Introdução

A implantação de sistemas de informações na UFPel proporciona a recuperação da memória da Instituição. Nesse processo, destaca-se a elaboração do Ementário da Universidade Federal de Pelotas-UFPel, que sistematiza as resoluções produzidas pelos Conselhos Superiores da Instituição, no período de 1972 a 1998.

Objetivamos, com este estudo, dotar a Comunidade Universitária de informações que interessem não só à Instituição, mas a todos que a fazem, ou seja, o corpo docente, discente e técnico-administrativo, facilitando o acompanhamento das diretrizes institucionais. Assim sendo, cobriu-se uma lacuna no processo de modernização administrativa da UFPel, na medida que se vislumbra a possibilidade de um maior grau de rapidez no processo de tomada de decisões, a partir da disponibilidade das Resoluções dos Conselhos para a Administração Universitária.

Este instrumento consubstancia as Resoluções colhidas no período supramencionado, referentes às atuações dos Conselhos Superiores da Universidade Federal de Pelotas, quais sejam:

Conselho Diretor (CONDIR) – órgão normativo, deliberativo e consultivo máximo da Fundação Universidade Federal de Pelotas em matéria de normas de regime financeiro, orçamentário e contábil, observada a Legislação Federal que rege a matéria;

Conselho Universitário (CONSUN) – órgão normativo, deliberativo e consultivo máximo da Universidade, em matéria administrativa e de política Universitária, ressalvando a competência específica do COCEPE.

Conselho Coordenador do Ensino da Pesquisa e da Extensão (COCEPE) – órgão normativo, deliberativo e consultivo máximo da Universidade, em matéria de ensino, pesquisa e extensão.

No intuito de se tornarem explícitos os assuntos abordados, as resoluções são apresentadas de forma hierarquizada, vindo, em primeiro lugar, as do Conselho Diretor da Fundação, em seguida, as do Conselho Universitário, e, por ultimo, as do Conselho Coordenador do Ensino, da Pesquisa e da Extensão.

Com a realização desta  primeira etapa, fica concluída a maratona traçada para a elaboração do Ementário da Universidade Federal de Pelotas, gerando condições básicas para a continuidade do processo, que prevê facilitar a sua utilização pelos usuários e agilizar a informatização da Secretaria dos Conselhos Superiores.

Trata-se, portanto, de obra marcada pela utilidade prática indiscutível, que expressa, entre outros aspectos, a preocupação da UFPel com mo seu processo de Modernização Administrativa.