Artigos

GILL, L. A e LONER, Beatriz Ana. O Núcleo de Documentação Histórica da UFPel e seus acervos sobre questões do trabalho. Esboços (UFSC), v. 21, p. 109-123, 2014.

GILL, L. A e LONER, B. A. Histórias de uma Cidade e de seus Trabalhadores em Tempos de Guerra: Pelotas (1914-1918). Oficina do Historiador, v. 8, p. 7-20, 2015.

GILL, L. A e LONER, B. A. Mulher, Carnaval e etnia negra em Pelotas: muito além do samba. Fazendo Gênero. 7. Florianópolis, 2006.

GILL, L. A. Uma doença que não perdoa: a tuberculose e sua terapêutica no sul do Brasil e na Itália, em fins do século XIX e inícios do XX. História (São Paulo. Online), v. 31, p. 266-287, 2012.

GILL, L. A. Labirintos ao redor da cidade: as vilas operárias (RS) 1890-1930. História Unisinos, Porto Alegre, v. 10, p. 45-52, 2006.

GILL, L. A. Clienteltchiks: Os Judeus da Prestação em Pelotas (RS) 1920-1945. História em Revista (UFPel), Pelotas, v. 5, p. 95-116, 1999.

LONER, Beatriz Ana; GILL, L. A ; Scheer, Micaele . Enfermidade e morte: os escravos na cidade de Pelotas, RS (1870-1880). História, Ciências, Saúde-Manguinhos (Impresso), v. 19, p. 133-152, 2012.

LONER, Beatriz Ana e GILL, L. A. Clubes carnavalescos negros na cidade de Pelotas. Estudos Ibero-Americanos (PUCRS. Impresso), v. 35, p. 145-162, 2009.

LONER, Beatriz Ana; GILL, L. A. Relojoeiros: análise de uma profissão em dois tempos. Revista Taller, v. 3, p. 38-55, 2014.

LONER, Beatriz Ana; GILL, Lorena Almeida. Organização Negra em Pelotas: Características e evolução (1870-1950). III Encontro Escravidão e Liberdade no Brasil Meridional, 2007, Florianópolis. São Leopoldo: Oikos, 2007. v. 1. p. 86-87.

LONER, B. A.. Classe, etnia e moralidade: estudo de clubes negros. XXIII Simpósio Nacional de História. Londrina, 2005.

LONER, B. A.. A Loteria do Ipiranga e os trabalhadores: um sonho de liberdade no final do século XIX. História (São Paulo), v.33, n.1, p. 195-233, jan./jun. 2014.

LONER, B. A.. Loterias como passaporte para a liberdade: a sorte e seus eleitos no final do século XIX. V encontro Escravidão e Liberdade no Brasil Meridional, 2011, Porto Alegre. São Leopoldo: OIKOS, 2011. v. 1. p. 01-18.

LONER, B. A.. O IV congresso operário gaúcho e o ocaso do movimento anarquista no Rio Grande do Sul. Patrimônio e Memória. São Paulo: UNESP – FCLAs – CEDAP, v.7, n.2, p. 176-203, dez. 2011.

LONER, Beatriz Ana. Casar, Associar-se, Apostar em Loterias: Cotidiano ou estratégias de liberdade?. X Encontro Estadual de História, 2010, Santa Maria. p. 1-17.

LONER, B. A.. Um perfil do trabalhador gaúcho na década de 1930. X Encontro Estadual de História, 2010, Santa Maria. p. 1-17. 2008.

LONER, Beatriz Ana. Antônio: de Oliveira a Baobad. II Encontro Escravidão e Liberdade no Brasil Meridional. 2005, Porto Alegre. v. CD-rom. p. 1-20.

LOPES, Aristeu Elisandro Machado. Os trabalhadores com sinais de varíola no acervo da Delegacia Regional do Trabalho do Rio Grande do Sul, 1933-1944. História, Ciências, Saúde-Manguinhos (Impresso), v. 23, p. 1209-1227, 2016.

LOPES, Aristeu Elisandro Machado. História e memória dos trabalhadores no Rio Grande do Sul: O acervo da Delegacia Regional do Trabalho, 1933-1943. Revista Memória em Rede, v. 7, p. 01-15, 2015.

LOPES, Aristeu Elisandro Machado. Apontamentos sobre o acervo da Delegacia Regional do Trabalho do Rio Grande do Sul: DRT/RS, 1933-1943. In: XXVIII Simpósio Nacional de História da ANPUH, 2015, Florianópolis-SC. Anais Eletrônicos do XXVIII Simpósio Nacional de História da ANPUH. Florianópolis-SC: ANPUH-RS/UFSC, 2015. v. 01. p. 01-10.

LOPES, Aristeu Elisandro Machado. Cruzando a fronteira: informações de trabalhadores uruguaios no Rio Grande do Sul a partir do acervo da Delegacia Regional do Trabalho, 1933-1943. In: VI Jornadas Uruguayas de História Económica, 2015, Montevideo. Anais eletrônicos VI Jornadas Uruguayas de História Económica. Montevideo: UDELAR/AUDHE, 2015. p. 01-16.

SCHMIDT, B. B. ; SPERANZA, C. G.. Acervos do Judiciário Trabalhista: lutas pela preservação e possibilidades de pesquisa. Portal do NEAD – Núcleo de Estudos Agrários e Desenvolvimento Rural, Brasilia, 01 out. 2011.

SPERANZA, C. G.. Os mineiros e o trabalho em mineração: experiências, lutas e identidades. Revista Mundos do Trabalho, v. 7, p. 5-9, 2016.

SPERANZA, C. G.. European Workers in Brazilian Coalmining, Rio Grande do Sul, 1850-1950. International Review of Social History (Print), v. 60, p. 1-19, 2015.

SPERANZA, C. G.. Masculinidade, conflito e adesão: tensões identitárias entre os trabalhadores das minas de carvão do Rio Grande do Sul nos anos 1940. ArtCultura (UFU), v. 11, p. 65-78, 2009.

SPERANZA, C. G.. Testemunhas ou fontes: relações e desencontros entre jornalistas e historiadores. Em Questão (UFRGS. Impresso), v. 12, p. 235-251, 2006.

SPERANZA, C. G.. O trabalho perante a lei: os mineiros de carvão na Justiça do Trabalho em São Jerônimo, RS (1946-1954). Topoi (Online): revista de historia, v. 14, p. 416-437, 2013.

SPERANZA, C. G.. Coal miners, their employers, and labor laws: conflicts and strategies during World War II in Brazil. Revista Brasileira de História. São Paulo, v. 32, nº 64, p. 115-134 – 2012.

SPERANZA, C. G.. Os mineiros de carvão, seus patrões e as leis sobre trabalho: conflitos e estratégias durante a Segunda Guerra Mundial. Revista Brasileira de História (Online), v. 32, p. 129-148, 2012.