Oficina sobre patrimônio com prof. Roberto Heiden

Professor Roberto Heiden, do Departamento de Museologia, Conservação e Restauro, ministrará a Oficina de representação do patrimônio universitário da UFPel durante a Semana do Patrimônio

Nos dias 14 e 15 de agosto acontecerá “Oficina de representação do patrimônio universitário da UFPel” esta ação extensionista se integra ao projeto da Semana do Patrimônio Cultural de 2017 da UFPel realizada pela Coordenadoria de Patrimônio e Comunidade e Seção de Mapeamento e Inventário da Pró-reitora de Extensão e Cultura. A oficina de desenho será ministrada pelo professor Roberto Heiden do Departamento de Museologia e Conservação e Restauro do Instituto de Ciências Humanas da UFPel e acontecerá na sede do Museu do Doce localizado à Praça Cel. Pedro Osório, n.8 no Centro Histórico de Pelotas, das 09:30 às 12 hs e da 14 às 17hs.

O objetivo da oficina é promover a valorização do patrimônio universitário da própria universidade através dessa oficina que terá 12 horas de duração. Ao final será realizada uma mostra com uma seleção dos trabalhos desenvolvidos ao longo da própria oficina. Serão utilizadas técnicas de desenho como grafite, carvão, nanquim, tinta e colagem, todas sobre papel.

O ponto de partida para os exercícios práticos serão os prédios históricos pertencentes à Universidade Federal de Pelotas. A oficina é voltada para a comunidade Universitária: Professores, Servidores Técnico-Administrativos e Estudantes da UFPel. Serão disponibilizadas 20 vagas. Inscrições: http://wp.ufpel.edu.br/prec/2017/08/02/oficina-de-representacao-do-patrimonio-universitario-da-ufpel/

 

Informações

Ministrante: Prof. Dr. Roberto Heiden

Turmas: 20 vagas.

Público alvo: Professores (6 vagas), Servidores Técnico-Administrativos (6 vagas) e Estudantes da UFPel (8 vagas).

Os participantes deverão providenciar:

A – Folhas de papel Canson branco, ou outro formato equivalente, para o desenho artístico, em tamanho A3 (entre 4 e 8 folhas).

B – Borracha branca macia.

C – Lápis 6B.

D – Jornais velhos.

E – Uma superfície rígida e lisa (poderá ser uma madeira, MDF, eucatex, ou qualquer outro material que possua superfície rígida, bastante lisa e com tamanho ligeiramente maior do que o papel Canson onde serão realizados os desenhos).

Recomenda-se o uso de avental durante a oficina, alguns materiais podem provocar manchas irreversíveis nas roupas.

Da lista abaixo cada participante deve providenciar pelo menos duas opções para a participação na oficina:

Opção 1 – Lápis de grafite 6B. Canetas esferográficas pretas. Pincel atômico preto, Caneta hidrocor preta.

Opção 2 – Carvão para desenho. (se optar por trazer carvão é necessário trazer um tubo de verniz incolor fixador de desenho em spray, fosco);

Opção 3 – Tinta nanquim líquida em frascos e canetas de “falso nanquim” (se optar por trazer nanquim o participante deverá trazer alguns pincéis em tamanhos variados, frasco descartável, trapo velho e prato em louça branca e lavável);

Opção 4 – Tesoura e estilete afiados, régua, cola branca (se optar por esses materiais e instrumentos, o participante deverá providenciar também frasco e pratos descartáveis, jornais velhos, pincéis, pedaços e tipos de papéis variados em tons de cinza, preto e branco e revistas velhas com fotos variadas em preto e branco);

Opção 5 – Giz pastel para desenho nas cores: preto, branco e cinza (duas ou três tonalidades. Se optar por trazer barras de pastel, o participante deverá providenciar também verniz incolor fosco fixador de desenho).

Inscrições: http://wp.ufpel.edu.br/prec/2017/08/02/oficina-de-representacao-do-patrimonio-universitario-da-ufpel/