Sistemas de Unidades

Sistema de unidades

Conheça as grandezas e unidades
de medida adotadas no Brasil e no mundo

Por muito tempo, o mundo usou medidas imprecisas, como aquelas baseadas no corpo humano: palmo, pé, polegada, braça, côvado. Isso acabou gerando muitos problemas, principalmente no comércio, devido à falta de um padrão para determinar quantidades de produtos.
Para resolver o problema, o Governo Republicano Francês, em 1789, pediu à Academia de Ciências da França que criasse um sistema de medidas baseado numa “constante natural”. Assim foi criado o Sistema Métrico Decimal. Este sistema adotou, inicialmente, três unidades básicas de medida: o metro, o litro e o quilograma.
O sistema métrico decimal acabou sendo substituído pelo Sistema Internacional de Unidades (SI), mais complexo e sofisticado. No Brasil, o SI foi adotado em 1962 e ratificado pela Resolução no 12 de 1998 do Conselho Nacional de Metrologia, Normalização e Qualidade Industrial (Conmetro), tornando-se de uso obrigatório em todo o Território Nacional.
A seguir são apresentadas as grandezas e suas unidades de medida. À direita da tabela, é mostrado o símbolo da unidade e suas equilavências, assim como os principais prefixos do sistema internacional e algumas conversões de unidades.

 A característica fundamental de uma grandeza é sua capacidade de ser medida. Para medir uma grandeza, usamos a unidade. Para calcular o comprimento de uma mesa (grandeza), por exemplo, utilizamos o metro (unidade de medida).
 As grandezas fundamentais do SI são comprimento, massa, tempo, intensidade de corrente elétrica, temperatura termodinâmica, intensidade luminosa e quantidade de matéria. As demais são grandezas derivadas.
 Os nomes das unidades são escritos sempre em letra minúscula (quilograma, newton, metro cúbico)
 Símbolo não é abreviatura, por isso não é seguido de ponto (é errado escrever “seg.”, o símbolo correto é “s”)
 Além disso, o símbolo é invariável: não é seguido de “s” (não existe “kgs” ou “hs”)
 O grama pertence ao gênero masculino, então faça a concordância corretamente: dois quilogramas, oitocentos e um gramas etc.

Significado das Unidades do Sistema Internacional de Unidades (SI)
As unidades do Sistema Internacional de Unidades foram fixadas na XI Conferência Geral de Pesos e Medidas de Paris (1960). Suas sete unidades fundamentais correspondem às seguintes magnitudes e entre parênteses suas unidades: distância (metro), massa (quilograma), tempo (segundo), intensidade de corrente elétrica (ampère), temperatura termodinâmica (kelvin), quantidade de substância (mol) e intensidade luminosa (candela).
Definição das unidades fundamentais com seu símbolo entre parênteses:
Metro (m): Unidade de distância ou comprimento se definiu originalmente como sendo a decimilionésima parte do quadrante do meridiano terrestre. Mais tarde se estabeleceu um metro padrão de platina que se conserva em Paris. Atualmente, o metro é definido como sendo a distância igual a 1.650.763,73 comprimentos de onda, no vácuo, da radiação correspondente à transição entre os níveis 2p10 e 5d5, do átomo de criptônio 86.
Kilograma (kg): Unidade de massa é a massa de um cilindro de platina estabelecido na III Conferência Geral de Pesos e Medidas de Paris. Também se define o grama (milésima parte do quilograma) como sendo a massa de um centímetro cúbico de água destilada quando tem a maior densidade, isto ocorre a quatro graus Celsius.
Segundo (s): Unidade de tempo, originalmente, o segundo foi definido como sendo 1/86400 do dia solar médio. Chama-se dia solar verdadeiro o tempo transcorrido entre dois passos consecutivos do sol pelo meridiano de um lugar; mas como nem todos os dias são de igual duração no transcurso de um ano, se toma um dia fictício, chamado dia solar médio, cuja duração é tal que, ao final do ano, a soma de todos estes dias fictícios é a mesma que a dos dias reais. Atualmente, se define como sendo a duração de 9.192.631.770 períodos de radiação correspondente à transição entre os dois níveis hiperfinos do estado fundamental do átomo de césio 133.
Ampère (A): É a intensidade de corrente elétrica constante que, mantida em dois condutores paralelos retilínios, de comprimento infinito, de seção circular desprezível e colocados no vácuo a uma distância de um metro um do outro, produz entre estes dois condutores uma força igual a 2×10-2 newtons por metro de distância.
Kelvin (K): É a unidade de temperatura termodinâmica, é a fração 1/273,16 da temperatura termodinâmica do ponto triplo da água. Este mesmo nome e símbolo são utilizados para expressar um intervalo de temperatura.
Mol (mol): É a quantidade de substância de um sistema que contém tantas entidades elementares como átomos existentes em 0,012 quilogramas de carbono 12.
Candela (cd): É a intensidade luminosa, na direção perpendicular de uma superfície de 1/600000 metros quadrados de um corpo negro na temperatura de solidificação da platina, na pressão de 101.325 newtons por metro quadrado.

Esta entrada foi publicada em Material extra. Adicione o link permanente aos seus favoritos.