COORDENAÇÃO DE AÇÕES AFIRMATIVAS E POLÍTICAS ESTUDANTIS (CAPE)

A CAPE tem como finalidade a elaboração e a execução da política de cotas na UFPel. A partir da Lei 12.711/12 foi estabelecido na Universidade que 50% das vagas de ensino são reservadas para estudantes de escola pública. Deste percentual, há vagas para alunos/as de baixa renda e para pretos, pardos e indígenas. Além disso, a CAPE objetiva criar e gerenciar vagas específicas para estudantes indígenas e quilombolas. Essa Coordenação busca ainda o estabelecimento de um diálogo entre as diferentes instâncias da UFPel, outras instituições federais, além dos movimentos sociais e setores público e privado sobre política de ações afirmativas. Para tanto, a CAPE conta com dois núcleos: o Núcleo de Ações Afirmativas e Diversidade (NUAAD) e o  Núcleo de Apoio a Projetos (NAP).