Início do conteúdo

Terceiro Debate sobre a Constituinte tem como tema a ampliação do acesso e a permanência na Universidade

DSC_6653aO Ciclo de Debates sobre a Constituinte Universitária teve sequência na noite desta quarta-feira (2), às 19h, no auditório da Faculdade de Direito. Os palestrantes Vilmar Alves Pereira, da Furg, Raul Ceretta Nunes, da UFSM, e Luis Carlos Lucas, aposentado da UFPel conversaram com a comunidade acadêmica sobre O Desafio da Ampliação do Acesso e da Permanência com Qualidade Acadêmica, no terceiro debate previsto nas atividades. Em geral, as falas dos debatedores ressaltaram a importância da criação de políticas para evitar a evasão.

O professor Raul Ceretta destacou dados sobre a diferença no elevado número de inscrições nos processos seletivos para o número de vagas. “Há uma demanda reprimida, o que justifica as metas de ampliação nas vagas do ensino superior”, disse. Sobre a permanência na Universidade, Ceretta destacou vários aspectos que interferem na evasão, chamando a atenção para o fato de que a Universidade deve se estruturar para oferecer uma instituição e cursos de excelência. Durante sua explanação, o professor mostrou dados sobre os números de evasão. “O sistema de cotas não impacta nos números da evasão”, disse

Luis Carlos Lucas abordou aspectos genéricos relacionados com o problema de expansão e permanência com a contextualização histórica das políticas e dos modelos de Educação. Para Lucas, a expansão do ensino superior não teve como preocupação a qualidade do Ensino. O professor reconhece o crescimento no número de matrículas, mas acredita que o crescimento foi baixo para a necessidade existente e foi maior na iniciativa privada.

Segundo o pró-reitor de Assuntos Estudantis da Furg, Vilmar Alves Pereira, a expansão de vagas no ensino superior possibilitou o ingresso da classe trabalhadora na Universidade, mudando o perfil do estudante. Para ele, o novo perfil exige novas práticas dentro da Universidade. O pró-reitor defende que uma das grandes mudanças para garantir a permanência é fornecer, além das condições básicas (alimentação e transporte), projetos visando a melhoria do desempenho acadêmico e a integração universitária.

O Ciclo de Debates da Constituinte segue no próximo dia 11 de julho, às 19h, no auditório da Faculdade de Direito, com o tema A articulação entre Ensino, Pesquisa e Extensão com Base Formativa. Os convidados são o professor da UFPel, Cesar Victora, e o professor da PUC-RS, Jorge Audy.

 

Publicado em 04/07/2014, em Sem categoria.