Ementas

O aluno de Pós-Graduação deverá integralizar um número mínimo de 44 créditos para o Mestrado e 52 créditos para o Doutorado, conforme exigência estabelecida no Regimento do Programa:

  • Mestrado: 20 créditos em disciplinas obrigatórias, 20 crédito em Projeto de Pesquisa, 4 créditos em disciplinas optativas.
  • Doutorado: 24 créditos em disciplinas obrigatórias, 20 créditos em Projeto de Pesquisa, 8 créditos em disciplinas optativas.

OBSERVAÇÃO: Além das disciplinas ofertadas pelo PPGCEM, existe a possibilidade de aproveitamento de disciplinas cursadas em outros Programas de Pós-Graduação, sendo a homologação deste aproveitamento condicionada a aprovação pelo Colegiado do Programa.

O PPGCEM oferece as seguintes disciplinas:

Código Disciplinas  Créditos  Caráter  Ementa
 1118087 Bioengenharia Aplicada ao Desenvolvimento de Biomateriais 2cr OPT  4-bioeng
 1118073 Biomateriais* 3cr OBR  3-biomat
1110010 Ciência dos Materiais I (CM I) 4cr OBR  DISCIPLINAS DA PÓS _Ciência dos Materiais I
Ciência dos Materiais II (CM II) 2cr
1110072 Docência Orientada I (Mestrado) 2cr OBR  Não há
 1118208 Docência Orientada (Doutorado) 4cr OBR  Não há
1118076 Materiais Compósitos 2cr OPT
1110014 Nanotecnologia 3cr OPT  nanotecnologia4
Processamento de Materiais I 2cr OPT  DISCIPLINAS DA PÓS _Processamento de Materiais I
Processamento de Materiais II 2cr OPT  DISCIPLINAS DA PÓS _Processamento de Materiais II
1118208 Seminários da Pós 4cr OBR  Obrigatório aos Mestrandos: assistir a 10 seminários; Obrigatório aos Doutorandos: assistir a 20 seminários.
Técnicas Analíticas em Caracterização de Materiais I (TACM I) 3cr OBR  DISCIPLINAS DA PÓS _TACM I
Técnicas Analíticas em Caracterização de Materiais II (TACM II) 1cr OPT
Técnicas Analíticas em Caracterização de Materiais III (TACM III) 1cr OPT
Técnicas Analíticas em Caracterização de Materiais IV (TACM IV) 2cr OPT  copia-de-disciplinas-da-pos-_tacm-iv-1
Tecnologia da Madeira 2cr OPT  TECNOLOGIA DA MADEIRA
Termodinâmica* 3cr OBR
9999802 Elaboração de dissertação ou tese (ELAB TESE)  Não há

 

Termodinâmica dos Sólidos (código 1118074) – 5 créditos

Termodinâmicas dos sólidos. Equilíbrio de fases em sistemas sólido-líquido e sólido. Diagramas de equilíbrio. Cinética dos processos de mudança de fase. Reações no estado sólido. Difusão em sólidos. , Reações de oxi-redução. Sistema redox em equilíbrio, Dupla camada elétrica, Potencial de eletrodo, Densidade de corrente de troca. Formas de corrosão: Uniforme, Galvânica, por Pites e Frestas, Intergranular, por Concentração diferencial, Seletiva, sob tensão. Técnicas de medida de corrosão. Cinética da corrosão eletroquímica. Passivação de metais. Oxidação em altas temperaturas. Proteção contra a corrosão: Proteção catódica e anódica, Inibidores. Processos de nucleação e Crescimento. Tipos de Interfaces. Solidificação, metais puros e de ligas.

Bibliografia:

  • D. V. Ragone, Thermodynamics of Materials, vol. 1¬2, John Wiley, (1995).
  • S. Stølen, T.Grande, Chemical Thermodynamics of Materials: Macroscopic and Microscopic Aspects, John Wiley, 2004.
  • Brett, M.A., Electroquímica – Princípios, Métodos e Aplicações. Editora:Almedina 2000.
  • ASM International, Corrosion undertanding the basics Pierre Roberge, Corrosion Engineering, Principles and Practice, Ed. MacGraw-Hill, 2008
  • Donald R. Askeland & Pradeed P. Phulé. The Science and Engineering of Materials, 4nd. Edition, Thomsom Brooks/Cole, New York, 2003.
  • Willian D. Callister Jr., Fundamentals of Materials Science and Engineering: and integrated approach, 2nd Edition, John Wiley, New York, 2004.
  • Smyth D.M. The Defect Chemistry of Metal Oxides, Oxford University Press, NY – USA, 2000.

Biomateriais (código 1118073) – 5 créditos

Biomateriais: classificação e seleção. Biomateriais como substitutos de tecidos moles e tecidos duros. Materiais para aplicações em sistemas cardiovasculares. Modificação da Superfície. Recobrimentos bioativos. Técnicas de caracterização de superfícies. Fisiologia do osso. Interação osso­implante. Avaliação do desempenho biológico (in vitro e in vivo).

Bibliografia:

  • B.D. Ratner et al.Biomaterials Science: An Introduction to Materials in Medicine, Edited by Academic Press.
  • M. Pereira e H. Mansur Biomateriais: Fundamentos e Aplicações, Ed. R. Orefice, , Ed. Cultura Médica, 2006.

 

BANCO DE DISCIPLINAS

Bioengenharia aplicada ao desenvolvimento de biomateriais (código 1118087) – 2 créditos

Engenharia de tecidos, substitutos biológicos, restauração de órgãos. Fatores indutores (fatores de crescimento), células com capacidade de resposta (células-tronco), e um scaffold (matriz polimérica. Mundo microbiano; morfologia de microrganismos; técnica de biologia molecular; aplicações da microbiologia ao desenvolvimento de biomateriais.

Bibliografia:

  • JAMES D. WATSON; RICHARD M. MYERS; AMY A. CAUDY; JAN A. WITKOWSKI. DNA Recombinante: Genes e Genomas. Porto Alegre: Artmed, (2009).
  • TORTORA, G.J. et al. Microbiologia. 8a ed. Porto Alegre: Artmed, 894 p. (2005).
  • ZAHA, A. (Org.). Biologia Molecular Básica. 3a ed. ? revista e ampliada. Porto Alegre: Mercado Aberto, (2003).
  • Principles of Tissue Engineering. Lanza, Langer & Vacanti. 3a Ed. Academic Press, 2007. Biomateriais and Tissue Engineering. Shi. Springer. 2003.
  • Molecular Biology of the cell. Alberts & cols. 3a Ed. Garland. 1994
  • Periódicos Tissue Engineering: Parts A, B, C Biomaterials
  • REVISÕES E ARTIGOS SOBRE TEMAS ESPECÍFICOS. (http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/)

Filmes Finos (código 1118086) – 2 créditos

Importância científica e tecnológica. Tipos de superfícies de substratos. Técnicas de preparação e limpeza das superfícies dos substratos. Técnicas de deposição de filmes finos: sputterring, dip-coating, Spin-Coating, ink-jett. Formação de interfaces. Técnicas de caracterização mecânica, química, eletroquímica e óptica de filmes.

Bibliografia:

  • John B. Watchman & Richard A. Haber, Ceramic Films and Coatings,Noyes Publications, New Jersey, USA, 1993.
  • Handbook of Deposition Technologies for Films and Coatings, Published by Elsevier Inc, 2005.
  • Milton Ohring, The Materials Science of Thin Films, 1991. Artigos selecionados de publicações especializadas

Gerenciamento de Projetos e Empreendedorismo (1118075) – 2 créditos

O objetivo dessa disciplina é familiarizar os alunos com conceito de inovação. Tipos de inovação. Evolução conceitual e teórica da relação entre Ciência, Tecnologia e Inovação. Estratégias de Inovação. Inovação e Competitividade. Difusão de Inovações. Inovação e especificidades setoriais. Inovação e internacionalização de empresas. Planejamento e gestão do processo de inovação. Indicadores de inovação. Políticas públicas para inovação. Gerenciamento de Projetos e Ferramentas auxiliares para Gerenciamento de Projetos.

Bibliografia:

  • Inovação e Espírito Empreendedor. Peter F. Drucker, Editora Cengage, 2001. Da Imitação à Inovação. Linsu Kim. Editora Unicamp, 2005.
  • Manual prático do Plano de Projeto. Ricardo Vargas, Editora Brasport, 3ªed., 2007.
  • LEI No 10.973, DE 2 DE DEZEMBRO DE 2004. http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_Ato2004-2006/2004/Lei/L10.973.htm, acesso em 20 de maio de 2010.
  • OEDC, Manual de Oslo.Proposta de Diretrizes para Coleta e Interpretação de Dados sobre Inovação Tecnológica. 1997.
  • Vargas, R. Manual Prático do Gerenciamento de Projetos, Editora Brasport PMBoK – Guia PMBok 4ª edição de 2008.

 

Mecânica da Fratura (código 1118077) – 2 créditos

Tensões e deformações. Princípios gerais da Resistência dos Materiais. Esforços solicitantes. Análise das peças subordinadas a esforços simples e combinados. Energia de deformação. Propriedades gerais dos materiais. Estudo das principais causas de falhas em materiais. Revisão de estados de tensões atuantes. Fadiga controlada por tensão. Fadiga controlada por deformação. Fadiga sob esforços aleatórios. Contagem de número de ciclos. Acúmulo de danos em fadiga. Fadiga sob tensões multiaxiais. Mecânica de fratura linear elástica. Mecânica de fratura elasto-plástica. Curvas R. Integral-J. CTOD. Efeitos de intração de cargas. Mecânica de fratura aplicada à fadiga (propagação de trincas. Análise de casos práticos.

Bibliografia:

  • Collins, J.A., Failure of materials in mechanical design: analysis, prediction, prevention, 2ª ed., John Wiley and Sons, 1993.
  • Dowling, N.E., Mechanical behavior of materials – Engineering methods for deformation, fracture and fatigue, 2ª ed., CRC Press, 2000.
  • Zahavi, E., Fatigue design: Life expectancy of machine part, CRC Press, 1996. – Hertzberg, R.W., Deformation and fracture mechanics of engineering materials, 4ª ed., John Wiley and Sons, 1996.
  • Anderson, T.L., Fracture mechanics. Fundamentals and applications, 2ª ed., CRC Press, 1995.