Revista Número 1, ano 2017

Editorial

Quem Foi Edgar Roquette Pinto – Editorial

QUADRO E GIZ

Projeto De Oficinas De Víde o Experimental Discente–   por Jéssica Thais Demarchi

Roquette-pinto e a produção de vídeo estudantil –   por vânia dalpont

Neurociencia e a produção de video estudantil  por josias pereira

SALA DOS PROFESSORES  

A produção de vídeo estudantil: um processo possível e surpreendente–  por Izabel Cristina dos Santos

Dom quixote de la mancha oficina de cinema jg– por Andrea Rodrigues

A produção de vídeo estudantil na sala da diversidade Ferramentas para transformação – por indiara tainan 

É preciso transver o mundo; como? –  Por Tânia Cristina Medeiros Cardoso

Aula de artes para além do desenho audiovisual na construção coletivo-colaborativa por Karine Ferreira Sanches

Meu primeiro Festival –  por Marlon Nunes

O festival são léo em cine é amparado por lei municipal – por Eliane Candido

 

RECREIO

Produção de vídeo estudantil quando o aluno tem vozpor Sérgio Renato Furtado Flores

Desenvolvendo vídeos estudantis na escola rural – Por Josiane de Moraes

A produção de vídeo estudantil na visão dos alunospor Kora Prince

DEVER DE CASA

Opinião Como deveria ser um Festival de Cinema Estudantil –  por Marlon Nunes

Vídeo estudantil ou vídeo escolar – por Josias Pereira

Do corpo de jurados à condução de oficinas: considerações sobre a produção de vídeo estudantil ao longo de três anos de experiência com o cinest – por Camila Vermelho