Notícias
  • Mestrado em Antropologia realiza visita técnica ao Museu Histórico Farroupilha de Piratini

    Capturar museu DSC06449 DSC06429

    O Museu, fundado em 1953, tem como missão a preservação e valorização das memórias da Revolução Farroupilha; e ocupa um prédio construído em 1819, no qual funcionou o Ministério da Guerra. No dia 16 de abril um grupo de discentes do Mestrado em Antropologia da UFPel  visitaram as instalações do Museu Histórico Farroupilha na cidade de Piratini, como parte das atividades da disciplina de “Patrimônio Arqueológico e Estratégias de Conservação”, ministradas pelo Dr. Jaime Mujica Sallés. A saída teve como objetivos realizar um diagnóstico do ambiente das coleções históricas e arqueológicas e do estado de conservação das mesmas, contemplando também as estratégias comunicacionais e a gestão institucional.

    Constatou-se que o Museu teve grandes avanços no que se refere a aspectos de conservação preventiva e externalização, com relação a anos anteriores. Esta mudança de gestão, a nosso entender, teve como principal protagonista a atual responsável da Instituição, a Conservadora/restauradora Consuelo Vaz Robe, natural de Piratini, formada no Curso de Conservação e Restauro da nossa Universidade.

    As atividades abrangeram a identificação e quantificação dos potencias fatores de deterioro das coleções salvaguardadas, como a intensidade de luz, a temperatura, umidade relativa, manipulação; dissociação, agentes biológicos, etc. Estas informações, além de formar parte da estratégia didática da disciplina, servirão de base para a elaboração de um relatório técnico a ser enviado à Instituição, visando a identificação das oportunidades de melhora na gestão das coleções.

    Como contribuição do Instituto de Ciências Humanas da UFPel, parte dos artefatos históricos com processos de deterioro importantes serão encaminhados ao Laboratório Multidisciplinar de Investigação Arqueológica (LÂMINA) para sua identificação, tratamento e restauro. Logo destes trabalhos, as peças já estabilizadas retornarão ao Museu, com a documentação dos processos de conservação curativa e de restauro realizados, a pesquisa histórica  correspondente e sugestões de museografia dos artefatos.

  • Esclarecimento sobre a obra na “Biblioteca do ICH”

    Biblioteca ICH

    A obra em frente ao Campus das Ciências Humanas e Sociais encontra-se parada há algum tempo. Identificada como “Biblioteca do ICH”, contará com uma Biblioteca do Campus das Ciências Sociais e Humanas, mas também com o Centro de Pós-Graduação e Pesquisas em Ciências Humanas, Sociais e Sociais Aplicadas (CPPCHSSA), cujo contrato foi assinado em 30/04/14, conforme notícia disponível no link abaixo.

    UFPel terá Centro inédito para Pós-Graduação

    A fim de esclarecer sobre fatos que envolvem o andamento da obra o Fiscal da Obra, Engenheiro Civil Eduardo Farias Gonçalves, emitiu uma mensagem de esclarecimento, trasncrita a seguir.

    A obra iniciada em 24/jun/14 foi contratada com a empresa Hartmann Engenharia Ltda.(Contrato nº 14/2014) com prazo de 300 dias corridos e de 120 dias corridos para a execução da obra.
    Constatado a inexecutabilidade da obra nestes prazos descritos acima se promoveu o 1º Termo Aditivo assinado em 27/jan/15, passando o Contrato para 480 dias corridos e a execução da obra para 440 dias corridos com término previsto para a entrega da obra para o dia 07/set/15.
    Ocorre que no início das instalações provisórias e locação da obra a empresa contratada contestou a demolição de vigas e blocos de fundação conforme previsto na licitação e registrou que a estrutura metálica dos pilares estava superdimensionada e que a estrutura metálica da cobertura do prédio estava subdimensionada. Após conversações com a Fiscalização da obra se propôs a apresentar um novo projeto estrutural promovendo o equilíbrio das estruturas metálicas e o aproveitamento de vigas e blocos de fundação.
    Em 22/ago/14 foram entregues à Fiscalização ensaios de esclerometria.
    Em nov/14 foram entregues os novos projetos estruturais com ART porém faltaram todos os detalhamentos e o memorial descritivo. A planilha orçamentária dos acréscimos foi anulada pelas supressões resultando custo zero para a UFPel sendo que as alterações com o novo projeto estrutural irão produzir efeitos qualitativos da obra. Como a entrega dos projetos foi feita diretamente à PROPLAN a Fiscalização tomou conhecimento do projeto após aproximadamente 10 dias e ao recebê-los identificou que não eram executivos, pois faltavam os detalhamentos e as informações complementares para possibilitar seu entendimento e produzir os efeitos a que se propõe que seria a execução da obra.
    A empresa contratada foi comunicada de que os projetos apresentados não eram executivos e não apresentou até a presente data os projetos solicitados.
    Nos meses de janeiro e fevereiro/15 a empresa demoliu a parte superior das vigas executou as formas da escada e elevador, executou instalações sanitárias, caixas de inspeção e tubulações do esgoto pluvial num ritmo extremamente lento incompatível com o cronograma da obra comprometendo sua entrega final.
    Em 08/jan/15 a empresa contratada entregou solicitação à PROPLAN propondo rescisão contratual amigável.
    Em 27/jan/15 a empresa contratada voltou atrás no seu pedido e  solicitou que tornasse sem efeito a correspondência encaminhada no dia 08/jan/15.
    Em 19/mar/15 foi realizada uma reunião na COPF onde foi reiterada a necessidade do projeto executivo para continuidade da obra sem obtermos até o presente o pedido formulado.
    A empresa contratada recebeu Termo de Notificação nº 024 em 02/dez/14 do Engº de Segurança do Trabalho da UFPel por não apresentar comprovação do vínculo empregatício com os funcionários lotados na obra, bem como não entregou cópias atualizadas dos comprovantes de treinamento de segurança do trabalho, cópias atualizadas dos comprovantes de fornecimento de EPI’s para os trabalhadores da empresa, cópias dos atestados de saúde ocupacional vigentes e cópias dos programas ocupacionais vigentes(PPRA e PCMSO). A Fiscalização da obra recebeu memorando do Setor de Segurança do Trabalho da UFPel que a empresa contratada não atendeu as Normas Regulamentadoras de Segurança e Saúde do Trabalho e sugeriu a suspensão das atividades da empresa na referida obra.
    A obra continua praticamente paralisada pois faltam os materiais e mão de obra necessários para executá-la, não recebemos os projetos executivos da obra e o prazo da obra está sendo consumido sem avanço nas construções.

    A situação é lamentável ante a carência de espaços existente nas unidades que integram o Campus das Ciências Humanas e Sociais, notadamente o Instituto de Ciências Humanas, cuja demanda por espaços que garantam melhor qualidade de ensino tem sido constante.

  • Departamento de Economia divulga resultado de Concurso Público

    O Departamento de Economia do ICH divulgou nesta quinta-feira (16/04/15) o resultado do Concurso para Professor do Magistério Superior (Classe A, Adjunto A, DE), realizado durante a semana. Foram aprovados os seguintes candidatos.

    CLAUDIO DJISSEY SHIKIDA
    GISELE TEIXEIRA BRAUN
     
    O resultado foi homologado pelo Conselho Departamental na reunião do dia 22/04/15. Serão efetivados os demais procedimentos com vista ao encaminhamento para as instâncias superiores para o efetivo preenchimento de uma vaga destinada ao Departamento de Economia, para a atender a área de Microeconomia e Teoria das Finanças.

  • Antropologia é beneficiada por retificação de Edital na Fac. de Direito

    A Comissão de Processos de Seleção e Ingresso (CPSI) publicou a retificação do Edital CPSI Nº 20/2015, de 18 de março de 2015, que abre concurso para a Faculdade de Direito na área de Antropologia Jurídica e Sociologia Jurídica. A modificação amplia a titulção exigida, que era apenas a de Doutorado em Direiro, que agora passa a ser também de Doutorado em Antropologia, Sociologia ou Ciências Sociais.

    A retificação foi solicitada pelo ICH, por intermédio do Departamento de Antropologia e Arqueologia, em conjunto com o IFISP, com vistas a atender futuras demandas nas disciplinas de Antropologia Jurídica e Sociologia Jurídica.

    Confira AQUI o Edital Completo e AQUI a Retitifcação do Edital.

     

  • LeurEnGeo Divulga Retificação de Resultado de Bolsas Proext

    O Laboratório de Estudos Urbanos, Regionais e Ensino em Geografia (LeurEnGeo) divulgou hoje, segunda-feira (13/04/15) a retificação do resultado de bolsas do Programa “Cidade e Cidadania: Programa de Incentivo e Organização da Participação Popular em Planejamento Urbano”, tendo em vista o re-exame da documentação dos candidatos e a inclusão de duas inscrições que não haviam sido avaliadas. Foram excluídos os candidatos que não atenderam aos requisitos do Edital.

    Confira AQUI a Retificação do Resultado das Bolsas Proext do Leur.

     

     

  • Prof. Sebastião Peres assume a direção durante afastamento do Prof. Sidney Vieira

     

    O professor Sebastião Peres, Vice-Diretor do ICH, estará no exercício da Direção no período de 05 a 12 de abril de 2015 em substituição do professor Sidney Gonçalves Vieira, Diretor do ICH.

    O afastamento do professor Sidney se dá em decorrência da sua participação no XV Encuentro de Geógrafos de América Latina, em Havana, Cuba, que ocorre no período referido. Juntamente com o professor Sidney, participarão do evento os professores Cesar Augusto Ferrari Martinez e Erika Collischonn, também do Departamento de Geografia do ICH/UFPEL.

  • Projeto reinicia atividades em Comunidades Quilombolas e Indígenas

    Projeto de Extensão Etnodesenvolvimento e Direitos Culturais em Comunidades Quilombolas e Indígenas retoma o diálogo com as comunidades da região

    Rosane_Casa_AcolhidaRosane_Ricão_Couro

    Rincão_Couro_2

    A equipe do Projeto de Extensão Etnodesenvolvimento e Direitos Culturais em Comunidades Quilombolas e Indígenas, em execução desde o início de 2014, reiniciou  as atividades em  Piratini no dia 15 de março de 2015, por meio de reunião com integrantes da Pastoral Afrobrasileira daquele município, organização parceira do projeto. Na ocasião discutiu-se a situação de algumas comunidades do município e prioridades de atuação da equipe. A visita finalizou com uma visita às obras de reconstrução da Casa da Acolhida, local em que as integrantes da Pastoral Afrobrasileira desenvolvem diversos projetos sociais. Participaram da atividade as Profas. Rosane A. Rubert (coordenadora do projeto) e Lori Altmann, assim como o técnico em audiovisual Francisco Salles, que também integra a equipe.

    No dia 23 de março, também naquele município, houveram reuniões da coordenadora do projeto e representantes da Pastoral com integrantes das parentelas que compõe a comunidade Fazenda Cachoeira, com a EMATER e com o presidente da Associação Quilombola da comunidade Rincão do Couro.

    As atividades tiveram continuidade no dia 27 de março, com uma visita à comunidade Fazenda Cachoeira na parte da manhã, e uma reunião com a comunidade Rincão do Couro no turno da tarde, ocasião em que se discutiu problemas relativos à organização da Associação, a viabilidade de algumas atividades de formação requeridas pela comunidade e a continuidade da reconstitução da memória, a qual pretende-se levar a termo por meio de recursos audiovisuais. Participaram das atividades deste dia, junto às comunidades, a Profa. Rosane A. Rubert, as colaboradoras Luana Falcão (estudante do curso de Antropologia) e Luana Padilha Correa (bióloga e técnica administrativa do ICH), além do técnico em audiovisual da universidade Francisco Salles. Pela Pastoral Afrobrasileira, se fez presente a assistente social Eva Pinheiro.

     

     

     

  • LÂMINA colabora com Museu em Rivera, Uruguay

    DSC05797 DSC05994 DSC05998

    Integrantes do Laboratório Multidisciplinar de Investigação Arqueológica (LÂMINA) do Instituto de Ciências Humanas estiveram na cidade de Rivera (Uruguay) colaborando com a gestão do acervo arqueológico do Museu do Patrimônio Regional. A missão esteve constituída pelo Dr. Jaime Mujica Sallés, docente do Curso de Antropologia e pelos mestrandos do programa de Pós-graduação em Arqueologia da UFPel,  Taciane S. Souza e Susana dos Santos Dode.  Esta primeira missão é uma iniciativa do Diretor do Museu, o historiador Eduardo Palermo e o atual Diretor do ICH Dr. Sidney Vieira, sendo que as próximas atividades estarão enquadradas no convenio de cooperação a ser assinado proximamente.

    O patrimônio histórico e arqueológico do Departamento de Rivera é de considerável importância, enquanto os recursos humanos especializados na preservação destes bens culturais móveis e imóveis são ainda escassos na região. O objetivo principal do convênio é estabelecer vínculos permanentes com a Prefeitura de Rivera através do Museu, visando à capacitação patrimonial, a melhoria da gestão das coleções históricas e arqueológicas e, a conservação e externalização das mesmas.

  • Unidades das Ciências Humanas e Sociais discutem área física

    DSCN0222

    Diretor do ICH participa de Reunião para discutir projetos futuros de área física para o ICH

    Dando sequência à reunião realizada na semana passada na Faculdade de Educação (FaE), as direções das três unidades sediadas no Campus das Ciências Humanas e Sociais (CCHS) foram recebidas pelo reitor Mauro Del Pino na tarde desta sexta-feira (27) para conversar sobre problemas de área física e soluções que estão sendo propostas. Participaram do encontro os diretores do Instituto de Filosofia, Sociologia e Política (Ifisp), João Hobuss, da Faculdade de Educação, Lúcia Peres, e do Instituto de Ciências Humanas (ICH), Sidney Gonçalves Vieira, além dos assessores da Reitoria Paulo Koshier e Lorena Gill.

    A primeira informação passada pelo reitor aos diretores disse respeito à obra do futuro prédio da biblioteca das Ciências Sociais e das pós-graduações, que hoje está parada. A construtora responsável iniciará os trabalhos em seguida e a previsão de término é de 12 meses. O prédio ficará localizado no quarteirão em frente ao CCHS. A disposição da Reitoria é de, se for preciso, aplicar os recursos necessários do próprio orçamento da Universidade, se eles não chegarem da Finep, como é a expectativa. O valor ultrapassa os R$ 4 milhões.

    Outra obra de fundamental importância é a que está sendo proposta para o mesmo quarteirão, atrás desta da futura biblioteca, mais próxima da rua Almirante Barroso. O prédio atenderia, além de programas de pós-graduação, o projeto ICH Uno e Múltiplo, que pretende unir o Instituto em um só local, liberando a unidade dos gastos com diversos aluguéis. O reitor solicitou aos diretores que colaborem na construção do Plano de Necessidades do projeto.

    O uso compartilhado das salas de aula e o partilhamento dos espaços do terceiro andar também foram tratados na reunião. Sobre o terceiro andar, será feito um estudo da relação uso/demanda, visando replanejar os espaços. O trabalho será feito com o Núcleo de Gestão de Espaços da Pró-Reitoria de Planejamento e Desenvolvimento (Proplan), a partir de demanda das unidades.

    Fonte: http://ccs2.ufpel.edu.br/wp/2015/03/27/unidades-do-campus-das-ciencias-humanas-e-sociais-discutem-area-fisica/. Acessado em 283\2015.

     

  • PROEXT 2016 – Edital Aberto

    A Pró-Reitoria de Extensão e Cultura informa que está aberto o período de inscrições para o Processo de Seleção Interna do Programa de Extensão Universitária (ProExt) 2016.

    As propostas apresentadas deverão estar de acordo com as condições estabelecidas no Edital ProExt 2016, disponível no portal do MEC (que pode ser acessado AQUI), e devem ser cadastradas no endereço http://sisproext.mec.gov.br/admin/ até o dia 13 de abril de 2015.

    Veja o Edital na íntegra: Edital-Interno-ProExt-20161

     

    Fonte: http://ccs2.ufpel.edu.br/wp/2015/03/23/divulgado-o-edital-de-selecao-interna-do-proext-2016-2/. Acessado em 24/03/2015.