Constituinte propõe princípios orientadores para documentos

constituinte-120x120A Constituinte Universitária da UFPel, através de sua Comissão de Sistematização, está propondo à comunidade 14 princípios orientadores para a elaboração do Projeto Pedagógico, do Regimento e do Estatuto da Universidade. Os princípios foram definidos pela Comissão ao longo de 2015 e agora começam a ser colocados em discussão na comunidade.

A Comissão de Sistematização espera receber propostas e sugestões à lista apresentada, que aborda temas como autonomia, indissociabilidade, qualidade, função social, gratuidade, gestão democrática, acesso e permanência, liberdade, livre expressão, valorização profissional, integração, formação, eficiência e eficácia e racionalização.

Um folder com as propostas de princípios já está sendo distribuído na Universidade. A Comissão ainda vai definir como a comunidade poderá dar o retorno à consulta. Esta é uma das pautas da próxima reunião, que ocorrerá na semana que vem, em dia a ser definido. Uma ideia é dar a largada com uma palestra do professor do Instituto de Filosofia, Sociologia e Política (Ifisp) Adriano Ferraz, primeiro momento em que o público poderia se manifestar.

Confira no arquivo Folder CSC 20151118  o folder que contém os princípios que estão sendo propostos.

Andamento dos trabalhos

Na última reunião da Comissão de Sistematização, no dia 5, ficou acordado que seria aguardada a iniciativa dos estudantes presentes no sentido de reivindicarem à Reitoria e à Comissão de Acompanhamento uma alteração, de forma, na representação discente, com o objetivo de viabilizar o impasse em relação à reincidente falta de quórum.

Em razão da movimentação dos estudantes pela eleição do Diretório Central dos Estudantes (DCE), a iniciativa ainda não foi apreciada pelo Conselho de DAs.

Esta deve ser a pauta para a próxima reunião:

– Informes;

– Reestruturação do calendário de atividades;

– Evento inaugural para a discussão dos princípios – palestra do professor Carlos Adriano Ferraz .

– Outros assuntos.

A reunião do dia 5, por não obter o quórum mínimo regimental, foi apenas de debates, não chegando a ocorrerem deliberações. O Regimento Interno da Comissão de Sistematização determina que o quórum mínimo deva ser de um terço da representação de cada categoria, ou seja, pelo menos sete de cada segmento. A Comissão de Sistematização é formada por 66 membros, 22 de cada categoria (docentes, técnico-administrativos e estudantes). Eles foram eleitos no fim de 2014, quando começaram seus trabalhos.

Publicado em 20/04/2016, em Sem categoria.