Acordos de Cooperação

Acordos de Cooperação são parcerias firmadas entre a UFPel e órgãos da administração pública ou instituições privadas sem fins lucrativos, sem transferência de recursos financeiros, com o objetivo de realizar mútua cooperação técnica e científica.

Os Acordos de Cooperação Técnica, Científica, Cultural e Tecnológica são firmados com o objetivo de desenvolver projetos de Ensino, Pesquisa e Extensão entre as instituições convenentes.

O coordenador interessado em formalizar Acordo de Cooperação deverá solicitar formalmente à Coordenação de Convênios a instauração de processo de pré-convênio, munido da seguinte documentação:

     1) Comunicação oficial (ofício ou memorando) dirigida à Coordenação de Convênios do Gabinete do Reitor (modelo de Ofício de solicitação);

     2) Projeto de pesquisa, ensino ou extensão (inteiro teor);

     3) Documentos que comprovem a aprovação do projeto na unidade acadêmica;

     4) Plano de trabalho (modelo de Plano de Trabalho e Anexo I do Plano de Trabalho – Memória de cálculo detalhada);

     5) Ficha de cadastro do Coordenador (modelo de Ficha de Cadastro do Coordenador);

    Será autuado um processo administrativo de pré-convênio e a documentação será encaminhada para as instâncias competentes, dentro da estrutura organizacional da Universidade, para deliberação sobre a proposta de convênio.

     De acordo com a Portaria nº 2.304/2014/GR/UFPEL, com amparo no Regimento da UFPEL, toda proposta de convênio deverá ser aprovada pelo Conselho Coordenador do Ensino, da Pesquisa e da Extensão (COCEPE) e pelo reitor da UFPEL, além de ser previamente examinada pela Procuradoria Jurídica Federal junto à UFPEL.