Notícias
  • Horário de atendimento externo

    MANHÃ: das 9h às 12h – segundas, quartas, quintas e sextas-feiras

    TARDE: das 14h às 17h – terças-feiras

  • Orange Tulip Scholarships: 80 bolsas exclusivas para brasileiros na Holanda

    A Nuffic Neso Brazil está com as inscrições abertas para as Orange Tulip Scholarships. São 80 bolsas exclusivas para brasileiros em 35 universidades do país. As inscrições podem ser feitas até 01 de abril de 2017.

    Podem se candidatar estudantes de graduação, pós-graduação, MBA e short degree (modalidade na qual o último ano da graduação é feita na Holanda) nas mais diversas áreas, e todos os cursos são ministrados em inglês.

    A maior parte das bolsas são para cursos de pós-graduação nas áreas de administração, artes, comunicação, finanças, saúde, ciências humanas e governamentais. As bolsas podem ser integrais ou compreender descontos no valor da anuidade – sendo que algumas universidades também oferecem um auxílio de custo para manutenção no país que pode chegar a 50 mil euros.

    Como se candidatar

    Para se candidatar, é preciso enviar histórico escolar, currículo e certificado de proficiência em inglês. Como a seleção é feita pelas universidades, é possível que sejam solicitados documentos complementares, como resultados de provas específicas (como GMAT ou GRE), portifólio, ou entrevistas por Skype.

    Os critérios de admissão específicos para cada curso e o valor das bolsas oferecidas podem ser vistos na relação de universidades participantes do OTS 2017.  Não há limite de idade e cada participante pode se candidatar a até quatro universidades. Primeiro, o estudante deve encontrar o programa desejado entre as universidades participantes (confira aqui a lista completa). Depois, deve iniciar o processo de candidatura junto à própria universidade – sendo que universidades podem ter prazos diferentes de inscrição, então, fique atento!

    Uma vez completada a sua candidatura à universidade, o estudante pode iniciar o processo de candidatura à bolsa Orange Tulip através do site. O resultado será divulgado em julho de 2017 para os programas que se iniciam em setembro. Confira aqui o passo a passo completo.

    FONTE: https://www.estudarfora.org.br/orange-tulip-scholarships-80-bolsas-exclusivas-para-brasileiros-na-holanda/

  • Bolsa para curso de inglês na Austrália através de jogo online

    Brasileiros que desejam estudar no exterior muitas vezes esbarram na fluência do idioma. O inglês, língua predominante nos programas de graduação e pós-graduação no exterior, é falado com fluência por menos de 5 por cento dos brasileiros. E quem deseja melhorar a fluência através de uma experiência de estudos no exterior se depara com poucas oportunidades de bolsas para curso de inglês, e para programas de idiomas, em geral.

    São poucas, mas existem. A mais recente delas é esta competição, lançada pela LAE Educação Internacional em parceria com a Universidade de Queensland. Através de um jogo no facebook, os competidores poderão concorrer a uma bolsa para curso de inglês de seis meses na instituição – localizada em Brisbane, na Austrália.

    Os interessados devem acessar o link que está disponível desde ontem no Facebook da LAE Educação Internacional  e responder as perguntas a respeito da universidade. Sete questões separam os jogadores do sorteio final e podem ser facilmente respondidas com as dicas disponíveis no game. O jogo ficará disponível até o dia 16/2 e para participar é necessário ter no mínimo 18 anos. Nenhum conhecimento prévio de inglês é requisitado.

    O vencedor, que será revelado no dia 17/2, poderá escolher entre os cursos de General English, English for Academic Purposes, English for International Business Communication e Advanced English Communication Skills. Vale lembrar que a bolsa de estudos não está disponível para quem quiser unir o curso de inglês com algum programa universitário na University of Queensland e também não cobre gastos com passagens aéreas, hospedagem, seguro-saúde, visto e alimentação. O estudante é responsável por arcar com estes custos extras.

    Prêmio de consolação – 

    Para quem deseja muito cursar inglês na Austrália, mas não foi premiado, tanto a LAE quanto a University of Queensland garantem que ao final do concurso será disponibilizado para todos participantes um valor diferenciado nos cursos de inglês na instituição.

    FONTE: https://www.estudarfora.org.br/bolsa-para-curso-de-ingles-na-australia-atraves-de-jogo-online/

     

  • Bolsas de estudos para curso de teatro na Escócia

    Brasileiros podem se candidatar a bolsas de estudos para o curso de Teatro Contemporâneo e Performance, que acontecerá em agosto deste ano na cidade de Edimburgo, na Escócia. O curso integra a programação de verão das universidades do país, a chamada Scottish Universities’ International Summer School (SUISS). As inscrições serão recebidas até o dia 27 de março.

    São oferecidas duas bolsas: A John McGrath Scholarship cobre os valores do curso e de acomodação para um estudante de teatro ou dramaturgo. Já a bolsa Elizabeth MacLennan contempla o curso e acomodação para um ator ou intérpretes. Podem se candidatar profissionais e estudantes de graduação ou pós-graduação nas área. Os interessados devem preencher o formulário Theatre and Performance Application que está disponível no site da SUISS.

    Além do formulário, é preciso enviar uma carta de apresentação dizendo por que você quer a bolsa, e duas cartas de recomendação. Uma delas, que pode ser escrita por um professor ou chefe de trabalho, também deve explicar por que você merece ser selecionado para o programa. Todos os documentos devem ser escritos em inglês.

    Além da bolsa, os estudantes do curso de teatro também terão acesso irrestrito à biblioteca da Universidade de Edimburgo. Não são contempladas passagens aéreas, transporte e outras despesas pessoais.

    FONTE: https://www.estudarfora.org.br/bolsas-de-estudos-para-curso-de-teatro-na-escocia/

  • Bolsas integrais para curso de verão na Itália

    Università Commerciale Luigi Bocconi, localizada na cidade de Milão, está entre as 10 melhores escolas de negócios do mundo. E está oferecendo bolsas integrais para seus cursos de verão, com duração de três semanas. As inscrições devem ser feitas online até 9 de março.

    Para a edição 2017, a Bocconi está oferecendo duas bolsas integrais para 6 opções de curso de verão na Itália. Uma das bolsas inclui anuidade e acomodação – totalizando 2300 euros – e a segunda bolsa cobre apenas a isenção da anuidade – no valor de 1700 euros. Despesas com passagens aéreas e visto são de responsabilidade do estudante.

    Os cursos são totalmente ministrados em inglês e serão realizados entre 3 e 21 de julho de 2017. Confira a lista de opções:

    # Economics of European Union

    # Equity and Venture Capital Financing

    # Fashion and Design Management

    # International Business

    # Luxury Management

    # Sport Management

    Para concorrer, os estudantes devem enviar sua candidatura ao curso escolhido através da página da Bocconi Summer School. Uma vez inscritos, é preciso participar da competição online, respondendo a um desafio sobre a Bocconi Summer School, bem como enviando uma pequena carta de motivação. As inscrições se encerram em 9 de março.

    Acesse a página da competição e inscreva-se!

    FONTE: https://www.estudarfora.org.br/concorra-a-bolsas-integrais-para-curso-de-verao-na-italia/

  • Concurso de redação da ONU premia jovens com viagem a Nova York

    A Organização das Nações Unidas (ONU) está com as inscrições abertas para a quarta edição do concurso cultural Várias Línguas, Um Mundo (Many Languages One World), que selecionará 60 jovens para passar uma semana na sede da organização, em Nova York (EUA). As inscrições vão até o dia 16 de março.

    Os vencedores participarão, entre os dias 15 e 26 de julho, de uma série de atividades, incluindo o Global Youth Forum. A ideia é que jovens de diferentes partes do mundo ajudem a elaborar planos de ação relacionados ao desenvolvimento sustentável para a agenda 2030 da ONU. Todas as despesas com passagens aéreas, acomodação e alimentação serão pagas pela ELS, patrocinadora do concurso.

    Para participar do concurso da ONU, é preciso escrever uma redação de até 2 mil caracteres em um dos seis idiomas oficiais da entidade (inglês, espanhol, árabe, russo, chinês ou francês). O tema deste ano é “O papel da habilidade multilíngue na cidadania global e entendimento cultural”. O texto, segundo o site da ONU, deve refletir o contexto pessoal, acadêmico, cultural e nacional do candidato.

    Além da redação, é necessário que um professor ou representante da instituição de ensino superior do candidato preencha no site um formulário de recomendação, garantindo que o estudante cumpriu o regulamento do concurso. Somente depois de preenchido este formulário a redação poderá ser enviada.

    Serão selecionados dez textos em cada uma das línguas oficiais da ONU. Podem concorrer estudantes que tenham 18 anos ou mais e estejam matriculados em um curso de ensino superior. Na página do concurso, é possível conferir as redações dos escolhidos da última edição do Many Languages One World – entre eles, a da brasileira Ellen da Silva.

    Saiba mais e faça sua inscrição aqui

  • Entidade canadense oferece bolsa de estudos para jornalistas brasileiros

    A Canadian Journalists for Free Expression (CJFE) seleciona jornalistas para a edição 2017/2018 de sua Bolsa de Jornalismo, voltada para profissionais da América Latina. As inscrições devem ser feitas até 20 de fevereiro de 2017. O programa começa em 4 de setembro de 2017 e vai até 30 de abril de 2018.

    Esta é a sexta edição do treinamento que, no ano passado, recebeu jornalista brasileiro Luiz Hidalgo. A experiência levou o profissional a passar dois semestres numa residência universitária na Massey College da Universidade de Toronto.

    Para Luiz, a bolsa foi a experiência de uma vida. “Eu vinha de uma sequência de decepções com a carreira, questionando minha capacidade e talento para o jornalismo, se eu tinha feito as escolhas certas ao longo dos anos. De repente me vi em outro ambiente, estudando novamente, em contato com alguns dos melhores experts de diversas áreas, conhecendo dezenas de pessoas relevantes no meio acadêmico e jornalístico”, diz.

    Durante os oito meses que passou na Massey College, Luiz pode escolher cursos oferecidos pela instituição e montou sua própria grade. Segundo as regras da bolsa, apesar de ser programa voltado para jornalistas, os participantes não podem realizar cursos e matérias na área de jornalismo e devem optar por temas alternativos.

    “Eu precisava mesmo de outros assuntos, estudar outras coisas, ampliar os horizontes. Na carreira a gente acaba ficando muito focado e fissurado em jornalismo, comunicação. Às vezes um respiro é necessário, até para poder te dar a possibilidade de olhar para coisas já conhecidas de uma outra maneira,” afirma.

    Além dos cursos na universidade, os bolsistas se encontram regularmente em seminários informais para discutir assuntos da atualidade com personalidades de uma variedade de profissões. “Foi um ano para realmente abrir a cabeça e chacoalhar as idéias. Em tempos de tantas mudanças no jornalismo e no mundo, é algo que vale muito a pena. Eu voltaria sem pensar duas vezes, se tivesse uma nova oportunidade,” afirma Luiz.

    Podem se inscrever na bolsa jornalistas da América Latina que tenham experiência mínima de cinco anos e que estejam empregados como repórteres ou editores dos meios impresso, televisivo ou on-line e que consigam licença profissional para passar um ano fora. É necessário ter fluência em inglês. Pós graduação é um diferencial, mas não é obrigatório. Os bolsistas são selecionados de acordo com suas habilidades e experiência profissional.

    O processo seletivo é feito com o preenchimento do formulário pelo site e do envio de matérias produzidas, currículo, histórico escolar, cartas de recomendação e um texto autobiográfico.  Depois disso, uma pré-escolha é feita e os melhores candidatos passam por entrevista com os organizadores da bolsa.

    Para os jornalistas brasileiros interessados em se inscrever no programa, Luiz dá duas dicas: “Primeira dica: não deixe tudo pra última hora, fazer a inscrição leva tempo – temos outro idioma, e tudo precisa ser em inglês. Não dá pra traduzir textos, cartas e documentos na base do Google e achar que ficou perfeito. Além disso, é acreditar em sua capacidade e arriscar”.

  • RCSSTEAP – China oferece 03 bolsas de Mestrado na Beihang University

    O Centro Regional para Ciência Espacial e Educação Tecnológica na Ásia e no Pacífico (RCSSTEAP – China) oferece 03 (três) bolsas de estudos para Mestrado na Beihang University, com início em setembro deste ano.

    As áreas contempladas pelo Master Program on Space Technology Applications (MASTA) são Sistemas Globais de Navegação por Satélite (GNSS), Sensoriamento Remoto e Sistemas de Geo-Informação (RS&GIS) e Tecnologias em Microssatélites (Micro-Sat Tech).

    Os interessados serão pré-selecionados pela Agência Espacial Brasileira (AEB), cabendo ao RCSSTEAP a seleção final.

    O curso tem duração estimada de 1 ano e 9 meses, tendo os seguintes pré-requisitos para os candidatos:

    • ter menos de 35 anos de idade no ano de admissão;

    • ter alguma experiência profissional ou em pesquisa em tecnologias na área espacial;

    • possuir o grau de bacharel (ou equivalente) em áreas do conhecimento afins ao programa;

    • possuir histórico de atuação em pesquisa em áreas do conhecimento afins ao programa;

    • ter bom domínio da língua inglesa e capacidade de participar de aulas ministradas no referido idioma.

    Considerando os prazos impostos pelo RCSSTEAP, os Interessados devem observar atentamente o cronograma e os procedimentos a seguir:

    I. 1ª Etapa – Pré-seleção (a cargo da AEB) | Período: 24/01/2017 a 24/02/2017

    a)       Preencher o documento “Basic Information of the Candidates for MASTA 2017-1”;

    b)      Enviar o documento acima, juntamente como o Currículo Lattes atualizado no formato pdf, para mastabuaa@aeb.gov.br ;

    c)       Destaque-se que, devido aos prazos impostos pelo RCSSTEAP, recomenda-se que os interessados providenciem com antecedência os seguintes documentos de caráter eliminatório para a 2ª Etapa:

    – Diploma de Educação Superior (fotocópia autenticada ou original) ou Certificado de Data de Graduação Esperada da universidade que estuda atualmente (acompanhado de tradução oficial);

    – Estudo ou Plano de Pesquisa (mínimo de 500 palavras, em inglês ou acompanhado de tradução oficial);

    – Duas Cartas de Recomendação de Professores ou Especialistas Acadêmicos (em inglês ou acompanhadas de tradução oficial); –

    – Resultados do TOEFL, IELTS ou HSK (Teste de Proficiência em Chinês) ou Certificados de Proficiência Inglês / Chinês –

    – Fotocópia da Primeira Página do Passaporte (página de informações);

    – Fotocópia do Formulário de Exame Físico e do Relatório de Exame de Sangue, conforme FOREIGNER PHYSICAL EXAMINATION FORM (acompanhados de tradução oficial).

    II. Divulgação do resultado da pré-seleção (a cargo da AEB) | Período: 10/03/2017 a 14/03/2017

    III.  2ª Etapa – Seleção (a cargo do RCSSTEAP) | Período: 10/03/2017 a 25/03/2017

    a)       Seguir as orientações que serão encaminhadas para todos os pré-selecionados;

    b)      Preparação para realizar entrevista em vídeo online;

    c)       Realizar entrevista em vídeo online;

    d)      Enviar a documentação completa até a data limite da etapa.

    IV. Divulgação do resultado final da seleção (a cargo do RCSSTEAP com apoio da AEB) | Período: 25/03/2017 a 10/05/2017.

    V. Preparação para viagem (a cargo do RCSSTEAP e dos selecionados, com apoio de interlocução da AEB) | Período: 25/03/2017 a 01/08/2017.

    VI. Viagem para Pequim – China e início do curso (a cargo do RCSSTEAP e dos selecionados) | Período: 01/08/2017 a 01/09/2017.

    As bolsas de mestrado serão definidas pelo desempenho nas entrevistas e podem ser de dois tipos:

    – Bolsas Integrais (Chinese Government Scholarship – CSC), que cobrem os seguintes itens:

    • taxa de matrícula para 9 meses de estudos na Universidade de Beihang (BUAAA);

    • taxa de matrícula para 1 ano de projeto de pesquisa avançado;

    • acomodações durante o período de estudos na Universidade (não inclusas despesas com água, energia, etc);

    • subsídio de subsistência durante a estada na Universidade de 3000 RMB (aproximadamente $ 438,96 dólares) / por mês ou de acordo com a norma da CSC;

    • Seguro médico somente para acidentes e hospitalização, de acordo com o padrão da CSC.

    – Bolsas Parciais (Beijing Municipal/Beihang Scholarship), que cobrem somente as taxas de matrícula.

    As passagens de ida e volta não estão inclusas no programa e são de responsabilidade do interessado.

  • Edital nº 01/2017 – Bolsas PROMISAES

    A Coordenação de Relações Internacionais – CRInter da Universidade Federal de Pelotas, no uso de suas atribuições legais, comunica aos estudantes estrangeiros do Programa de Estudantes Convênio de Graduação – PEC-G da UFPel, que estará aberta a inscrição de seleção para a bolsa do projeto Milton Santos de Acesso ao Ensino Superior – PROMISAES 2017, para o período de janeiro a dezembro de 2017, conforme o disposto no Edital 01/2017.

     

    Formulários para a inscrição:

    Ficha de inscrição PROMISAES 2017

    Declaração de renda 2017

    Formulário sócio-econômico 2017

    Termo de compromisso 2017

     

  • Núcleo de Tradução retoma atividades

    Com o término da greve dos servidores, o Núcleo de Tradução da CRINTER informa à comunidade discente que retornou às atividades a partir desta quinta-feira (15).

    Horário de atendimento externo: de segunda à quinta das 9h às 12h; sextas-feiras das 13h às 17h.

    Contato: crinter.traducoes@gmail.com