Notícias
  • Paulo Gaiger é atração do “Panela de Expressão”

    O “Panela de Expressão” deste sábado(14), às 16h, no Teatro do Sest Senat, tem como atração o cantor e compositor Paulo Gaiger, que apresentará um concerto solo, voz e violão, com canções próprias e de outros autores. A entrada é livre.

    Ator e diretor teatral, doutor em Educação, professor adjunto da UFPel e coordenador de Arte e Cultura da Pró-Reitoria de Extensão e Cultura da UFPel, Gaiger gravou, em 1997, o Cd “Armazém”, com o apoio do Fumproarte, de Porto Alegre, muito bem recebido pela crítica nacional.

    Participou de vários discos coletivos e do Coompor Canta Lupi, projeto da Cooperativa dos Músicos de Porto Alegre, no começo dos anos 1990. Montou diversos espetáculos musicais reconhecidos pela crítica e pelo público, entre eles: “Qual é?”; “A Paixão dos Mendigos” e “Piratas”. Realizou diversos concertos solo durante sua permanência na Espanha e América Central. Como ator, trabalhou em montagens de Camilo de Lélis e, como diretor, montou diversos espetáculos teatrais em Porto Alegre, Blumenau, Espanha e Honduras.

    Atualmente integra o trio NÓ DE PINHO, formado também pelos músicos e professores da UFPel Thiago Colombo e Leandro Maia.

    Cartaz-Panela-de-Expressão

  • 1º Festival Internacional de Folclore e Artes Populares de Pelotas

    O 1º Festival Internacional de Folclore e Artes Populares de Pelotas (1º FIFAP) ocorrerá no dia 16 de setembro de 2013. O evento é um encontro cultural de folclore, não competitivo, com dançarinos convidados de companhias de dança folclórica de países sul-americanos .
    O encontro é uma ação de impacto cultural, social, turístico e educativo extremamente relevante, chegando a um enorme número de pessoas de forma direta com o espetáculo e oficinas e indireta através das diferentes estratégias de promoção e difusão.
    Este evento continental contará com a presença de delegações representantes de dez países da América do Sul que compartilharão um pouco de sua história, sua arte e sua cultura popular através das danças, músicas, trajes e costumes provenientes do folclore de cada lugar de origem.
    O festival integra um circuito internacional que envolve também Argentina e Uruguai, conta com a Promoção Internacional da Organização Internacional de Folclore e Artes Populares – IOV, do 9º Encuentro Internacional de Danzas Tradicionales – Uruguay 2013 e do Gustavo Verno Staff.
    No Brasil, é promovido pelo Instituto Federal Sul-Rio-Grandense – Campus Pelotas e pela Universidade Federal de Pelotas com apoio da Prefeitura Municipal de Pelotas, através das Secretarias de Desenvolvimento Econômico e Turismo e de Cultura, além de diversos outros apoiadores e parceiros.
    O 1º FIFAP apresentará o Espetáculo América Unida, que trará à cena apresentações de danças folclóricas da Argentina, Bolívia, Brasil, Chile, Colômbia, Equador, Paraguai, Peru, Uruguai e Venezuela, compondo um rico mosaico cultural de nosso continente.
    Programação
    10h30 – 11h15 – Abertura Oficial – Local: Bibliotheca Pública Pelotense
    11h15 – 12h30 – Passeio Turístico – Local: Centro Histórico
    13h30 – 14h30 – Atividade Educativa na Escola – Local: EEEM Cel. Pedro Osório
    14h30 – 15h30 – Conferência de Imprensa – Local: IFSul – Campus Pelotas
    16h – 17h – Oficinas de Danças Folclóricas – Locais: IFSul, EEEM Cel Pedro Osório e UFPel
    20h30 – 22h30 – Espetáculo América Unida – Local: Auditório do IFSul – Campus Pelotas

    Informações: https://www.facebook.com/fifappelotas ou http://fifappelotas.blogspot.com.br/

    folclore

  • Resultado do edital nº5 Probec/Demanda Institucional

    O primeiro e o segundo colocados deverão entregar a documentação necessária (item 4 do edital) até o dia 12/09/12, na PREC, sala 203 do campus porto.

     Classificação final dos candidatos a bolsistas para o SIEX/CTI:

    1° Fernando Angelin

    2º Daniel Krolow Retzlaff

    3°  Felipe da Silva Oliveira

  • Jair Krischke & Antônio Cruz no módulo ideias e pensamento

    No dia 11 de setembro, o Quartas no Lyceu reúne o ativista JAIR KRISCHKE, presidente do Movimento de Justiça e Direitos Humanos, e o professor ANTÔNIO CRUZ, pró-reitor de extensão e cultura da UFPel e especialista em história do Chile, para debaterem o tema: Pinochet: golpe no Chile e Tirania, e os reflexos sobre o continente latino-americano.

    QUARTAS NO LYCEU

    SETEMBRO

    ESPECIAL PARA O CHILE

    40 anos do golpe militar contra a democracia chilena

     

    MÓDULO

    IDEIAS E PENSAMENTO

    JAIR KRISCHKE

    (Movimento de Justiça e Direitos Humanos)

    &

    ANTONIO CRUZ

    (Pró-reitor de extensão e cultura da UFPel)

     

    PINOCHET: GOLPE NO CHILE E TIRANIA

    40 ANOS

     

    DIA 11 DE SETEMBRO

    17:30H

    LYCEU

    (Calçadão, em frente ao Mercosul e do largo do Mercado)

    ENTRADA FRANCA

    1 (2)Jair Krischke 2

  • Thiago Colombo é atração do Quartas no Lyceu no mês especial ao Chile

    A mais última apresentação do projeto Quartas no Lyceu foi a primeira do ciclo dos 40 anos do Golpe Militar contra a democracia Chilena, que se estenderá por todo o mês de setembro. O professor e músico violonista, Thiago Colombo, apresentou canções latinas e emocionou o público presente ao interpretar canções da artista chilena Violeta Parra.

    Residindo em Salvador, o músico lamenta não estar acompanhando presencialmente o projeto, mas garante que tem pesquisado sobre o assunto “Fico muito feliz pela forma como Paulo Gaiger está conduzindo o Quartas no Lyceu. Espero que a reitoria tenha essa sensibilidade de continuar apoiando o projeto”, estima. Thiago também comentou sobre o grande público que as atrações estão tendo, o que significa que está se conseguindo atingir uma grande parcela do público da cidade. “O projeto é importante como forma de apresentar as artes como conhecimento para alunos de todos os cursos”, aprova.

    Ao final da apresentação, Thiago convidou Paulo Gaiger e Leandro Maia para juntamente a ele, interpretarem duas canções. Paulo na voz e Leandro no cajón, fizeram a plateia presente se sentir no Chile.

    DSCN1217DSCN1276

  • Prec convida para reunião sobre o edital do Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome

    Convidamos todos coordenadores de projetos de extensão com experiência em atividades ligadas à formação e/ou assessorias na área de segurança alimentar e nutricional e/ou direito humano à alimentação adequada para reunião de divulgação do edital 03/2012 do Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome, através da Secretaria Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional.

    A reunião será realizada dia 10/09/2013, às 10h, no auditório da Faculdade de Administração e Turismo (4º andar – Bloco B do Anglo).

    O MDS, lançou edital para financiamento de projetos voltados ao fortalecimento do Sistema Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional (SISAN) nos estados, Distrito federal e municípios, a partir do apoio aos Conselhos de Segurança Alimentar Nutricional (CONSEAs) e às Câmaras ou Instâncias Governamentais de Gestão Intersetorial de Segurança Alimentar e Nutricional (CAISANs) com a realização de assessorias para elaboração de políticas públicas e ações de capacitação, mobilização, comunicação e extensão.

    As propostas devem ser direcionadas para um dos lotes abaixo, e cada instituição pode apresentar uma única proposta por lote:
    O investimento será de até R$1.000.000,00 para os lotes 8 e 9 e de até 750.000,00 para os outros lotes.

    Maiores informações sobre o edital podem ser obtidas no endereço:

    http://www.mds.gov.br/segurancaalimentar/editais/2013

  • Nota de esclarecimento da CAC

    A Coordenadoria de Arte e Cultura informa que a apresentação “Thiago Colombo toca Violeta Parra” ocorrerá na quarta-feira (04), dentro do projeto Quartas no Lyceu, ao contrário da informação divulgada na data de hoje (03) pela mídia impressa.
    Vale lembrar, que atrações do projeto ocorrem sempre às quartas-feiras.

  • Projeto de Extensão leva musicalização vocal e instrumental à escola no Areal

    O projeto de extensão “Musicalização vocal e instrumental na E.E.E.M. Ginásio do Areal” tem como objetivo introduzir o ensino da música às crianças do ensino fundamental da E.E.E.M. Ginásio do Areal, ao possibilitar conhecimentos técnicos e práticos de violão e canto. O ensino da música é visto como uma forma de desenvolver auto-estima, coordenação, socialização, musicalidade e o coletivo das crianças.
    Quatro alunas do curso de licenciatura em música se deslocam semanalmente até a escola para ensinar as crianças. Elas se dividem em dois grupos: o primeiro busca ensinar a musicalização vocal às crianças das séries iniciais do ensino fundamental, enquanto o segundo introduz noções básicas de violão às séries finais.

    A coordenadora do projeto e professora de música, Isabel Hirsch, explica que por muitos anos o ensino da música esteve fora dos currículos escolares, fazendo com que houvesse uma mobilização de vários grupos para que houvesse o retorno às escolas. Hoje existe uma lei que estabelece a obrigatoriedade do ensino de música nas escolas de educação básica, mas nenhuma escola cumpre a regra, e acaba por introduzir o ensino através das aulas de Artes, juntamente com dança e teatro, não garantindo o ensino da modalidade de forma específica.

    Isabel comprova o que os estudos dizem sobre a música ajudar na concentração das crianças. Ela diz que as professoras da escola relatam que os alunos que tinham dificuldade melhoraram na qualidade dentro da sala de aula. “Na escola são feitos jogos para despertar a concentração, que vai refletir nas outras disciplinas depois. A música é a atividade mais completa de todas. Envolve a parte afetiva na melodia e a parte humana no ritmo”, garante a professora da UFPel.
    Para o futuro a coordenadora deseja que outras escolas percebam a necessidade de ter o ensino da música em seu currículo “A arte tem o poder de qualificar o aluno nas coisas inerentes ao ser humano e a sala de aula é o espaço mais democrático para que todos tenham acesso”.

    Ao comentar sobre a importância do vínculo com um projeto de extensão, a professora de música pensa que o aluno que se insere dentro de um projeto, tem uma visão muito diferente daquele que nunca terá esse contato. “O que eles aprendem em sala de aula é transmitido para seus alunos. Como eles serão professores também, já têm a experiência da prática, dentro do curso. Ao ver os colegas trabalhando, vão aprendendo em conjunto”, diz a professora.

    DSC00442