Início do conteúdo

Novembro Roxo

O parto prematuro é aquele que ocorre antes das 37 semanas de gestação. Dados preliminares do Sistema Nacional sobre Nascidos Vivos (SINASC), no Brasil,  mostram que em 2019 ocorreram 313.937 partos prematuros, o que representa 11% de todos os partos e, em Pelotas, de acordo com o estudo de coorte de nascimentos, em 1982 os nascimentos prematuros representaram 5,8% dos partos e em 2015 foram 13.8% (SILVEIRA et al, 2019).

 

Preocupados com o cuidado a estes pequenos guerreiros, foi criado, em fevereiro de 2020, o Grupo de Estudos e Pesquisa de Pelotas em Neonatologia (GEPPNEO), por enfermeiros da Unidade de Terapia Intensiva Neonatal (UTIN) do Hospital Escola/UFPel, juntamente aos docentes da Faculdade de Enfermagem, com o objetivo de realizar estudos e pesquisas que busquem contribuir na implementação dos cuidados neuroprotetores e segurança ao paciente neonato e compreender/apoiar a vivência do tornar-se família na Unidade de Terapia Intensiva Neonatal.

O mês de novembro é dedicado à sensibilização internacional da prematuridade, sendo a cor roxa o símbolo alusivo à prematuridade. No novembro roxo, GEPPNEO, juntamente com a Unidade de produção do Hospital Escola/UFPel, estará promovendo diversas ações relacionadas a prevenção, conscientização e o cuidado diante a prematuridade. Através de suas redes sociais, serão disponibilizados cards informativos, depoimentos de familiares e Lives direcionados aos profissionais de saúde, acadêmicos, pais e cuidadores dos pequenos prematuros e comunidade em geral.

O grupo convida a todos a seguir suas páginas no Instagram e Facebook e o canal no YouTube para ficar por dentro das atividades.

Link Instagram: https://www.instagram.com/geppneo/

Link Facebook: https://www.facebook.com/geppneo

Link YouTube: https://youtube.com/channel/UCBZDNfQyDE66IKWdWQ0CwJQ

E-mail para contato: geppneo@gmail.com

 

Publicado em 03/11/2020, em Destaque, Manchete, Notícias.
Translate/Traducir »