Notícias
  • Prefeitura de Bagé apresenta projeto de Pavimentação da Estrada da Serrilhada em Audiência Pública

    Na manhã de quarta-feira (08/10), aconteceu a Audiência Pública para a apresentação do projeto da Pavimentação da Estrada da Serrilhada, no Salão Oval da Prefeitura de Bagé. Na ocasião estiveram presentes várias autoridades e representantes locais. 

    DSC_0768 DSC_0812

    A Universidade Federal de pelotas (UFPel), através da Agência de Desenvolvimento da Bacia da Lagoa Mirim (ALM), conveniada com a Prefeitura de Bagé, elaboraram em parceria um projeto com o tema “Estrada da Serrilhada/ Cerrillada. Um novo caminho de integração entre o Brasil e o Uruguai”, com informações técnicas sobre a estrada que liga a Serrilhada à La Puente, distrito de Minas de Corrales, no Uruguai.O projeto contém análise técnica, jurídica, ambiental e socioeconômica da região atingida. A realização do levantamento através da Agência Lagoa Mirim irá poupar aos cofres públicos mais de R$ 1,5 milhão, que, se não fosse o convênio com a UFPel, seria destinado à empresa privada para realização do mesmo trabalho. O documento será utilizado pelos governos de ambos os países para viabilizar a pavimentação asfáltica daquela localidade. 

    De acordo com a Coordenadora de Relações Internacionais, Cláudia Moraes, após a apresentação do projeto, ainda será necessária uma conversa entre as três esferas de poder brasileiras, Municipal, Estadual e Federal, além do Governo Uruguaio, já que vários trechos da estrada estão sob diferentes jurisdições. “A questão é mais burocrática porque é binacional. Ainda precisamos definir as responsabilidades de cada um em seu trecho na pavimentação da estrada. Esse projeto é um sonho do Prefeito Dudu Colombo que esta se concretizando”, comenta.

    Claudio Lorto, morador da Serrilhada, espera que em breve seja solucionado os problemas da localidade. “Esperamos conseguir realizar as revindicações para as melhorias da nossa região em beneficio do nosso povo”, disse.

    Segundo o Vice-Prefeito e Secretário do Meio Ambiente, Alberto Fico, a ação busca integração e melhorias para essa localidade. “Feito isto, será o momento de captar recursos junto a instituições com possibilidade de financiar o projeto. O primeiro a ser consultado será o Fundo para Convergência Estrutural e Fortalecimento Institucional do Mercosul (Focem), que busca a integração regional no Conesul, por meio da redução das assimetrias, do incentivo à competitividade e do estímulo à coesão social entre os países membros do bloco”, explica.

    Para o Prefeito Dudu Colombo, o projeto pretende promover estimular o desenvolvimento e a integração regional nos municípios que estão localizados nas faixas de fronteira do país. “O projeto tem extrema importância local, pois visa pavimentar uma das mais importantes estradas de ligação fronteiriça. A Estrada da Serrilhada é uma rota consagrada em toda a região e com esta obra irá potencializar ainda mais o desenvolvimento e a relação Brasil – Uruguai, chegando até a Argentina. Agregado a esse projeto existe outras duas demandas, o abastecimento de água do lado brasileiro que já esta sendo tratado com a Corsan e o Residencial Transfronteiriço que será feito na metade do Brasil e do Uruguai. Queremos realizar essa grande obra tão importante para o desenvolvimento dessa localidade” enfatiza.

    Luis Fernando Leivas, Técnico da Agência da Lagoa Mirim, apresentou o projeto para todos os presentes. “O projeto possui grande potencial estratégico para escoamento de produção das regiões Norte e Oeste do Uruguai e parte da Argentina. Diminuindo distâncias para o porto de Rio Grande , Porto Alegre e centro do país. O projeto surgiu proposto pelo poder executivo, aliando uma visão de desenvolvimento voltado para o local e para a região  para potencializar a integração fronteiriça”, conclui.

  • Ministério da Integração Nacional estreita laços com Agência Lagoa Mirim

    DSC_3112 ufpel ministerio
    O reitor da Universidade Federal de Pelotas, professor Mauro Del Pino, esteve reunido, na tarde de terça-feira (7), com o novo diretor da Agência de Desenvolvimento da Lagoa Mirim, Gilson Porciúncula, o coordenador geral de Programas Macrorregionais da Secretaria de Desenvolvimento Regional, Alexandre Peixoto, e do consultor técnico Fábio Ferraz, ambos do Ministério de Integração Nacional. Na pauta do encontro, estiveram ações que permitirão o fortalecimento da Agência.

    Uma das principais intenções da reunião foi a apresentação de Ferraz, consultor contratado pelo Ministério para atuar junto à ALM. Ele desenvolverá atividades como a criação de um planejamento estratégico para o órgão, planos executivos para projetos e seus posteriores acompanhamentos. Para o novo diretor da Agência, a ideia de criar um planejamento estratégico é muito adequada: “Dando diretrizes, mesmo que se troque o diretor, o trabalho segue em andamento”.

    Para o coordenador de Programas Macrorregionais, a ALM é um caso nada trivial para atuação, já que não existe nenhum tipo de estrutura semelhante ligada à universidade e ainda com caráter binacional. No entanto, o consultor destaca que é papel de uma universidade ser uma verdadeira agência de desenvolvimento para a região onde está inserida, mesmo que não tenha esse nome.

    Em relação ao papel e à própria constituição da Agência Lagoa Mirim, o reitor Mauro Del Pino inseriu a discussão sobre o assunto como uma das pautas da Constituinte Universitária, em cujo bojo estão os debates sobre as unidades formadoras da UFPel. Entretanto, Del Pino vê a ALM como uma das formadoras de uma identidade voltada para o Mercosul adotada pela universidade.

    Fonte:  UFPEL