Início do conteúdo

Curso de Qualificação em Modelagem Hidrológica, empregando o MGB-IPH, é ministrado na ALM

Atividade foi realizada em parceria da ALM com o Núcleo de Hidrometria e Sedimentologia para Manejo de Bacias Hidrográficas – HidroSedi da UFPel e o Grupo de Pesquisa de Hidrologia de Grande Escala do Instituto de Pesquisas Hidráulicas da Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Foto: Rafael Marques / AI ALM

Na última quinta-feira (14), a sede da Agência da Lagoa Mirim foi palco de um curso de capacitação para uso do Modelo Hidrológico de Grandes Bacia-MGB. Diversos estudantes, em sua maioria do curso de Engenharia Ambiental e Sanitária, marcaram presença nos turnos da manhã e tarde.

Foram ministrantes do curso, os engenheiros ambientais Julio Neto, Pedro Jardim, Thais Possa e Sofia Moraes, todos do Programa de Pós-Graduação em Recursos Hídricos do IPH numa iniciativa dos grupos HidroSedi e Hidrologia em Grande Escala (HGE), difundindo essa ferramenta para aplicar em grandes bacias hidrográficas, caso da Mirim – São Gonçalo.

O MGB, desenvolvido no Instituto de Pesquisas Hidráulicas da UFGRS (IPH), emprega dados de precipitação, temperatura do ar, umidade relativa, velocidade do vento, insolação e pressão atmosférica para calcular as vazões dos rios de uma bacia hidrográfica.

Na atual versão, a bacia hidrográfica é dividida em mini-bacias, utilizando as técnicas do conjunto de ferramentas do ArcHydro acoplando interfaces para o programa nos softwares MapWindow GIS  e Quantum GIS, de distribuição livre. A interface facilita a geração dos dados e de pós-processamento e permite uma integração do modelo com o potencial do SIG.

Publicado em 19/11/2019, em Sem categoria.