Início do conteúdo
Perfil

Apesar de não existirem Diretrizes Curriculares Nacionais definidas para o Curso de Bacharelado em Biotecnologia, espera-se que o egresso formado pela Universidade Federal de Pelotas seja um profissional com sólida formação básica, científica e tecnológica, que lhe permita planejar, executar e interpretar os resultados da aplicação das técnicas da moderna biotecnologia referentes a diagnóstico e desenvolvimento de produtos e processos a partir de moléculas ou células de natureza microbiana, animal ou vegetal, a fim de disponibilizar processos e produtos que garantam maior economia, eficácia e competitividade para seu uso social final, quer em atividades agropecuárias, bioindustriais e ligadas á saúde pública.

Também estará habilitado a trabalhar nas indústrias de base biotecnológica onde deverá desenvolver uma atitude permanente de investigação, com visão crítica sobre o uso, benefícios e limites da ciência. Deverá participar de discussões científicas, com um forte embasamento biotecnológico, desenvolvendo assim habilidades científicas e técnicas capazes de resolver problemas, levando em consideração as questões éticas.

Deverá coordenar e atuar inter e multidisciplinarmente em equipes de trabalho, sempre que exigido, embasando seus julgamentos e decisões técnico-cientifica-administrativa em critérios de rigor científico, como em referenciais éticos e legais; a manter-se atualizado, desenvolvendo ideias inovadoras e ações capazes de ampliar e aperfeiçoar seu campo de atuação.

Deverá ser um promotor de pesquisa, desenvolvimento e inovação na área das ciências da vida, buscando aplicar seus conhecimentos em novos negócios empreendedores no campo da biotecnologia.