Início do conteúdo

NEAB

Resumo

O projeto Núcleo de Estudos de Arquitetura Brasileira propõe a realização de ações de preservação do patrimônio cultural nas cidades da região do sul do Rio Grande do Sul. A ênfase das ações é de caráter extensionistas, incluindo a elaboração de laudos técnicos e propostas de diretrizes de preservação em sítios históricos, bem como o apoio as atividades de ensino de graduação e de pós-graduação que abordam a temática da preservação patrimonial.

Objetivos geral

Realizar atividades de extensão e de extensão e de assessoria técnica as prefeituras e a comunidade das cidades da região geoeducacional da UFPel, com ênfase em ações voltadas a preservação do patrimônio cultural.

Justificativa

O Núcleo de Estudos de Arquitetura Brasileira (NEAB) é um órgão subordinado diretamente a Faculdade de Arquitetura e Urbanismo (FAUrb), fundado em 1983 e oficializado através da Portaria nº 736/92, da Reitoria da UFPel. Desde sua criação, o NEAB desenvolve atividades vinculadas a preservação do patrimônio cultural de Pelotas e região. Nessa perspectiva, o projeto pretende dar continuidade as atividades desenvolvidas pelo NEAB ao longo dos anos, apoiando ações de preservação do patrimônio cultural da região geo-educacional da UFPel, através da realização da elaboração de laudos técnicos e de estudos sobre os bens que integram esse acervo. O material resultante deste trabalho, produzido ao longo de três décadas pelo NEAB, encontra-se disponível para consulta e pesquisa à comunidade universitária e à comunidade externa a UFPel. Além disso, o NEAB tem o proposito de promover a integração entre atividades de ensino, pesquisa e extensão, vinculadas a graduação e a pós-graduação da FAUrb.

Metodologia

O método de trabalho consiste elaboração de laudos, estudos e diretrizes de preservação do patrimônio cultural. Contempla a orientação a projetos, através da participação da sua equipe de trabalho. O Núcleo possui material para consulta e empréstimo, compartilhando as obras integrantes do seu acervo com a comunidade interna e externa da UFPel. Além disso, disponibiliza espaço físico para estudos e reuniões de trabalho, equipamentos para levantamento de campo e equipamentos de informática para uso da comunidade interna da FAUrb. As atividades são realizadas com a participação da comunidade interna e externa a UFPel, que interage na concepção, desenvolvimento e avaliação dos projetos.

 

 

Ações  

 

Patrimônio Cultural: laudos técnicos – Código 407, prestação de serviços

A ação tem o intuito de contribuir para a preservação do patrimônio cultural

Objetivos

Elaborar parecer sobre intervenções no patrimônio edificado e na paisagem urbana das cidades;

 

Proposta de Diretrizes de Preservação – Código 598, prestação de serviços

A atividade contribui para a preservação de áreas de interesse patrimonial, através da elaboração, discussão e apresentação de propostas de diretrizes para essas áreas.

Objetivos

  1. a) estudar as particularidades das áreas de intervenção estudadas;
  2. b) analisar os mecanismos legais que interferem na conformação da área;
  3. c) propor alternativas que contemplem a preservação da paisagem a ser preservada.

 

Sistematização do Acervo do NEAB – Código 607, propriamente dita de extensão

O NEAB possui um acervo de levantamentos urbanos e arquitetônicos de áreas de interesse cultural de quatorze cidades do distrito geoeducacional da UFPel.

Objetivos

  1. Catalogar o material em meio físico disponível no acervo do NEAB;
  2. Sistematizar o material em fichas de catalogação especificas para as obras identificadas;
  3. Disponibilizar o material para consulta a comunidade em geral.

 

Roda de Memória Centro Cultural Candiota I – Código 2527, propriamente dita de ensino

A técnica roda de memoria, também chamada roda de conversa, é utilizado como método na prática para a História Oral, e que busca a roda de memória, por meio de tradição oral, incentivar que o sujeito (re) conte suas memórias em torno da história local. Por meio desta roda de memória, os participantes terão a oportunidade de contar suas vivencias, apresentar documentos antigos importantes para a formação do município, além de buscar e dividir as memórias, lembranças e histórias que passaram naquela região e que possuem da comunidade.

As ações foram propostas à Prefeitura Municipal de Candiota, com o intuito de valorizar e aproximar a comunidade geral, professores e alunos de seu patrimônio. A proposta da técnica “Roda de Memória” é o uso do patrimônio Industrial Usina Termoelétrica Candiota 1 como principal suporte de mudanças no desenvolvimentos social e cultural. A proposta busca valorizar a experiência individual e coletiva dos trabalhadores da Usina Termoelétrica Candiota 1, através do registro dos relatos que o grupo apresentará de forma espontânea, na ocasião do evento.

Objetivos

Colaborar com a preservação e memória do patrimônio Industrial Usina Termoelétrica Candiota 1;

Contribuir com os estudos e a valorização do Patrimônio Industrial da cidade de Candiota;

Fomentar a discussão da memória da Usina Termoelétrica Candiota 1 através da Roda de Memória.

 

 

Site do NEAB – Código 3174, publicação e outros produtos acadêmicos

A criação do site do NEAB tem o intuito de divulgar as ações e o acervo existente no núcleo desde os anos 1980, sobre o patrimônio cultural de Pelotas e demais cidades da região sul do Rio Grande do Sul.

Objetivos

Criar um canal de comunicação que facilite o acesso da comunidade para consultar o acervo do NEAB;

Divulgar as ações e produções do NEAB para a comunidade em geral.

 

Itinerários urbanos – Código 3175, propriamente dita de extensão

Os percursos ou itinerários urbanos procuram desvendar novos olhares sobre a cidade e a sua arquitetura. Nessa perspectiva, buscam apreender não só o edificado, mas a relação deste com o meio natural, ampliando as percepções da paisagem cultural onde o percurso se insere. As temáticas variam de acordo com o local e a intenção do itinerário. Em alguns casos, podem destacar linguagens arquitetônicas e aspectos da paisagem cultural que não fazem parte dos percursos existentes na cidade (art déco/protomodeno). Em outros, buscam resgatar aspectos e /ou permanências da paisagem que podem ser explorados às margens dos roteiros já conhecidos.

Objetivos

Propor sugestões de itinerários urbanos na cidade de Pelotas;

Elaborar material de gráfico para a realização do itinerário (mapa);

Produzir material textual e imagético de apoio para a realização do itinerário;

Realizar os itinerários urbanos.

Publicado em 12/07/2018, em Extensão.