Notícias
  • Oficina de Linux Educacional

    O Linux Educacional é um projeto do Governo Federal que busca o melhor aproveitamento dos ambientes de informática nas escolas. Com a utilização do software livre, o LE potencializa o uso das tecnologias educacionais, garantindomelhoria de ensinoinserção tecnológica e, consequentemente, social.             A versão 5.0 foi desenvolvida pelo Centro de Computação Científica e Software Livre (C3SL)     da Universidade Federal do Paraná (UFPR), com o apoio de técnicos dos Núcleos de Tecnologia Eduacional. Possui novos aplicativos e novos recursos de interface e de  interaçãototalmente desenvolvidos com base na experiência dos usuários.

    O curso tem 5 vagas destinadas para a FaE

    Mais informações:https://goo.gl/RC8Ybw

  • Prorrogação de prazo de inscrições para bolsa de monitoria

    Foi prorrogado o prazo de inscrição para as bolsas de monitoria do edital cuja coordenadora do projeto é a professora Patrícia Weiduschadt.

    O novo prazo se estende até o dia 06/05/2015 às 12h.

    O processo seletivo ocorrerá no dia 06/05/2015 às 17h.

  • Faculdade de Educação divulga editais de bolsas relativas a projetos de ensino

    Confiram nos editais abaixo as informações sobre as bolsas de projetos de ensino.

    Faça o download do formulário de inscrição aqui.

  • 2ª edição da “Aula Aberta”

    Vem aí mais uma edição da Aula Aberta!
    O próximo encontro acontecerá na segunda-feira, dia 04 de maio de 2015, às 9h, na sala 245 da FaE/UFPel.
    A temática da 2ª edição será HISTÓRIA DO RIO GRANDE DO SUL, com palestra proferida pelo Prof. Sebastião Peres.
    A Aula Aberta é gratuita e aberta a todas as pessoas interessadas não é necessário ser vinculado à UFPel.

    aula aberta 040515

  • Unidades das Ciências Humanas e Sociais discutem área física

    Dando sequência à reunião realizada na semana passada na Faculdade de Educação (FaE), as direções das três unidades sediadas no Campus das Ciências Humanas e Sociais (CCHS) foram recebidas pelo reitor Mauro Del Pino na tarde desta sexta-feira (27) para conversar sobre problemas de área física e soluções que estão sendo propostas. Participaram do encontro os diretores do Instituto de Filosofia, Sociologia e Política (Ifisp), João Hobuss, da Faculdade de Educação, Lúcia Peres, e do Instituto de Ciências Humanas (ICH), Sydnei Vieira, além dos assessores da Reitoria Paulo Koshier e Lorena Gill.

    A primeira informação passada pelo reitor aos diretores disse respeito à obra do futuro prédio da biblioteca das Ciências Sociais e das pós-graduações, que hoje está parada. A construtora responsável iniciará os trabalhos em seguida e a previsão de término é de 12 meses. O prédio ficará localizado no quarteirão em frente ao CCHS. A disposição da Reitoria é de, se for preciso, aplicar os recursos necessários do próprio orçamento da Universidade, se eles não chegarem da Finep, como é a expectativa. O valor ultrapassa os R$ 4 milhões.

    Outra obra de fundamental importância é a que está sendo proposta para o mesmo quarteirão, atrás desta da futura biblioteca, mais próxima da rua Almirante Barroso. O prédio atenderia, além de programas de pós-graduação, o projeto ICH Uno e Múltiplo, que pretende unir o Instituto em um só local, liberando a unidade dos gastos com diversos aluguéis. O reitor solicitou aos diretores que colaborem na construção do Plano de Necessidades do projeto.

    O uso compartilhado das salas de aula e o partilhamento dos espaços do terceiro andar também foram tratados na reunião. Sobre o terceiro andar, será feito um estudo da relação uso/demanda, visando replanejar os espaços. O trabalho será feito com o Núcleo de Gestão de Espaços da Pró-Reitoria de Planejamento e Desenvolvimento (Proplan), a partir de demanda das unidades.

    DSCN0222

     

    Fonte: http://ccs2.ufpel.edu.br/wp/2015/03/27/unidades-do-campus-das-ciencias-humanas-e-sociais-discutem-area-fisica/

  • Professora Eliane Peres ministrou a aula inaugural do PPGE de Rondonópolis;; participou de uma banca de mestrado cujo tema foi história da alfabetização; visitou o riquissimo acervo do grupo de pesquisa ALFALE – Alfabetização e Letramento Escolar; discutiu as pesquisas de mestrado em andamento no ALFALE. E o mais importante, considerando que HISALES-ALFALE,possuem acervos com características similares e interesses comuns de pesquisa, foi a definição de um projeto de investigação conjunto,  que terá início ainda no segundo semestre deste ano. Profícuo trabalho, em especial com as pesquisadores Cancionila Cardoso e Nanci Barros.

    unnamed