O problema

1 O problema: A presente proposta parte de uma concepção de leitura qua um investimento de significação, realizado sob dadas condições de produção discursivas, as quais devem ser analisadas para que o gesto de ler ultrapasse o âmbito da interpretação, logrando atingir o nível da compreensão, conforme entende Orlandi (1999). Nesse nível, ler implica o suporte de um dispositivo teórico (em nosso caso, a Análise de Discurso) para que seja desopacizado o processo de produção de sentidos, que, embora se funde na relação constitutivamente dessimétrica do jogo de forças sociais, faz funcionar as suas evidências ideológicas justamente a partir da obliteração (ou mesmo denegação) da objetividade material contraditória. Com base nisso, este projeto visa ao tratamento teórico-analítico da leitura, prática de significação que materializa –, sob a forma da palavra, da imagem, do gesto etc. – o discurso dos diferentes sujeitos da História e do Inconsciente que se realizam no sujeito empírico, que lhes é mero “porta-voz” (e portanto não constitui nosso objeto).

Clique nos links a seguir e navegue pelo nosso projeto integrador: