Arquivo do Autor: acervosdocumentaisndh

Documentos da semana #4

Pelotas completou 208 anos em 08 de julho. Para marcar a data, apresentamos as capas do fascículo Pelotas Memória, o qual faz parte do Acervo Diversos, organizado pelo projeto Acervos Documentais do NDH/UFPel. Os fascículos circularam entre 1989 e 2002, foram uma iniciativa do memorialista Nelson Nobre Magalhães, falecido em 2007, e que por anos manteve no calçadão da Rua Quinze de Novembro um quiosque para a divulgação do seu trabalho. Os fascículos trazem em suas páginas, além de textos sobre a história da cidade e literatura, fotografias que revelam o movimento das ruas, os prédios públicos, as casas, os casarões, os pedestres anônimos, o carnaval e os esportes da Pelotas do passado.

Documentos da semana#3

Nessa semana iremos apresentar uma revista bastante conhecida no cenário de periódicos brasileiros. A Revista Veja faz parte do acervo de Revistas de notícias e entretenimento, o qual é organizado em cooperação com o LIPEEM/UFPel.  O conjunto de revistas conta com edições desde 1968, ano de sua fundação – sendo essa realizada durante a ditadura civil-militar no Brasil – até o ano de 2007, totalizando cerca de 1550 exemplares em nosso acervo.

Na primeira imagem temos a capa da edição nº 12, de 27 de novembro de 1968, na qual é destacada a música popular e os protestos realizados a partir dela. A segunda imagem nos mostra a capa da edição nº 17, de 1º de janeiro de 1969, com uma linha evolutiva do ser humano desde o homem de Neanderthal (33.000 a.C) até as experiências protagonizadas pelo astronauta James Lovell em 1968. Na terceira imagem, temos a edição nº 18, de 08 de janeiro de 1969, dando manchete para os ataques entre os EUA e Israel. Já na quarta imagem, temos a capa da edição nº 22, de 5 de fevereiro de 1969, que aborda os avanços na ciência. As imagens seguintes apresentam a matéria dessa capa.

 

Documentos da semana#2

Semana passada, publicamos sobre os trabalhadores com sinais de varíola no Acervo da DRT/RS. Nesta, vamos apresentar outro acervo, o da UFPel, formado por documentos sobre a história da universidade. A primeira imagem é a Declaração de Fundação da Faculdade de Medicina de Pelotas, junto à Universidade do Rio Grande do Sul, em 29 de novembro de 1959. As imagens seguintes são de uma publicação do Diretório Acadêmico Dr. Naum Keiserman (DANK), da Faculdade de Medicina, em 1967. Somente após a fundação da UFPel, em 1969, a Faculdade de Medicina passou a fazer parte dos quadros da nova instituição.

 

Documentos da semana#1

Um dos campos da ficha de qualificação profissional é “sinais particulares”, que registrava, por exemplo, a falta de dedos ou a presença de sinais de nascimento. Uma das anotações que se destaca se refere aos sinais de varíola ou sinais de bexiga, forma como também era conhecida.  A varíola era uma doença altamente contagiosa, se espalhava pelo contato com as secreções respiratórias e com as lesões na pele. Após o aparecimento dos sintomas, como febre, dor de cabeça e náuseas, surgiam pequenas manchas vermelhas pelo rosto que se alastravam por quase todo o corpo e depois se transformavam em pústulas. Se o paciente sobrevivesse, as pústulas secavam e deixavam marcas permanentes que poderiam ser manchas vermelhas – que lembravam pequenas bexigas, daí a origem da referência – ou marcas profundas na pele. Atualmente no acervo da DRT/RS foram localizados 62 trabalhadores e trabalhadoras identificados como tendo sinais de varíola. A doença, causada por um vírus, foi erradicada na década de 1970 após séculos matando pessoas por todos os países pelos quais surtos epidêmicos surgiram. O fim da varíola foi alcançado pelo esforço dos cientistas e indica uma esperança para que os cientistas da atualidade igualmente encontrem um fim para o vírus COVID-19. Os trabalhadores e trabalhadoras que solicitaram carteira profissional indicam que, apesar da gravidade da doença que contraíram, é preciso resistir e continuar. Para saber mais acesse o artigo: Os trabalhadores com sinais de varíola no acervo da Delegacia Regional do Trabalho do Rio Grande do Sul, 1933-1944, link na aba Publicações.