Início do conteúdo

FAEM celebra 135 anos

A casa que formou mais de 7 mil profissionais – entre eles a primeira agrônoma do Brasil -, celebrou nesta sexta-feira (7) seus 135 anos de criação. A Faculdade de Agronomia Eliseu Maciel (FAEM), uma das células fundadoras da Universidade Federal de Pelotas (UFPel), reuniu professores, alunos, técnicos e amigos, de hoje e do passado, para comemorar a trajetória de glórias e desafios. Após um ano de eventos e momentos alusivos à data, a programação dos 135 anos encerrou com a cerimônia, que teve discursos, apresentação da campanha de criação de Memorial e livro, inauguração de elevador, abertura de exposição e entrega de quatro quadros de formatura restaurados.

Vida longa à FAEM”, conclamou o diretor da Unidade, professor Dirceu Agostinetto. Em sua manifestação, o gestor fez questão de salientar os números que refletem a relevância da Faculdade. Em sua história, lembrou, já teve seis diferentes nomes e passou por três instituições de ensino. Soma 7.005 engenheiros agrônomos formados, junto a 139 zootecnistas, dois mil mestres e doutores mais de mil especialistas. Hoje, são 101 professores, 49 técnico-administrativos, 1.033 alunos de Agronomia e 370 de Zootecnia, junto a oito Programas de Pós-Graduação que somam 708 matrículas. A estimativa é de que circulam diariamente na FAEM cerca de duas mil pessoas. “Temos profissionais formados aqui pelo Brasil todo e também no mundo. Nossa trajetória é grande e coroada. Nossa casa respira e todo dia aqui há alguém passando por emoções e atividades importantes na sua vida”, destacou.

A atividade contou, ainda, com um momento de louvor e com a composição de uma mesa de honra composta por ex-diretores da Unidade. Também foi inaugurado um elevador panorâmico, para acesso a três pavimentos. Seguindo a tradição da FAEM, do plantio de uma árvore marcando datas especiais, foi apresentada uma muda de anacauita, espécie tolerante a condições adversas e dona de boa sombra. Depois, ainda houve almoço por adesão no CTG Os Carreteiros.

 

Publicado em 10/12/2018, em SOBRE A FAEM.