Voltar para O Curso

Ingresso

Denominação: Engenharia de Produção
Modalidade: Bacharelado
Titulação Conferida: Engenheiro de Produção
Duração: 5 anos
Carga Horária Total: 4.178 horas
Turno: Noturno, sendo o único curso noturno (nessa modalidade) de engenharia na UFPel.
Vagas Oferecidas: 56 (cinquenta e seis), 50 vagas através do ENEM e 6 vagas através do PAVE-UFPel.
Regime Acadêmico: Semestral

Panorama do Curso de Bacharelado em Engenharia de Produção da UFPel

Pelotas é polo econômico e cultural da região sul do Estado do Rio Grande do Sul, situado à margem da Lagoa dos Patos, a 250 km (duzentos e cinquenta quilômetros) de Porto Alegre e a 600 km (seiscentos quilômetros) de Montevidéu (Uruguai), constituindo-se em importante entroncamento rodoviário do sul do Brasil, conectado a 50 km (cinquenta quilômetros) com o super-porto de Rio Grande. Com grande número de engenhos, Pelotas é o maior centro de beneficiamento de arroz da América Latina.

O curso de Engenharia de Produção é integrante do Centro de Engenharias – CEng da UFPel. O CEng foi criado com a missão de ampliar e unificar de forma sistêmica a formação acadêmica em engenharia na UFPel, tornando-a compatível com as necessidades de desenvolvimento econômico e social do país. Dessa forma, existem metas que estão arraigadas a gênese do CENg, as quais transcrevemos a continuação:
• Busca constante do aumento da oferta de vagas;
• Renovação pedagógica da educação superior em engenharia e a crescente mobilidade na aquisição de competências profissionais demandadas pela sociedade;
• Constante consolidação dos cursos de engenharia sob sua responsabilidade na UFPel.

O curso de Bacharelado de Engenharia de Produção da UFPel iniciou a sua primeira matrícula no ano de 2010. A criação do curso na UFPel foi possível graças ao lançamento do Programa de Reestruturação e Expansão das Universidades Federais (REUNI). O curso visa responder a demanda por engenheiros especialistas na organização de processos produtivos, capazes de promover a inovação de produtos e processos na região do extremo sul do país. Essa região tem um amplo potencial para o desenvolvimento de biocombustíveis, a agroindústria, a indústria de alimentos, a indústria de madeira e celulose, a indústria naval – movida pelas encomendas da Petrobrás no polo naval-, e mais recentemente, na indústria de equipamentos para saúde. Verifica-se que o Engenheiro de Produção é um profissional imprescindível para o desenvolvimento dos setores citados, pois o mesmo é capacitado paraa estudar e analisar a gestão dos sistemas de produção de bens e serviços com o propósito de aperfeiçoar as suas diferentes atividades produtivo-operacionais.

A grande capacidade do Engenheiro de Produção em integrar as questões técnicas com as gerenciais tem tornado esse profissional muito procurado pelo mercado de trabalho. Sabe-se que grande parte dos problemas enfrentados no dia-a-dia das empresas envolve questões gerenciais, exigindo domínio das áreas técnica e administrativa. É nesse contexto que o Engenheiro de Produção exerce forte atuação e, sobretudo, possui a capacidade de estabelecer a integração necessária entre os diferentes setores das companhias.

Adicionalmente, vale ressaltar que os cursos de Engenharia de Produção proporcionam uma formação profissional capaz de realizar ações que vise administrar e controlar sistemas produtivos complexos. Nesse contexto, este projeto norteia-se pelo compromisso com o desenvolvimento harmônico da região e do país, criando dentro do curso um ambiente de formação para a autonomia crítica.

O Curso de Engenharia de Produção da UFPel não possui ênfase e pode ser caracterizado como “pleno” e assim justifica-se pela necessidade de formar novos profissionais que sejam capazes de atuar, a médio e longo prazo, como agentes de formação da cidadania e de transformação social do contexto econômico e sociopolítico em diferentes setores da economia da metade sul do Rio Grande do Sul.

O curso de Engenharia de Produção da UFPel visa formar profissionais de acordo ao referencial de competências e habilidades do Conselho Nacional de Educação (Resolução CNE/CES 11, de 11 de Março de 2002), com conhecimentos específicos nos seis grandes campos de atuação da grande área do curso, definida pela Associação Brasileira de Engenharia em Produção, ABEPRO, a saber: Engenharia dos Processos Físicos de Produção, Engenharia da Qualidade, Ergonomia, Pesquisa Operacional, Engenharia Organizacional e Engenharia Econômica.

Datas de Reopção e Transferência

Reopção, Transferência e Reingresso

Datas Importantes: Consultar o Calendário Acadêmico da UFPel.  O ingresso nas modalidades de Reopção, Transferência, ou Reingresso, acontece duas vezes ao ano, nos cursos de graduação que tiverem vagas, de acordo a Edital elaborado pelo DRA, Diretora do Departamento de Registros Acadêmicos. Atualmente os critérios de seleção são estabelecidos pelos Colegiados  de cada curso. Em …

Translate »