Notícias
  • Curso de Licenciatura em Educação do Campo compartilha experiências em EAD

    Professora Sheila Rocha (E), da UFRR, e professoras do Clec/UFPel, Rose Miranda e Vânia Thies

    A experiência metodológica do curso de Licenciatura em Educação do Campo (Clec) da Universidade Federal de Pelotas (UFPel), ofertado desde 2009 na modalidade a distância pelo sistema Universidade Aberta do Brasil (UAB), servirá como modelo para a Educação Superior voltada às características das comunidades tradicionais. De 22 a 24 de novembro, o Clec recebe visita técnica da professora da Universidade Federal de Roraima (UFRR) Sheila Rocha. O objetivo da aproximação institucional é coletar informações organizacionais e metodológicas do curso de Licenciatura em Educação do Campo da UFPel, o único no País na modalidade EAD, para reestudar o formato das graduações correlatas oferecidas pela UFRR.

    Demais Instituições que integram o Programa de Apoio à Formação Superior em Licenciatura em Educação do Campo (Procampo), do Ministério da Educação (MEC), estruturam os cursos em regime de alternância entre o presencial e o período em comunidade. Para a professora da UFRR, o modelo da UFPel é referência metodológica: a modalidade a distância evita uma série de dificuldades aos sujeitos do campo, sem incorrer em perda de qualidade na formação. Com a alternância, para cumprir com as obrigações do curso, os estudantes precisam arcar com despesas de hospedagem, transporte e alimentação; e lidar com o ônus dos dias em que não estão disponíveis para o trabalho em suas comunidades. “A alternância gera um custo bastante alto para os estudantes. A forma que a UFPel trabalha é bastante interessante pra nós. As atividades são muito bem acompanhadas; trabalhadas de uma forma que você não perde a qualidade”, avalia.


    >>Educação do Campo promove Feira de Ciências e Tecnologias


    Novas Perspectivas

    Integrante das políticas públicas voltadas às comunidades tradicionais e à democratização do acesso ao Ensino Superior, a Licenciatura em Educação do Campo da UFPel está em fase de encerramento de suas atividades. Até o final do período letivo de 2016, quando o curso será concluído, a expectativa é de que mais de 520 educadores estajam habilitados para atuarem em escolas do campo, com base em seu lugar de fala e em suas demais características culturais. A proposta é de que a UFPel passe a oferecer cursos de aperfeiçoamento e pós-graduação lato e stricto sensu sobre a temática.

     


    Texto: Jandré Batista – Equipe Multidisciplinar UAB/UFPel
    Foto: Felipe Pizzio – LAM/Life
    eadmultidisciplinar@ufpel.edu.br

  • Oficinas do Projeto Multilinguagens serão ministradas em cinco municípios

    dsc00538Cerca de 150 professores e estudantes de licenciatura participarão das oficinas oferecidas em novembro, em cinco municípios, pelo Laboratório Multilinguagens (LAM) da Universidade Federal de Pelotas (UFPel), um dos projetos vinculados aos cursos de Licenciatura a Distância da UFPel, como parte das políticas da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes/MEC) para a formação de professores. A principal proposta das atividades, ministradas por acadêmicos-bolsistas do LAM sob a supervisão de professores da UFPel, é de que os participantes das oficinas disseminem as práticas pedagógicas, voltadas à significação da aprendizagem, na rede básica de ensino.

    Atividades sobre técnicas de redação, sistema monetário, construção do número, estruturas aditivas e multiplicativas e jogos diversificados são desenvolvidas pela equipe do Laboratório Multilinguagens (LAM) desde maio, duas vezes por semana, em oficinas internas e externas à UFPel; nos polos de apoio presencial e em instituições parceiras. Em novembro, serão realizadas cinco oficinas externas sobre frações e geometria, em Caçapava (09/11), em parceria com a Universidade Federal do Pampa (Unipampa); Hulha Negra (03/11); Santana do Livramento (10/11); São José do Norte (17/11); e Sobradinho (24/11).

    Conforme a coordenadora do LAM/Life, Rita Ramos, o objetivo do Projeto Oficinas Multilinguagens é contruir coletivamente, com a colaboração de vários professores e estudantes, uma melhor prática pedagógica. “A aprendizagem torna-se mais significativa quando as pessoas conhecem os motivos, os porquês dos problemas dos conceitos trabalhados”, explica.

    A preocupação da equipe de LAM é evitar a aversão à Matemática, percebida na etapas escolares em que os conceitos trabalhados afastam-se da realidade perceptível pelos estudantes. A proposta, assim, é adotar estratégias de significação e contextualização dos conteúdos discutidos em sala de aula. “Muitos estudantes deixam de gostar de Matemática quando os problemas que passam a ser resolvidos não fazem mais sentido para eles”, relata. A soma de frações com denominadores diferentes, exemplifica, é um dos conteúdos que podem ser visualizados, em aplicações práticas, por meio de jogos matemáticos.

    Acompanhamento

    Os interessados em participar das atividades podem acompanhar a programação de oficinas e solicitar a sua inscrição pelo site http://wp.ufpel.edu.br/LVM. As atividades internas, realizadas na sede do LAM, localizada no Campus Porto – Centro de Engenharias, junto à Coordenação de Programas de Educação a Distância (CPed), estão suspensas em decorrência da greve deflagrada em outubro por técnico-administrativos, discentes e docentes da Instituição. Para facilitar o acompanhamento das atividades, em novembro será lançado o novo site do LAM.

    O LAM é um dos subprojetos vinculado ao  Laboratório Virtual Multilinguagens (LVM). É integrante do Laboratório Interdisciplinar de Formação de Educadores (Life), programa governamental que objetiva a promoção de cursos de formação de professores, com ênfase em inovação pedagógica e interdisciplinaridade; elaboração de materiais didáticos; e a utilização de tecnologias de comunicação e informação na Educação.

     

    Texto: Jandré Batista – Equipe Multidisciplinar UAB/UFPel
    Foto: Rita Ramos – UAB/UFPel
    eadmultidisciplinar@ufpel.edu.br

  • UFPel participa do 9º Fórum Nacional de Coordenadores do sistema UAB

    img-20160929-wa0006Em comemoração aos dez anos do sistema Universidade Aberta do Brasil (UAB), política pública voltada à democratização e interiorização do acesso ao Ensino Superior, gestores institucionais participaram, em 27 e 28 de setembro, do 9º Fórum Nacional de Coordenadores do sistema UAB, na sede da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes/MEC), em Brasília. A Universidade Federal de Pelotas (UFPel) esteve representada no evento pelo titular da Coordenação de Programas de Educação a Distância (CPed), Keberson Bresolin.

    Uma das principais expectativas do 9º Fórum Nacional foi a socialização das novas diretrizes para a Educação a Distância, após a alteração no comando do Ministério da Educação (MEC) e seus órgãos vinculados, especialmente a Capes e a Diretoria de Educação a Distância (DED). A perspectiva apontada durante o Fórum pelo presidente da Capes, Abilio Neves, é para o fortalecimento da Educação a Distância e expansão do sistema UAB.

    O sistema UAB conta, atualmente, com a participação de 106 instituições, atendendo 130 mil estudantes, em cerca de 600 polos de apoio presencial. Na UFPel, há previsão de ampliação das vagas para os cursos EAD em 2017. A Universidade oferece os cursos de Licenciatura em Pedagogia, Matemática, Filosofia, Educação do Campo e Letras – Espanhol em 19 municípios do interior do Rio Grande do Sul.

     

    Texto: Jandré Batista – Equipe Multidisciplinar UAB/UFPel
    Foto: Keberson Bresolin – UFPel/UAB
    eadmultidisciplinar@ufpel.edu.br

  • Resultados parciais para ingresso em 2016/2 como portador de diploma são homologados

    resultado_parcial_portador_tituloead2016_2fOs candidatos deferidos no Edital de ingresso de portador de diploma de Ensino Superior nos cursos de Licenciatura em Matemática e Filosofia a Distância da Universidade Federal de Pelotas (UFPel/UAB), no 2º semestre de 2016, já podem participar das atividades acadêmicas. As matrículas serão disponibilizadas a partir de quarta-feira (05) pelas coordenações de curso, via sistema Cobalto. Os resultados parciais estão publicados no site da Coordenação de Registros Acadêmicos (CRA). A lista final será homologada em 10 de outubro, após a avaliação dos colegiados de curso.

    Os recursos aos resultados do processo seletivo serão recebidos até sexta-feira (07), das 14h às 20h, diretamente nos polos de apoio presencial. Os documentos devem ser digitalizados pelas secretarias dos polos e enviados por e-mail à CRA para a avaliação dos pedidos. O modelo de preenchimento dos recursos está disponível no Anexo 2

    Resultados Parciais: Edital 021/2016 (Portador de Diploma)

     

    Texto: Jandré Batista – Equipe Multidisciplinar UAB/UFPel
    Arte: José Oxlei – Equipe Multidisciplinar UAB/UFPel
    eadmultidisciplinar@ufpel.edu.br

  • UFPel é representada em Congressos de Educação a Distância

    img-20160921-wa0005

    A Coordenação de Programas de Educação a Distância (CPed) da Universidade Federal de Pelotas (UFPel) tem integrado as discussões nacionais para o fortalecimento da modalidade no País. Para construção de uma pauta em comum com as demais Instituições Públicas de Ensino Superior (Ipes) que atuam na área, o coordenador da CPed, Keberson Bresolin, participou d0 13º Congresso Brasileiro de Ensino Superior a Distância (Esud) e do  Congresso Internacional de Educação Superior a Distância (Ciesud). Com o tema, “Humanismo, Tecnologias e Políticas em EAD”, os eventos, promovidos pelo consório Associação Universidade em Rede (Unirede), foram realizados de 12 a 15 de setembro na Universidade Federal de São João del-Rei (UFSJ).

    Ao final das atividades, os participantes reiteraram, com a Carta de São João del-Rei, as pautas defendidas no Manifesto de Salvador, em dezembro de 2015, durante o 12º Esud. Dentre as diversas demandas, as instituições mobilizam-se por mecanismos para a expansão e democratização do acesso à Educação a Distância; inclusão da EAD na matriz orçamentária e na oferta regular das instituições; criação de cargos que atendam às especificidades da EAD; e ampliação das políticas de assistência estudantil.

     

    Texto: Jandré Batista – Equipe Multidisciplinar UAB/UFPel
    Foto: Keberson Bresolin – UFPel/UAB
    eadmultidisciplinar@ufpel.edu.br

  • Licenciaturas EAD da UFPel recebem inscrições de portadores de diploma de Ensino Superior

    ead_portador_titulo20161Os cursos de Licenciatura em Filosofia e Matemática da Universidade Federal de Pelotas (UFPel), na modalidade a distância, oferecem oportunidades de ingresso, no segundo semestre de 2006, para portadores de diploma de Ensino Superior. São 187 vagas pelo sistema Universidade Aberta do Brasil (UAB), distribuídas em sete municípios. O período de inscrição será em 22 e 23 de setembro, das 14h às 20h, nos polos de apoio presencial.

    Para participar do processo seletivo, o candidato deverá apresentar a ficha de inscrição, disponível no sistema Cobalto, e cópias autenticas dos documentos previstos no Edital. O critério de seleção será a média aritmética obtida no curso de Ensino Superior em que possui diplomação.

    Edital CRA/UFPel 021/2016 – Portador de Diploma – Ingresso UAB 2016/2 

  • Restinga Sêca: curso de Licenciatura em Matemática divulga resultado de processo seletivo

    O resultado final do Edital CLMD 05/2016, referente ao processo seletivo para bolsa de tutoria presencial do curso de Licenciatura em Matemática a Distância da Universidade Federal de Pelotas (UFPel), pelo sistema Universidade Aberta do Brasil (UAB), está disponível para consulta. A oportunidade é para atuação no polo de apoio presencial de Restinga Sêca, em jornada de 20h semanais.

    Edital CLMD 05/2016 – Resultado Final (Tutoria Presencial – Restinga Sêca)

  • Tutoria Presencial: 2ª etapa do processo seletivo de Restinga Sêca será realizada em 13/09

    CLMDO curso de Licenciatura em Matemática a Distância (CLMD) da Universidade Federal de Pelotas (UFPel), oferecido pelo sistema Universidade Aberta do Brasil (UAB), divulga as inscrições homologadas; os resultados parciais, referentes à etapa de análise curricular; e a data e horário das entrevistas para a seleção de tutor presencial do polo de Restinga Sêca. Os candidatos à bolsa de tutoria deverão comparecer no polo de apoio presencial no dia (13/09) e horário estipulados no edital. As entrevistas serão realizadas via Internet.

     

    Edital CLMD 05/2016 – Homologação das Inscrições

    Edital CLMD 05/2016 – Resultado Parcial (Análise de Currículo)

    Edital CLMD 05/2016 – Horário das Entrevistas

  • Período de matrículas para novos estudantes inicia-se na quarta-feira (31)

    As matrículas de novos estudantes nos cursos de Licenciatura em Matemática e em Filosofia a Distância da Universidade Federal de Pelotas (UFPel), pelo sistema Universidade Aberta do Brasil (UAB), serão realizadas a partir de quarta-feira (31), nos polos de apoio presencial indicados no momento da inscrição no processo seletivo. Os candidatos deverão comparecer no dia e horário previstos no Edital, de acordo com a modalidade escolhida (ampla concorrência ou ingresso por cotas).

    Para a solicitação de matrícula, os aprovados no processo seletivo deverão preencher ficha de cadastro, disponível no sistema Cobalto a partir das 12h de segunda-feira (29), e entregá-la no polo de apoio presencial juntamente com os documentos discriminados no Edital. O candidato que não comparecer ou não se fizer representar (mediante procuração com firma reconhecida em cartório), nos dias e horários estipulados, perderá o direito à vaga.

    O curso de Licenciatura em Matemática a Distância começará as atividades do segundo semestre em 14 de setembro.  Já o início das aulas do curso de Licenciatura em Filosofia a Distância será em 8 de setembro.

    Edital 018/2016 – Coordenação de Registros Acadêmicos – Matrículas UFPel/UAB 2016/2

  • Projetos de EAD integram a Semana do Folclore da UFPel

    semanadofolcloreO olhar sobre as características culturais das comunidades da região, uma das marcas dos projetos de Educação a Distância da Universidade Federal de Pelotas (UFPel), será compartilhado com os participantes da Semana do Folclore da UFPel. Desde 22 de agosto, Dia Mundial do Folclore, até sábado (27), o curso de Licenciatura em Educação do Campo a Distância e o Programa de Educação Tutorial (PET) – Grupo de Ação e Pesquisa em Educação Popular (Gape), vinculado ao curso de Pedagogia a Distância, difundem práticas pedagógicas que valorizam a diversidade cultural e a pluralidade nos espaços educacionais. Os projetos desenvolvidos na Coordenação de Programas de Educação a Distância (Cped) são aplicados na forma de oficinas e sessões de cinema sobre temas relacionados ao folclore.

    Com a proposta de formar educadores voltados às especificidades das comunidades tradicionais, o curso de Licenciatura em Educação do Campo desenvolve regularmente atividades de valorização da cultura popular. Pela sua inserção no imaginário regional, o folclore é integrante do currículo da formação de professores do campo. “Trabalhamos com questões de pluralidade e cultura. O folclore perpassa todo o conteúdo do curso”, comenta a professora da UFPel Rose Miranda. Para a professora, a abordagem é tão marcante no curso, exemplifica, que um grupo de seis estudantes atualmente se dedica à pesquisa sobre o folclore da cultura quilombola na região de Sobradinho – um dos quadro municípios em que o curso é atualmente oferecido pela UFPel.

    >>Curso de Licenciatura em Educação do Campo promove Feira de Ciências e Tecnologias

    Para a Semana do Folclore da UFPel, o curso de Licenciatura em Educação do Campo promoveu, na quinta-feira (25), no polo de apoio presencial de São José do Norte, o circuito de oficinas folclóricas. Atividades com jogos didáticos, contação de histórias do folclore brasileiro e brincadeiras tradicionais, como roda e amarelinha, foram organizadas nas escolas da rede pública de ensino.

    Personagem folclórico criado pelo PET/Gape (Créditos: Isabela Silva)

    Oficina de material didático sobre folclore na escola, na segunda-feira (22), e sessões do “Cine Escolar Folclórico”, na quinta-feira (25), também integraram a programação. As atividades foram ministradas pela equipe dos cursos de Licenciatura em Educação do Campo e do grupo PET/Gape. O trabalho com audiovisual abordou, no Cine UFPel, as histórias de “Saci”, “Sucupira” e “Iara”, entre outras personagens folclóricas. As sessões tiveram com público-alvo cerca de 80 crianças, do 1º ao 5º ano da Escola de Ensino Fundamental Machado de Assis, de Pelotas/RS, instituição com a qual o PET/Gape possui parceria desde maio, por conta das iniciativas voltadas à educação popular.

    A proposta das atividades dos grupos de EAD na Semana do Folclore da UFPel é incentivar que os professores trabalhem em sala de aula com os elementos próprios da cultura, por meio da perspectiva do sujeito local. Com esse propósito, a produção de material didático e a representação das personagens foram elaboradas pelo PET/Gape, para respeitar os aspectos culturais da região. “Quando se lida com o que é próprio da cultura, do fazer, do sujeito do local, as pessoas se encontram, se apropriam muito mais do conhecimento. É muito mais relevante para o aprendizado”, explica a tutora do PET/Gape e coordenadora do curso de Pedagogia a Distância, Lílian Lorenzato.

    Iniciativa

    A Semana do Folclore da UFPel é coordenada pelo Núcleo de Folclore da UFPel (Nufolk), vinculado ao curso de Licenciatura em Dança, como projeto de extensão permanente. Os grupos de Educação a Distância da UFPel integram as atividades desde a segunda edição do projeto. Inicialmente, participavam via webconferencia. Após, oficinas passaram a ser desenvolvidas nos polos de apoio presencial. Para esta edição, a integração com o evento foi ampliada.  A Cped levará, no sábado (27), o grupo de estudantes de São José do Norte para Pelotas, a fim de que possa participar da oficina “Vivências práticas em Folclore Maranhense”, sobre Bumba-Meu-Boi, um dos elementos, incorporado aos blocos carnavalescos, que se relacionam com o imaginário local.