Núcleo de Reabilitação da Fauna Silvestre | Universidade Federal de Pelotas — Instituto de Biologia

Atividades

— ENSINO

As ações de Ensino no NURFS-CETAS/UFPEL estão relacionadas diretamente a formação de recursos humanos para os cuidados com a fauna silvestre brasileira. Neste contexto são oferecidos estágios aos alunos de diversos cursos de Graduação da UFPel e também de outras Instituições. Além dos estágios são ofertadas atividades regulares de Ensino como cursos de capacitação e ou atualização no manejo e cuidados clínicos aos animais silvestres.

No NURFS-CETAS/UFPEL são desenvolvidas atividades de ensino voltadas aos Cursos de Graduação em Ciências Biológicas – Bacharelado e Licenciatura – e de Medicina Veterinária da UFPEL. Estas atividades são realizadas segundo três modelos de ações:

Projetos de Ensino – vinculados a Pró-Reitoria de Graduação com a finalidade de ofertar estágios curriculares não obrigatórios nas áreas de Ciências Biológicas e Medicina Veterinária da UFPEL;
Estágios curriculares obrigatórios aos Cursos de Graduação da UFPEL e de outras IES conveniadas;
Estágios curriculares obrigatórios e optativos e atividades de Ensino associados a projetos de pesquisa voltados aos estudos da fauna silvestre brasileira;
Os estágios curriculares obrigatórios estão vinculados diretamente aos Colegiados de Curso, enquanto os não-obrigatórios dependem da oferta associada a projetos de Ensino de Graduação ou de formação técnica na área de atuação do Núcleo. Estes estágios resultam na elaboração e defesa de monografias (Trabalhos de Conclusão de Curso) ou relatórios técnicos, sendo certificados pelos respectivos órgãos onde os projetos de ensino estão vinculados.

As atividades rotineiras desenvolvidas pelo pessoal durante o treinamento são diretamente relacionadas com os principais procedimentos diários do Núcleo e Centro de Triagem associadas ao manejo, contenção, alimentação, clínica, cirurgia, exames diagnósticos complementares, entre outros. Paralelamente às atividades práticas são oferecidas instruções teóricas para elaboração de projetos, divulgação de resultados, expedição de Laudos Técnicos e outras ações relacionadas. As atividades de ensino estão vinculadas ao calendário acadêmico da UFPEL e obedecem aos respectivos cronogramas estabelecidos nos projetos de Ensino ou pelos Colegiados de Curso, durando, em média, de seis a dez meses.

— PESQUISA

No NURFS são desenvolvidos trabalhos de investigação relacionados ao manejo e clínica de animais silvestres. Estas atividades estão associadas a projetos de pesquisa vinculados às ações desenvolvidas pelos profissionais técnicos do Núcleo ou por colaboradores externos. Neste sentido são desenvolvidos trabalhos relacionados à Iniciação Científica, Monografias, Dissertações e Teses.

A área de pesquisa está vinculada diretamente à biologia e clínica dos animais silvestres sendo pesquisados aspectos relacionados a alimentação, transporte, contenção, reprodução, morfologia (macro e microscópica), fisiologia, parasitologia, microbiologia, frugivoria, clínica, exames diagnósticos complementares, cirurgia, entre outros. Os resultados obtidos nas experimentações devidamente registradas e autorizadas pelos Órgãos competentes são divulgados em periódicos, seminários, congressos e revistas especializadas.

Estas ações têm resultado na produção e divulgação de inúmeros dados relevantes e úteis ao conhecimento necessário para a melhoria das condições de manutenção de animais silvestres em cativeiro e, mesmo, para sua recuperação com o objetivo de sua reintrodução ao Meio Ambiente, sempre que possível. Os profissionais do NURFS atuam na orientação/co-orientação das atividades previstas nos respectivos projetos de pesquisa, sendo a duração destas atividades, em geral, consideradas anuais e distintas do calendário acadêmico da UFPEL. O financiamento das atividades está vinculado aos projetos de pesquisa e aos seus respectivos convênios, sendo que, o NURFS oferece suas infra-estruturas para o desenvolvimento das atividades e ainda conta com o apoio das demais Unidades colaboradoras da UFPEL, como por exemplo, o Hospital de Clínicas Veterinárias e laboratórios do Instituto de Biologia (Microbiologia, Parasitologia, Genética, Zoologia, Histologia, Anatomia e Botânica).

— EXTENSÃO

A Extensão universitária no NURFS-CETAS/UFPEL é realizada diretamente através da prestação de serviços no manejo, cuidados clínicos, manutenção e reabilitação da fauna silvestre brasileira.

Nas dependências do Núcleo são realizadas atividades de visitação dirigida dentro de Programas organizados pela Pró-Reitoria de Extensão e Cultura (PREC) ou pelas Unidades Acadêmicas da UFPEL.

— PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS

O NURFS-CETAS/UFPEL nas suas atribuições desempenha o papel de atenção primária à saúde dos animais pertencentes à fauna silvestre brasileira na região sul do Estado do Rio Grande do Sul. Neste sentido são atendidos todos os exemplares da fauna silvestre oriundos de apreensões, doações, acidentes e ninhegos.

Nas instalações do Núcleo são realizados inúmeros exames (clínicos, laboratoriais, etc.) de acompanhamento dos animais, sua identificação sistemática, manutenção e destinação. Em relação aos animais procedentes de apreensões, além das atividades regulares de manutenção, clínica e manejo, também são elaborados laudos para o Órgão Apreensor visando fornecer subsídios para os processos jurídicos instaurados. Para ver características dos atendimentos clínicos.

Esta atividade do Núcleo garante a destinação devida aos animais silvestres em situação diferenciada da que são encontrados na natureza, permitindo o cumprimento da Legislação Ambiental vigente. As ações do NURFS-CETAS/UFPEL aliadas às atividades do CRAM – Rio Grande atendem as demandas relacionadas às ocorrências com animais terrestres (NURFS) e marinhos (CRAM) na região sul do Rio Grande do Sul.

Laudos do NURFS

2000 – 0
2001 – 0
2002 – 0
2003 – 16
2004 – 59
2005 – 49
2006 – 44
2007 – 123
2008 – 153
2009 – 91
2010 – 87
2011 – 75
2012 – 79
2013 – 94
2014 – 64
2015 – 87
2016 – 70
2017 – 90
2018 – 2
— EDUCAÇÃO AMBIENTAL

Neste momento o NURFS/CETAS está na fase de elaboração do seu Programa de Educação Ambiental, que atenderá a comunidade escolar e geral da sua área de abrangência e atuação. Mais informações.

— ATENDIMENTOS CLÍNICOS

O atendimento clínico e cirúrgico é uma rotina no NURFS. Muitos animais chegam ao Núcleo apresentando lesões traumáticas por maus tratos, atropelamentos ou ataque por cães. Outras são portadoras de infecções fúngicas, bacterianas ou mesmo virais e necessitam de um tratamento rigoroso até sua completa recuperação. Para saber mais sobre nossos atendimentos.

— NURFS EM NÚMEROS

Aqui você irá encontrar os dados relativos aos números de animais presentes no Núcleo de Reabilitação da Fauna Silvestre desde o ano de 2000 até 2018.

ANO AVES MAMÍFEROS RÉPTEIS ANFÍBIOS INVERTEBRADOS TOTAL
2000 10 14 0 0 0 24
2001 60 37 3 1 0 101
2002 332 35 6 0 0 373
2003 161 30 7 0 0 198
2004 571 70 23 0 0 664
2005 554 34 17 0 1 606
2006 389 134 34 0 2 559
2007 1321 160 38 0 0 1519
2008 1049 142 37 0 3 1231
2009 898 165 50 0 1 1114
2010 883 143 84 0 2 1112
2011 758 129 2098 0 0 2985
2012 954 125 38 1 2 1120
2013 726 205 47 0 1 979
2014 699 105 56 0 2 862
2015 724 116 7679 125 1 8645
2016 1107 216 96 1 0 1420
2017 1135 201 90 0 5 1431
2018 (*) 146 47 47 0 2 242

* Até o mês de abril/18.