Início do conteúdo
Objetivos

Objetivo Geral

O Curso de graduação em Biotecnologia da Universidade Federal de Pelotas tem por objetivo formar profissionais capazes de utilizar as ferramentas, princípios e conceitos da moderna biotecnologia visando à geração de novos produtos e processos biológicos nas áreas de saúde humana, agropecuária e biotecnologia industrial. Ofertando aos estudantes condições interdisciplinares  e instigando a curiosidade científica ao longo de sua formação acadêmica.

Objetivos específicos

  • Formar profissionais aptos a promover o desenvolvimento da biotecnologia no país;
  • Ofertar aos estudantes condições interdisciplinares ao longo de sua formação acadêmica;
  • Instigar a curiosidade científica dos acadêmicos buscando construir em conjunto as respostas científicas;
  • Incentivar os estudantes a pesquisa, desenvolvimento, inovação e ao empreendedorismo;
  • Formar profissionais habilitados a desenvolver atividades na área da saúde humana, saúde animal, agropecuária e bioindustrial;
  • Fortalecer a pós-graduação em biotecnologia da UFPel;
  • Formar profissionais que tenham conhecimento sobre organização, gestão, financiamento da pesquisa e sobre a legislação e políticas públicas referentes à área;
  • Formar profissionais que possam estabelecer relações entre ciência, tecnologia e sociedade;
  • Aplicar de forma autônoma os conhecimentos científicos e tecnológicos já existentes, relacionados à biotecnologia, após exame crítico deles e seleção por critérios de relevância, rigor e ética;
  • Monitorar as atividades de pesquisa, desenvolvimento e processos de produção garantindo boas práticas, observação dos procedimentos-padrão e respeito ao ambiente;
  • Avaliar o impacto potencial ou real de novos conhecimentos/tecnologias/ serviços e produtos resultantes de sua atividade profissional, do ponto de vista ético, social, ambiental, econômico, epistemológico;
  • Desenvolver formas de expressão e comunicação compatíveis com o exercício profissional, inclusive nos processos de negociação e nos relacionamentos interpessoais e inter-grupais;
  • Enfrentar os deveres e dilemas da profissão, sob princípios de ética, responsabilidade social e ambiental, dignidade humana, justiça, participação, diálogo e solidariedade;
  • Adotar condutas compatíveis com as legislações reguladoras do exercício profissional e do direito a propriedade intelectual, bem como com a legislação ambiental, e regulamentações federais, estaduais e municipais.