Feeds RSS
id="post-464">

INSCRIÇÕES ABERTAS!

1402115_208189912694115_1255764265_o

id="post-458">

1273072_201695056676934_1816726467_o

id="post-455">

1275357_199466236899816_109253212_o

id="post-315">

 XXXI SAM- Leiga 50 anos

“VIDA e MORTE”

  • Data de Realização: 28 de outubro a 01 de novembro de 2013
  • Local: Anfiteatro da FAMED
  • Publicação do edital científico: 29 de julho
  • Inscrição de trabalhos: 29 de julho até 09 outubro
  • Publicação da lista dos trabalhos homologados e da modalidade de apresentação: 18 de outubro
  • Inscrição de ouvinte: 14 de outubro

VIDA E MORTE

“Tudo tem seu tempo,

há tempo oportuno para todo o

propósito debaixo desse sol.

Tempo para nascer, tempo de morrer”

(ECLESIÁSTICO 3, 1-2)

A atuação médica é movida por dois grandes princípios morais: a preservação da vida e o alívio do sofrimento. No entando, nem sempre isso é possível. A morte é uma realidade constante no cotidiano do ambiente hospitalar. Desse modo, observamos que a vida e a morte são questões essenciais na vida médica destacando a importância de preparar o acadêmico de medicina para tais questões.

Debates sobre o processo de morrer tem origens muito antigas. Podem ser encontradas no livro A República do filósofo grego Platão. No entanto, embora as raízes da medicina tenham bases na Antiguidade, ao longo dos tempos foram agregados à ela novos pensamentos, novos saberes, novos interesses. Atualmente, a Medicina apresenta um grande processo, permitindo a cura de diversas doenças e, porque não dizer, prolongando a vida.

Porém, o avanço técnico- científico não desfaz a dialética entre buscar a cura e salvar a vida. É preciso curar, não temos dúvida; mas o curar acompanhado do cuidado humanizado. É preciso preservar a vida, mas sem jamais abandonar a “qualidade de viver”.

Com este intuito, pretende-se realizar a XXXI Semana Acadêmica de Medicina – UFPel (SAM) com temática envolvendo a Vida e a Morte. Durante este período, pretende-se alertar, informar e discutir com os alunos da graduação e profissionais sobre a realidade enfrentada durante vida médica, discutir estudos pertinentes à área da saúde e, com isso, agregar valores e conhecimento para os acadêmicos de Medicina.