Início do conteúdo
    Notícias
  • EDITAL Nº. 02/2022 – Bolsas de Desenvolvimento Institucional – Laboratório de Águas e Efluentes da ALM

    Aprovados no processo seletivo do Programa de Bolsas de Desenvolvimento Institucional, EDITAL Nº. 02/2022, para o Laboratório de Águas e Efluentes da ALM:

     

    Nome Matrícula Nota final Demanda social Situação
    Aline Machado Simões 17102618 7,83 Sim Classificado
    Mariana Gonçalves Rodrigues 18200099 7,52 Não Cadastro reserva
    Chaiani Battisti 19200687 7,44 Não Cadastro reserva
    Ana Caroline Vinholes Wachholz 16200776 5,77 Não Cadastro reserva
    Paloma Cardoso Pedroso 19101687 5,60 Não Cadastro reserva

     

     

    Marília Guidotti Corrêa

  • EDITAL PARA PARA CONTRATAÇÃO DE BOLSISTA DE PESQUISA, EXTENSÃO E DESENVOLVIMENTO INSTITUCIONAL

    PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO PARA CONTRATAÇÃO DE

    BOLSISTA DE PESQUISA, EXTENSÃO E DESENVOLVIMENTO INSTITUCIONAL

    CONVÊNIO 02/2020 SICONV Nº 902365/2020, PROJETO AÇÕES E METAS DE ESTUDOS, INVENTÁRIO E DIAGNÓSTICO DO DISTRITO DE IRRIGAÇÃO DO CHASQUEIRO (DIC), LOCALIZADO EM ARROIO GRANDE/RS

    O Diretor Financeiro da Fundação Delfim Mendes Silveira, Prof. Sergio da Silva Cava, no uso de suas atribuições estatutárias, torna pública a abertura de inscrições para o Processo Seletivo Simplificado para contratação de bolsistas de pesquisa e extensão: 4 (quatro) bolsistas, com cadastro de reserva, pelo período de 6 (seis) meses, nos termos da Lei 8.958/1994, Lei 10.973/2014, Decreto 7.423/2014, Lei 13.243/2016 e Resolução CONSUN/UFPel n° 58/2021 para o Projeto “AÇÕES E METAS DE ESTUDOS, INVENTÁRIO E DIAGNÓSTICO DO DISTRITO DE IRRIGAÇÃO DO CHASQUEIRO (DIC), LOCALIZADO EM ARROIO GRANDE/RS”, com vistas ao Convênio 02/2020 celebrado entre a Universidade Federal de Pelotas (UFPel) e a Fundação Delfim Mendes Silveira (FDMS).

    EDITAL-No-09-DE-27-DE-SETEMBRO-DE-2021

    RESULTADO-DA-PRIMEIRA-ETAPA

    RESULTADO-DA-SEGUNDA-ETAPA

  • Evento sobre Capacidades Governativas

         A ALM participará de evento para a discussão sobre Capacidades Governativas de municípios brasileiros em diferentes contextos e escalas regionais.

         Desde o ano de 2020, a ALM vem construindo relevante parceria com o Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR) para realização de um estudo-diagnóstico junto aos gestores municipais de cidades da Bacia Hidrográfica Mirim-São Gonçalo.

         A partir das percepções do próprio território, o estudo terá por objetivo identificar as oportunidades e desafios em termos de políticas públicas relacionadas a temas como faixa de fronteira, cidades-gêmeas e à própria bacia hidrográfica transfronteiriça

    Sobre o evento:

     

         A Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), em parceria com a Secretaria Nacional de Mobilidade e Desenvolvimento Regional e Urbano (SMDRU-MDR), realizará no dia 20 de setembro de 2021 (segunda-feira), das 14h às 16h30, o evento “Capacidades Governativas de municípios brasileiros em diferentes contextos e escalas regionais”. A ocasião visa divulgar os projetos de pesquisa sobre o fortalecimento das capacidades governativas dos entes subnacionais desenvolvidos por universidades de diferentes regiões brasileiras.

     

        O Seminário terá caráter aberto e será divulgado nos canais institucionais das universidades através do link: https://www.youtube.com/watch?v=EdKJZjGditA. Entre os objetivos do evento, estão: o estímulo de parcerias institucionais que colaborem na disseminação de conteúdo técnico e acadêmico sobre as capacidades governativas dos entes subnacionais; a promoção de troca de conhecimentos sobre os diferentes contextos e escalas regionais das pesquisas e o apoio institucional na divulgação dos instrumentos da Portaria n° 2.652, de 11 de Novembro de 2019, que estabelece o Programa de Fortalecimento das Capacidades Governativas dos Entes Subnacionais no âmbito do MDR.

     

    Confira a programação do evento:

     

    • 14h: Abertura do Seminário;
    • 14h20: UFRN – Capacidades governativas de municípios do Rio Grande do Norte com até 50 mil habitantes;
    • 14h40: UFCA – Diagnóstico da governança interfederativa nos municípios da Região Metropolitana do Cariri;
    • 15h: UFOPA – Diagnóstico de gestão territorial dos municípios lindeiros à BR-163/PA;
    • 15h20: UFVJM – Fortalecimento de Capacidades Governativas em Municípios do Médio e Baixo Jequitinhonha e do Vale do Mucuri – MG;
    • 15h40: UFPel – Diagnóstico das Oportunidades e dos Desafios para os municípios da Bacia Hidrográfica Mirim São Gonçalo na Faixa de Fronteira;
    • 16h: Debates e questões;
    • 16h30: Encerramento.

  • I Jornada Integrada de Pesquisa e Extensão da Agência de Desenvolvimento da Lagoa Mirim

              A Agência de Desenvolvimento da Lagoa Mirim (ALM) promove, entre os dias 8 e 9 de julho de 2021, a 1ª Jornada Integrada de Pesquisa e Extensão (JIPE). O Evento realizado de forma online, visa compartilhar, desenvolver, e fomentar atividades no âmbito da bacia hidrográfica Mirim-São Gonçalo (BHMSG), em consonância com os objetivos da ALM, em especial no campo da pesquisa e extensão, resultados que potencializam o desenvolvimento regional no território. O evento contará com a participação de alunos de graduação, pós-graduação, professores, e técnicos administrativos que atuam em projetos coordenados pela ALM nas mais variadas áreas de interesse para as políticas de gestão e manejo do território e das águas transfronteiriças da BHMSG.

     

    Para assistir, basta acessar a sala virtual.

     

    Cronograma JIPE_2021

  • Instalação de Estação de Monitoramento Hidrometeorológico no Rio Jaguarão

         Com essa bela vista do Rio Jaguarão, o grupo de pesquisas NEPE-HidroSedi, da Universidade Federal de Pelotas, em parceria com Agência de Desenvolvimento da Lagoa Mirim-ALM, iniciaram nesta terça-feira (25/05/2021), o monitoramento de variáveis hidrológicas neste curso d’água.
         Na ocasião, foi instalada uma estação hidrometeorológica no Iate Club de Jaguarão, na margem esquerda do Rio Jaguarão, divisa com a cidade uruguaia de Rio Branco. A estação instalada realizará a obtenção de dados de nível d’água, precipitação, temperatura e umidade relativa do ar, direção e velocidade dos ventos, transmitindo, por telemetria os dados em tempo real, capaz de auxiliar no monitoramento ambiental da bacia hidrográfica Mirim-São Gonçalo. Associado a essa estação está uma seção de réguas linmétricas para validar os sensores de níveis para manter os dados obtidos consolidados no tempo.
         Essa iniciativa permitirá a constituição de uma série história de dados que auxiliem em estudos ambientais, modelagem hidrológica no âmbito da Bacia Hidrográfica Mirim-São Gonçalo, permitindo avanços na gestão de águas da região e aportando informações capazes de permitir o desenvolvimento regional sustentável.
         O grupo NEPE-HidroSedi, junto à ALM, espera contribuir com a comunidade local de Jaguarão, assim como a comunidade científica na produção de materiais técnico-científicos acerca de temáticas que estejam próximas dos anseios e avanços necessários para que os atores do território sejam protagonistas das necessárias transformações para o bem-estar de sua gente e dos seus espaços.

     

  • A eclusa do São Gonçalo retoma operação nesse sábado (27)

    A contar de sábado, dia 27 de março, a eclusa do São Gonçalo operará nos seus horários habituais: 09, 11, 14 e 17 horas, permitindo o trânsito de embarcação em ambos os sentidos do Canal São Gonçalo.

    A Agência de Desenvolvimento da Lagoa Mirim (ALM) da Universidade Federal de Pelotas, desde o dia ontem dia 09 de fevereiro, terça-feira, por conta de rompimento de cabo de içamento de uma comporta da câmara de eclusagem, estava com suas operações canceladas.

    Com esforço institucional, foram concluídas as tarefas necessárias à recuperação da estrutura hidráulica, com troca de cabo de inox, pinos e ajustes no sistema eletromecânico do sistema, responsável pela eclusagem da comporta de montante. Para tanto foram empregadas estratégias que exigiram atividades de mergulhadores e demais operações técnicas para retirada e recolocação dos cabos e estruturas de apoio.

    Essa é foi uma ação corretiva necessária e, para os próximos meses, a ALM projeta, apoiada pelo Ministério do Desenvolvimento Regional, realizar tarefas de manutenção preventivas que permitam segurança aos usuários desse sistema.

    Estrutura vital para a região

    A estrutura da barragem-eclusa chegou a 44 anos de funcionamento nesse mês de março, que permite segurança hídrica aos usuários desse sistema regional. Desde a década de 1990, após a extinção da Superintendência de Desenvolvimento do Sul (SUDESUL), a UFPel recebeu a estrutura administrativa da ALM que é responsável pela sua manutenção e operação.

    A barragem e eclusa são estruturas hidráulicas, dispostas no Canal São Gonçalo, construídas entre 1974 e 1977, nas quais foram investidos recursos de mais de 50 milhões de dólares à época. Sua construção e estabelecimento teve a intenção de impedir a intrusão salina das águas do mar, através da Lagoa dos Patos e Canal São Gonçalo para a Lagoa Mirim. Elas são estruturas indispensáveis ao desenvolvimento regional, que também garantem atividades consolidadas na região, tais como captação de água doce para consumo humano e uso desse recurso para a irrigação, importante no cenário econômico regional.

  • Interrupção temporária das operações da eclusagem na Eclusa do São Gonçalo

    A ALM informa que as operações de eclusagem no Canal São Gonçalo estão temporariamente interrompidas, sem data para retorno.
    A causa dessa interrupção  se deve a dano causado durante uma manobra na comporta de montante da câmara de eclusagem, ontem dia 09, terça-feira, no final da tarde, com rompimento de cabo de içamento.
    Já foi agendada com equipe de mergulho as necessárias averiguações, in loco, para que medidas emergenciais sejam tomadas e as necessárias correções e consigamos retomar a operação.
    Pedimos a compreensão dis usuários e apontamos que a equipe da ALM-UFPel não está medindo esforços para que se restabeleça a normalidade.