Eleita a nova diretoria da Associação dos Conservadores Restauradores do Rio Grande do Sul (ACOR-RS)

No sábado, dia 15 de julho de 2017, nas dependências do Museu de Arte do Rio Grande do Sul (MARGS) em Porto Alegre professores do Departamento de Museologia e Conservação e Restauro (DMCOR) do Instituto de Ciências Humanas (ICH) da Universidade Federal de Pelotas (UFPel) assumiram a direção da Associação dos Conservadores e Restauradores do Rio Grande do Sul (ACOR-RS) para biênio 2017-2019.

 

A diretoria é composta pelas professoras Mariana Gaelzer Wertheimer e Andréa Lacerda Bachettini que foram eleitas presidente e vice-presidente. A restauradora da UFPel Keli Cristina Scolari assumiu como tesoureira e a conservadora-restauradora autônoma, Caroline Peixoto Pires, egressa do Bacharelado em Conservação e Restauração de Bens Culturais da UFPel, ficou responsável pela secretaria. Ainda fazem parte como membros do Conselho Consultivo: a conservadora-restauradora do Museu da Baronesa Fabiane Rodrigues Moraes, a professora da UFPel Luiza Fabiana Neitzke de Carvalho, a conservadora-restauradora autônoma Mara Denise Nizolli Rodrigues egressa da UFPel, a diretora do Museu da Cidade de Rio Grande a conservadora Marisa Gonçalves Beal e doutoranda do PPGMP/ICH/UFPEL conservadora-restauradora Micheli Martins Afonso egressa da UFPel. O Conselho Fiscal ficou a cargo da técnica em restauração da FURG Ângela Marina Macalossi, e os conservadores-restauradores autônomos Isabel Halfen da Costa Torino e Ricardo Jaekel dos Santos egressos do Bacharelado em Conservação e Restauração da UFPel. A Coordenação Técnica ficou sob responsabilidade da restauradora do MARGS Naida Maria Vieira Corrêa.

 

A ACOR-RS foi fundada em 08 de julho de 2003, é uma sociedade civil, de direito privado, sem fins lucrativos, com sede provisória no Torreão I do MARGS na cidade de Porto Alegre, Estado do Rio Grande do Sul. A Associação foi criada para dignificar a prática da conservação e restauração e proteger os profissionais Conservadores e Restauradores de Bens Culturais do Rio Grande do Sul tendo como objetivos:

  • Criar, incentivar e promover meios adequados ao desenvolvimento das técnicas de conservação e restauro dos bens culturais, através do entrosamento com entidades públicas ou privadas, nacionais ou internacionais e seus associados.
  • Promover a valorização, o aperfeiçoamento e a difusão dos trabalhos de conservação e restauração, organizando convenções, congressos, ciclos de estudos, conferências, cursos, seminários e outras reuniões dos profissionais da classe.
  • Incentivar o processo para o reconhecimento da profissão de Conservador/restaurador, bem como sua regulamentação.
  • Colaborar com entidades culturais, públicas ou privadas, com colecionadores e outros interessados, em planejamento, orientação, consultoria e assistência técnica relativa aos trabalhos de conservação e restauração.
  • Amparar e defender os interesses gerais da classe, bem como representá-la perante os Poderes Públicos Federais, Estaduais e Municipais, associações, entidades e órgãos privados no que possa fomentar a coesão, o fortalecimento e a expansão da classe.
  • Incentivar o aprimoramento técnico dos associados orientando-os e encaminhando-os para cursos de especialização, estágios e bolsas de estudos.
  • Manifestar-se em casos de provimento, admissão, contratação ou eventual exercício da profissão de conservador/restaurador, em entidades públicas e privadas, para que sejam respeitados os direitos dos profissionais da categoria que decorram da lei.
  • Questionar, utilizando os instrumentos legais vigentes, situações e procedimentos administrativos inadequados para conservação-restauração.
  • Manter o intercâmbio com organizações nacionais e internacionais, para alcance dos objetivos da Associação, resguardados sempre os interesses nacionais.

 

A diretoria eleita terá grandes desafios, em especial considerando a conjuntura nacional. A gestão eleita pretende manter parcerias firmadas pelas gestões anteriores e ainda realizar novas, a ACOR-RS deverá junto com as demais associações retomar as discussões referentes à regulamentação da profissão.

Dentro dos objetivos da diretoria eleita está o aumento do número de associados, divulgação da ACOR-RS através das novas mídias que buscam aproximar-se mais dos profissionais ligados a área da preservação do patrimônio e da sociedade em geral. Além de promover encontros e debates que possam enriquecer a atuação dos associados.

Pretende-se que a ACOR continue sendo um espaço de discussão alicerçado na ética e na construção de propostas para dignificar a prática da conservação e restauração e proteger, como órgão da categoria, os profissionais Conservadores e Restauradores de Bens Culturais do Rio Grande do Sul como está previsto no nosso estatuto.

A ACOR-RS continua sediada nas dependências do MARGS em Porto Alegre e qualquer contato pode ser feito a partir do endereço eletrônico acorrs.rs@gmail.com ou arqmgw@gmail.com .