Seminário apresenta planejamento estratégico para Agência Lagoa Mirim

A tarde da última quinta-feira (3) foi tempo para pensar a atuação da Agência de Desenvolvimento da Lagoa Mirim. Estiveram reunidos representantes das Universidades Federal e Católica de Pelotas, do Consulado do Uruguai e da Delegação Uruguaia da Comissão Mista para o Desenvolvimento da Bacia da Lagoa Mirim, do Conselho Regional de Desenvolvimento, do Centro de Apoio ao Pequeno Agricultor, da Fundação Estadual de Proteção Ambiental e do Comitê de Águas da Bacia Lagoa Mirim-São Gonçalo.

A principal discussão da reunião foi a apresentação do planejamento estratégico proposto para a ALM e seu plano de reestruturação. O trabalho foi desenvolvido por uma consultoria externa contratada pelo Ministério da Integração Nacional e pelo Instituto Interamericano de Cooperação para a Agricultura, ligado à Organização dos Estados Americanos. O profissional contratado, autor dos dois documentos, é Fábio Ferraz, que vem trabalhando há alguns meses com esse intuito.

Abrindo o seminário, o reitor da UFPel, Mauro Del Pino, relembrou que a Agência passa por um momento de transição, onde a administração das barragens das quais a ALM é responsável passa por um processo de restruturação, por meio dos Ministérios da Integração Nacional e Ministério dos Transportes, o que alterará as receitas da organização. Desta forma, ele acredita que essa proposta de planejamento estratégico será uma possibilidade para que a ALM possa transformar-se em uma verdadeira agente para o desenvolvimento da região.

Ferraz deu seguimento à programação com a apresentação do diagnóstico realizado durante suas visitas à ALM e apresentou o planejamento estratégico em forma de mapa de objetivos, a partir de cinco perspectivas de ação: cumprimento da missão, relação com beneficiários e parceiros, financeira, processos internos e aprendizado e crescimento. Além disso, o consultor propôs indicadores e metas para cada um desses objetivos. Eles incluem a captação de novos projetos, parceiros e recursos.

Outras ideias colocadas foram a formulação de uma metodologia de gestão de projetos, capacitação do corpo técnico, criação de um Centro de Pesquisas e Estudos sobre Desenvolvimento Regional, algo que pode ser concretizado por meio de um programa de pós-graduação, e a transformação do Laboratório de Piscicultura em Centro.

Devido à proposta do planejamento estratégico, e para chegar aos seus objetivos, o consultor elaborou também uma proposta de reestruturação da ALM, que atingiria campos como a própria organização da agência, a sua área financeira e as relações institucionais.

As ideias trazidas por Ferraz agora serão apreciadas pela Administração Central da UFPel e, caso venham a ser levadas adiante, passarão por votação no Conselho Universitário.

Publicado em 11/09/2015, em Sem categoria.