Geometrias: em torno da pureza das formas

Convite padrão da exposição Geometrias: em torno da pureza das formas.

 

Geometrias: em torno da pureza das formas
texto curatorial

Esta exposição apresenta uma seleção de obras que permite, em certa medida, reconhecer influências e relações do Abstracionismo Geométrico no contexto local a partir das coleções do acervo do MALG. As obras expostas apresentam desde artistas mais ligados ao movimento, como Samson Flexor e Inah Costa, até obras que, no contexto local, incorporaram posteriormente essa tendência mesclada a influências diversas, como Rogério Prestes de Prestes e Zeca Nogueira. Há ainda as primeiras abstrações realizadas no âmbito da Escola de Belas Artes, na obra de Gisa D’Ávila, e artistas nacionais cuja produção se manteve mais constante, como Odetto Guersoni e Braz Marinho. São obras da Coleção Escola de Belas Artes, Coleção Século XX e, principalmente, da Coleção L. C. Vinholes.

O Abstracionismo Geométrico foi uma tendência artística associada às vanguardas surgidas nas décadas de 1910 e 1920, principalmente Construtivismo Russo, Neoplasticismo e Suprematismo, e buscava a simplificação das formas em direção a sua pureza e geometrização. Muito embora pareça distante das manifestações contemporâneas, teve grande importância ao desvincular a arte dos temas e códigos de representação tradicionais em direção a uma arte concebida em sua liberdade e autonomia – características que, desde então, se mantém sempre atuais.

 


 

Materiais para download
Convite padrão
Convite completo
Folder