promover a autoestima entre as comunidades negras. Enquanto bacharel em Design Gráfico (2005) trabalhou na indústria da moda na Serra Gaúcha (2005-2015) e, desde 2016, atua no Mississippi Delta Blues Festival. Há mais de dois anos é articuladora da Usina Feminista, cooperativa de geração de renda para mulheres em Pelotas (@usinafeminista). No artesanato inspira-se nas estamparias do continente africano e por meio de suas criações apresenta os elos produzidos pelas semânticas visuais do atlântico negro (@kuntu.art). Ao transit(ar) entre as artes, busca na música também uma forma de expressão como DJ. 

Ana Maio – professora titular dos cursos de Artes Visuais, Licenciatura e Bacharelado, da Universidade Federal do Rio Grande, e Professora Permanente no PPGAVI da Universidade Federal de Pelotas. Pesquisadora, curadora e artista visual investiga as convergências entre o cinema experimental e as artes visuais abordando, principalmente, as temáticas corpo, gênero, memória, arquivo e narrativas de si na arte contemporânea. Coordenadora do Projeto de Extensão e Cultura FRESTA – Mostra de Audiovisual Experimental da FURG, desde 2016. Pós-doutorado em Poéticas Visuais no Programa de Pós-Graduação em Artes Visuais (2013) da Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Pós-doutorado em Estudos Artísticos Contemporâneos na Universidade de Coimbra (2013). 

Cristina Pósleman – graduada em Filosofia (UNSJ-Argentina), mestra em Filosofia com menção em Axiologia e Teoria Política (UCH-Chile) e doutora em Filosofia com menção em Estética e Teoria da Arte (UCH-Chile). Dirige o Instituto de Expressão Visual da Facultad de Filosofía, Humanidades y Artes, da Universidad Nacional de San Juan (Argentina), onde atua como pesquisadora. É integrante da Comissão Acadêmica do Doutorado em Filosofia da UNSJ (Argentina). Faz parte da Red de Estudios Latinoamericanos Deleuze y Guattari (REELD&G) para o desenvolvimento interdisciplinar do conhecimento em filosofia, estética e política (Chile). Seus estudos se concentram na interseção entre a filosofia francesa contemporânea e os estudos filosóficos caribenhos e latino-americanos. Seus últimos trabalhos abordam o problema das assimetrias constitutivas do contrato social, político, estético e sexual como base do projeto de modernidade/colonialidade.

Fabricia Cabral de Lira Jordão – curadora e professora, doutora e mestra em Artes pela ECA, Universidade de São Paulo. Em 2019 recebeu o prêmio de melhor tese da CAPES (Artes) com pesquisa que investigou as contribuições e atuações institucionais de críticos de arte e artistas visuais no processo de redemocratização brasileira. Desde 2019 atua como professora de curadoria e coordenadora do Laboratório de Imaginário Radical na Universidade Federal do Paraná. Onde se dedica a pensar sobre o lugar e possíveis formas que as imagens, a política e o político, da arte assumem no contexto de hegemonia do imaginário capitalista. Dentre outras exposições, foi curadora ou cocuradora das mostras Raquel Nava (Museu Nacional da República-DF, 2022), Alice Ricci (Espaço Cama-SP, 2021); Alex Vallauri (Museu Nacional da República-DF, 2021); 67o Salão Paranaense de Arte Contemporânea (MAC-PR, 2021); Estratégias do feminino (Farol Santander, Porto Alegre, 2019), Pequenos gestos: memórias disruptivas (MAC-PR, 2019), I Bienal Latino-Americana de São Paulo, 40 anos depois (Centro Cultural São Paulo, 2019).

Mayra Huerta Jiménez – artista visual, pesquisadora e professora, doutora em Artes Visuais e Intermídia pela Universidad Politécnica de Valencia. Atualmente é professora pesquisadora na Facultad de Artes da Universidad Autónoma de Baja California (México). Pertence ao corpo acadêmico Imagen y Creación, dedicado à pesquisa e criação contemporânea. Colabora com o Simpósio Internacional de Pesquisa em Arte: Intervindo, Migrando e se (Des)localizando, e com a Universidade Federal de Santa María e a Universidade Federal do Rio Grande do Sul, no Brasil. Pertenece à Red Iberoamericana de Investigación Narrativas Audiovisuales (Red INAV). É integrante do Sistema Nacional de Investigadores (México)

ORGANIZAÇÃO SPMAV 2022


Coordenação
Rosângela Fachel – UFPel
Larissa Patron Chaves – UFPel


Comissão organizadora
FábioOrtiz Goulart – UFPel
Gustavo Severo Dalla Costa – UFPel
Larissa Patron Chaves – UFPel
Larissa Schip – UFPel
Roger Bandeira – UFPel
Rosângela Fachel – UFPel


Realização
Programa de Pós-graduação em Artes Visuais – PPGAVI,
da Universidade Federal de Pelotas – UFPel

Apoio
Museu de Arte Leopoldo Gotuzzo – MALG, Pelitas @malg.ufpel
Centro de Artes da Universidade Federal de Pelotas @ca_ufpel
TimeLine BH, Minas Gerais @timelinebh_

FRESTA – Mostra de Audiovisual Experimental, Universidade Federal do Rio Grande, Rio Grande, RS @frestamostraaudiovisual 

ILA FURG – Instituto de Letras e Artes da Universidade Federal do Rio Grande, Rio Grande, RS

OfCine – Campus Rio Grande, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul – IFRS

RedINAV – Red Iberoamericana de Investigación en Narrativas Audiovisuales @laredinav