Notícias
  • Seminário anual da FaE

    No último dia 06 de novembro a FaE realizou seu Seminário anual da unidade, com toda a comunidade, durante todo o dia. O objetivo foi projetar ações para os próximos 2 anos, tendo o Projeto Político da Unidade e proposições à Constituinte Universitária como balizadores dos trabalhos.

    No turno da manhã contamos com  a presença da Porfª Maria Isabel da Cunha, que muito ajudou na reflexão dos grupos de trabalho, no decurso do dia.

    Foi um encontro de muitas trocas, por entre debates e confraternizações.

    O trabalho continua e depende da ação singular e plural!

    20141106_091100 20141106_091110 20141106_092402 20141106_092504 20141106_130527 20141106_130948 20141106_131301 20141106_133322

  • Nota de Falecimento

    Faleceu na manhã de hoje a nossa querida Profª Carmem Duarte, uma das importantes referências na fundação e na implementação dos eixos políticos e pedagógicos da FaE. Nosso eterno reconhecimento!

  • PET Diversidade e Tolerância seleciona bolsistas

    O Programa de Educação Tutorial “Diversidade e Tolerância” da Universidade Federal de Pelotas abrirá nesta sexta-feira (31) o período de inscrições para seleção para bolsistas. Os interessados tem até o dia 10 de novembro para comparecer à sala do PET, localizada na rua Coronel Alberto Rosa, 154, sala 250, diariamente – com exceção de terça – à tarde, das 14h30min às 17h. Também haverá atendimento nas quartas-feiras das 19h30min às 21h.

    São três vagas, destinadas a estudantes dos cursos de graduação da UFPel, que estejam, preferencialmente, cursando até os quatro primeiros semestres, com renda familiar de até dois salários mínimos, que residam em bairros periféricos, provenientes de escolas públicas e cujos pais tenham escolaridade até o ensino médio. Além disso, os candidatos devem ter expectativa de permanecer como bolsista no PET até a conclusão do seu curso de graduação e comprometer-se a dedicar, no mínimo, 20 horas semanais às atividades.

    O processo de seleção terá por temática a própria atuação do programa – Diversidade e Tolerância – e terá quatro etapas: análise do histórico escolar, análise de currículo, realização de Memorial Descritivo e entrevista. Os resultados serão divulgados no dia 24 de novembro.

    Mais informações sobre o edital no link: http://ccs2.ufpel.edu.br/wp/2014/10/30/pet-diversidade-e-tolerancia-seleciona-bolsistas/ .

     

  • Definido o Calendário Acadêmico de 2015

    O Conselho Coordenador do Ensino, da Pesquisa e da Extensão (Cocepe) aprovou na quinta-feira (23) o Calendário Acadêmico para 2015. O primeiro semestre letivo começa no dia 2 de março, segunda-feira, sendo o último dia letivo 6 de julho. Os exames vão de 7 a 13 de julho. O segundo semestre letivo inicia em 10 de agosto, segunda-feira, terminando em 8 de dezembro, uma terça-feira.  Os exames ocorrem de 9 a 15 de dezembro. Serão cem dias letivos em cada semestre. Confira todo o calendário em  calendario2015-versao-24-10 .

  • Feira literária: EGU/UFPel convida autores/organizadores para lançamento de livros

    A Editora, Gráfica e Livraria da UFPel convidam docentes, técnico-administrativos, discentes e comunidade externa para participarem da Feira Literária 2014: Uma Nova Leitura de Mundo, que ocorrerá de 30 de outubro a 16 de novembro, das 14 às 22h, nos espaços do Casarão 8.

    Os interessados poderão participar das atividades propostas, promovendo, inclusive, livros de sua autoria ou organização, já publicados; ou lançando obras inéditas.

    A Feira Literária da UFPel será realizada de forma concomitante à Feira do Livro de Pelotas.

    CONVITE-A-COMUNIDADE-ACADEMICA-DA-UFPEL

  • Negros, quilombolas e indígenas em discussão

    No último sábado dia 11 de outubro ocorreu mais um módulo do Curso de Gestão do Desenvolvimento Inclusivo na Escola do Pólo Pelotas sobre Negros, quilombolas e indígenas que abordou a questão a partir da igualdade de direitos, na representação dessas comunidades. A ministrante foi a professora Lúcia Vaz Peres que começou às 9h até 14h30min  na Faculdade de Educação (FAE) da UFPel. Além disso, foi debatida a importância da educação em direitos humanos e valores civilizatórios dimensões históricas para uma educação antiracista.

    A quebra do silêncio da escola sobre as dinâmicas das relações étnicorraciais foram alguns dos assuntos discutidos. Houve também a abordagem a respeito da sociedade civil a qual segue desenvolvendo importante papel na luta contra o racismo e seus derivados.  Isso liga as experiências por todos os atores envolvidos com o processo de educação no Brasil, em especial professores/as e alunos e alunas.  Logo após teve a exibição do documentário feito em Piratini sobre uma comunidade quilombola da região. Também foi exibido o filme Preciosa. Ele mostra o preconceito racial, estético e social aliado a exploração sexual. A questão da homofobia e a intolerância aos homossexuais também foi tema de discussão.  Este módulo teve como referência ao material produzido por pesquisadores da área, a exemplo da pesquisadora professora Georgina Nunes, Lisandro Moura, cuja referência bibliografia principal foi o livro da SECAD onde a perspectiva do meu trabalho foram as representações que temos sobre o tema.

    foto 1