Projeto Olhares Especiais traz a inclusão através da fotografia

Captar o mundo pela ótica de jovens e adultos especiais. Essa foi a ideia do projeto Olhares Especiais, incentivado pela Escola de Inclusão da Universidade Federal de Pelotas em parceria com a Associação de Pais e Amigos de Jovens e Adultos com Deficiência (Apajad). Em 2015 o projeto surgiu através de uma oficina orientada pela professora Lorena Almeida Gil, do Departamento de História do ICH e pela aluna de Cinema e Audiovisual Ane Tchavo, em uma atividade do Programa de Educação Tutorial (PET) Diversidade e Tolerância.

E o resultado desse projeto é uma exposição de fotos. Localizada no Campus das Artes da UFPEL e aberta ao público, ela teve início nesta segunda-feira (06/11) e vai até a próxima sexta-feira, aberta das 14 H às 22 H. Nela, algumas das fotos estarão sendo mostradas ao público em painéis e em um telão. Durante a semana integrada da UFPEL, de 20 a 24 deste mês, a exposição também ocorrerá. Além disso, um almoço no CTG Thomaz Luiz Osório ocorrerá no dia 26, um domingo.

(Fonte das informações: http://www.diariopopular.com.br/index.php?n_sistema=3056&id_noticia=MTI4NDE2&id_area=MQ==&chave=b7eaaec2ae76128

Veja AQUI matéria completa sobre o assunto publicada no Diário Popular.

 

Fotos: Jô Folha (Diário Popular)